8 dicas para poupar nas refeições no emprego sem deixar de comer bem

Conheça algumas dicas para poupar nas refeições no emprego, sem passar fome ou abdicar do que mais gosta. E se for com opções saudáveis, melhor ainda.

8 dicas para poupar nas refeições no emprego sem deixar de comer bem
Se é mais saudável e ainda poupa, ótimo!

Já reparou que as marmitas estão na moda? Esta é, sem dúvida, uma moda a seguir se quiser poupar dinheiro, mas há mais dicas para poupar nas refeições no emprego.

A verdade é que por muito acessível que fique um prato do dia no café ou restaurante próximo do local de trabalho, se optar por almoçar fora todos os dias e ainda acrescentar uns extras para o pequeno-almoço, uns pequenos lanches a meio da manhã ou tarde e uns cafés, gastará seguramente, e com pouco esforço, mais de 5€ por dia, o que representa bem mais de 100€/mês.

Claro que não estamos a dizer que deixe de partilhar uns almoços fora com os colegas de trabalho, sabe sempre bem, mas se encontrar alternativas, boas e saudáveis, para os restantes dias, pode poupar nas refeições no emprego.

Quer saber como? Veja as seguintes dicas.

Como poupar nas refeições no emprego

1. Tomar um bom pequeno-almoço em casa

pequeno almoço

Tomar um bom e nutritivo pequeno-almoço em casa vai enchê-lo de energia para o dia, além de evitar pagar por ele fora de casa. Por outro lado, se não levar de casa algo para comer a meio da manhã, lá terá de recorrer ao café ou pastelaria ao lado do local de trabalho para um bolo, pão, sumos ou café. Verdade?

Se por outro lado, optar por passar a manhã sem comer, o mais provável é que coma mais ao almoço. Dois aspetos negativos: um almoço pesado, com prato principal, pão, sobremesa, etc. é prejudicial para a saúde e mais caro.

2. Levar snacks saudáveis para o local de trabalho

snack

Opte por levar fruta, iogurtes, frutos secos, tostas e outros snacks saudáveis para evitar passar muitas horas sem comer. Como referido na primeira dica, esta opção ajudará a sua saúde e a da sua carteira.

3. Beber mais água

beber agua

Beber água é importante para hidratar o corpo e, antes de cada refeição, fará com que coma menos, que opte por refeições mais leves, mesmo quando almoça fora.

Além disso, beber mais água – seja numa garrafa recarregável ou em restaurantes – significa gastar menos dinheiro em bebidas como refrigerantes, sumos e bebidas alcoólicas. E se a água da torneira for devidamente tratada e a puder consumir, será com certeza mais barata do que a engarrafada.

4. Evitar alimentos embalados e fast-food

evitar fast food

Por vezes, temos a ideia de que os alimentos embalados e fast-food são bem mais baratos, mas porquê comer alimentos pouco saudáveis e gastar o mesmo ou mais dinheiro se, com uma hora ao fim de semana e outra durante a semana, pode preparar refeições saborosas, simples e baratas?

Experimente preparar antecipadamente algumas refeições para levar para o trabalho ou escola (sua e das crianças e jovens). Esta é aliás uma tendência atual e, também por essa razão, já pode encontrar nos locais de trabalho ou próximo e nos centros comerciais microondas para aquecer a comida, bem como sopas e saladas para reforçar refeições.

Nas estações mais quentes, opte pelas saladas frias, com e sem massas, com frutas, etc. Conseguirá, assim, fazer bem à sua saúde e poupar nas refeições no emprego.

5. Aproveitar as aplicações e cartões com desconto

descontos restaurantes

Se tiver mesmo que almoçar muitas vezes fora, verifique se os locais onde almoça oferecem cartões de desconto ou se têm alguma aplicação, como já acontece com, por exemplo, a app Vitaminas, que agrega locais para comer como Vitaminas, Wok to Walk, Capri e Talho Burger. Neste caso, depois de comprar algumas refeições tem direito a uma gratuita.

6. Optar pelo take-away ou encomendar

take away

Se não teve tempo para preparar o almoço para levar para o emprego, pode optar pelo take-away e comer no trabalho ou numa área de restauração. Desta forma, evita pagar o couvert, a bebida, etc. Pode até complementar esta refeição com fruta ou outra sobremesa que conseguiu levar de casa.

Atualmente, já há várias empresas que levam marmitas, sandes, wraps, entre outras refeições ao local de trabalho e que também poderão ser uma boa opção.

7. “Marmitar” muito

marmita

Começamos este artigo por dizer que as marmitas estão na moda. É verdade! Com alguma organização, pode poupar se levar marmitas para o emprego.

Inspire-se nos muitos blogues e sites particulares e de supermercados que dão sugestões de receitas fáceis e práticas para colocar numa lancheira e levar para o trabalho.

Faça mais quantidade de comida e congele-a. Há pratos fáceis de preparar e que não perdem a qualidade se congelados. Ora, esta opção permite-lhe ter uma refeição rápida pronta a aquecer, evitando ter de comprar, comer fora ou optar pelo fast-food ou junk food quando estiver com pressa.

Pode ainda planear as suas marmitas de acordo com as promoções, isto é, em vez de fazer o plano de refeições para a semana e depois ir às compras, faça o contrário. Pense nas refeições depois de ver os produtos que estão em promoção. Irá certamente conseguir poupar nos ingredientes.

8. Experimentar ingredientes e produtos novos

receita nova

Batatas e arroz outra vez? Juntos no mesmo prato? Não, obrigada! Evite tornar as refeições monótonas e pouco saudáveis. Crepiocas, wraps, cuscuz, saladas e snacks originais e muito mais são excelentes opções saudáveis e rápidas de fazer para poupar nas refeições no emprego.

Para ajudar, obtenha um livro de receitas, vegetarianas por exemplo, e experimente algumas destas deliciosas combinações, com ingredientes e produtos que provavelmente não utiliza regularmente.

Com pequenas mudanças vai poder poupar nas refeições no emprego, sem passar fome ou abdicar do que mais gosta. E se for com opções saudáveis, melhor ainda.

Veja também: