3 dicas para fazer um presépio de Natal artesanal

No período de férias escolares que se avizinha, porque não aproveitar para fazer um presépio de Natal artesanal com os seus filhos?

3 dicas para fazer um presépio de Natal artesanal
Reutilize artigos reciclados e deixe o seu presépio brilhar este Natal

De Norte a Sul do país, são várias as cidades que já optam por fazer um presépio de Natal artesanal. A maioria usa materiais reciclados não só para dar o exemplo de cidade consciente, mas também de cidade criativa. Muitas das decorações de Natal, inclusive, já são feitas com estes materiais e com o apoio precioso das Escolas, seus alunos e professores.
 
Se precisa de comprar um presépio, mas não se identifica com os exemplares à venda – a maior parte deles bastante tradicionais e caros – e se tem jeito para trabalhos manuais, então inspire-se nestas dicas para fazer um presépio de Natal artesanal.
 
Neste período de férias escolares, é ainda uma excelente atividade para realizar em conjunto com os seus filhos. Estimula a imaginação, a motricidade, capacidades de gestão de tempo, espaço e recursos; a importância da reciclagem e da reutilização de materiais; a importância do trabalho, para além de fundar um espaço de partilha.
 

3 dicas para fazer um presépio de Natal artesanal


1. Reutilize artigos reciclados

Dê uma vista de olhos nos baldes da reciclagem que tem em casa. Reúna os artigos que considere flexíveis o suficiente para serem reutilizados num presépio.
 
Rolos de cartão (cozinha ou de papel higiénico); cápsulas de café; rolhas de cortiça (sobretudo as de champanhe); caricas e tampinhas de plástico; restos de tecido e de papel; pacotes de leite; caixinhas de fósforos são alguns bons exemplos de artigos que pode reutilizar. Lave e seque o que for necessário.
 


2. Prepare a mesa de trabalho e os staples necessários

Um mesa de trabalho limpa e organizada ajudá-lo-á a obter os resultados que planeou, sem imprevistos. Em relação aos staples, a nossa dica é que use uma pistola de cola quente e não as colas tradicionais, líquida ou em stick – que demoram imenso tempo a secar e simplesmente não resultam com determinados materiais. Se, depois de reunir os materiais, optar por trabalhar com as rolhas de cortiça, então os alfinetes são uma óptima solução para unir este material.
 


3. Faça escolhas e não complique

Esta é a fase crítica, digamos assim. Escolher os artigos que vai reutilizar e que figuras vai representar. Por norma, um presépio tem as seguintes figuras: José, Virgem Maria, Menino Jesus, os três Reis Magos, o grupo de pastores e os animais (a vaca e o burro). Poderá resumir o seu presépio às figuras da Sagrada Família (José, Virgem Maria e Menino Jesus), pois são extremamente simbólicas e tornam o presépio de natal artesanal muito singelo. Todavia, todas estas escolhas ficam à sua consideração. O importante é que dê asas à sua imaginação e que se divirta com os seus.
 
Não se esqueça de partilhar connosco os resultados! Bom trabalho!

Veja também:

Continuar a Ler