Como poupar para ter um bebé? 7 dicas essenciais

Conheça 7 dicas para poupar para ter um bebé. Não deixe que a falta de dinheiro interfira num momento tão especial.

Como poupar para ter um bebé? 7 dicas essenciais
Um admirável mundo novo!

O desejo, e às vezes a surpresa, de ter um bebé a caminho gera a necessidade de construir um orçamento que considere o novo membro da família. Não se assuste, se for realista e começar a poupar para ter um bebé atempadamente, poderá aproveitar a sua chegada sem sobressaltos.

Para ajudar, apresentamos 7 dicas para poupar para ter um bebé.

Como poupar para ter um bebé?

1. Saiba com que despesas contar

Uma boa forma de perceber até que ponto deve poupar, e para não ter surpresas desagradáveis, é precisamente saber quanto precisa, inevitavelmente, de gastar com a gravidez, o parto e a chegada do bebé, sem perder de vista as despesas a médio e longo prazo.

Para tal, converse com recém-pais ou visite fóruns online sobre maternidade e faça uma lista de tudo o que é indispensável para ter e cuidar de um bebé e calcule quanto irá gastar.

Há listas de compras na internet, em lojas e em revistas de puericultura que são demasiado extensas e pouco realistas. Embora cada bebé seja diferente, com peso, tamanho e necessidades distintas, recém-pais dir-lhe-ão para não investir previamente em determinados artigos que nunca foram usados, em produtos para a mãe que realmente não funcionam, por exemplo.

Depois, reveja a sua lista, tente comparar preços e ficar atento às promoções. No momento de comprar, conseguirá, com certeza, poupar.

gravida

2. Escolha o sistema público de saúde

Ou tem um bom seguro de saúde ou um subsistema de saúde que comparticipa despesas de gravidez, consultas, exames, parto, internamento e consultas de pediatria ou só nesta dica pode poupar muito dinheiro.

Isto porque, se a mãe optar por ser seguida no sistema de saúde público, não terá quaisquer custos nas consultas, ecografias, parto e internamento. Já se escolher serviços de saúde privados, um parto natural pode ter um custo a partir de 2500€ e se for uma cesariana os valores rondam os 4500€. Estes são valores de referência encontrados em alguns preçários online de hospitais privados.

3. Não compre por impulso

Principalmente quando se trata do primeiro filho, há uma tendência de deixar o coração falar e querer comprar tudo, geralmente melhor e mais caro. Compreende-se, mas se quiser poupar muito dinheiro não se entusiasme demasiado na hora de comprar.

Nas lojas de artigos para bebé haverá sempre uma ou um vendedor a chamar a atenção para aquilo que nem sequer tinha ponderado comprar. E, na dúvida, lá vem para casa com mais compras, muitas vezes desnecessárias.

Por exemplo, o mobiliário e decoração do quarto do bebé é dispensável. Pelo menos nos primeiros meses, basta o berço ou cama de grades, que geralmente fica no quarto dos pais.

Para poupar para ter um bebé deve manter o foco numa lista de compras racionalmente elaborada, depois de se informar sobre o que é realmente indispensável.

compras bebe

4. Redefina as suas prioridades e corte despesas

Analise as suas despesas mensais. São todas necessárias? Ou pode renegociar um contrato, um crédito, cortar em telecomunicações, cancelar “aquela” assinatura de revista que não lê? Deixar de sair para jantar fora todas as semanas? Deixar de fumar?

Possivelmente, conseguirá rever o seu estilo de vida e as suas despesas mensais de forma a encontrar outras formas de poupar para ter um bebé.

5. Se possível, amamente

Para além dos reconhecidos benefícios para a saúde do bebé e da mãe, o aleitamento materno, quando possível, representa uma boa forma de poupança.

Uma lata de leite de 800g custa cerca de 13€ e necessitará, dependendo do peso e idade do bebé, de várias por mês. Se tiver mesmo que comprar leite, compare preços (há, por vezes, diferenças significativas entre supermercados) e, claro, aproveite as promoções.

amamentar

6. Compre usado ou use emprestado

Há artigos para bebé que fazem falta e que são realmente dispendiosos, como a cadeira para o carro, cadeira de passeio, alcofa, berço, colchão, a espreguiçadeira, entre outros, como a roupa. No entanto, quase todos para usar por pouco tempo.

Uma boa forma de poupar é começar por perguntar a familiares e amigos que têm filhos o que podem dispensar ou então opte por pesquisar no OLX, por exemplo, e encontrará artigos em bom estado, com uma redução de preço muito grande.

7. Esteja atento a apoios e prémios

Informe-se no site ou balcão da segurança social se tem direito a beneficiar de algum apoio: pré-natal, abono de família ou outro. Há locais (freguesias, cidades), assim como empresas, que premeiam o nascimento de bebés. Veja se se inclui numa dessas situações.

Utilize estas e outras dicas de poupança e prepare-se para viver um momento único e maravilhoso!

Veja também: