Os 10 principais paraísos fiscais do mundo

Há inúmeros sítios no mundo onde é possível depositar dinheiro com taxas baixas. Saiba quais são os principais paraísos fiscais.

Os 10 principais paraísos fiscais do mundo
Quais são os sítios escolhidos dos milionários para depositar o seu dinheiro?
  • Há países onde a taxa é mesmo nula

Ter o dinheiro nos bancos pode significar muita coisa, nomeadamente se o dinheiro for depositado em diferentes países. Cada um tem as suas próprias leis, as suas próprias taxas aplicáveis, os próprios mecanismos. 

Certamente já ouviu também falar das Offshores, que significam nada mais, nada menos do que as contas bancárias ou as empresas abertas em paraísos fiscais.
 

O que são os paraísos fiscais?

Os paraísos fiscais são países ou regiões autónomas onde é possível aplicar capitais estrangeiros de forma fácil, uma vez que as taxas aplicadas são substancialmente baixas ou mesmo nulas. Este tipo de dinâmica pode mesmo ser assumida como dumping fiscal, uma vez que as leis aplicadas nestes locais são, muitas vezes, contrárias às regras aplicadas internacionalmente. 

Existem, no entanto, muitas pessoas a utilizar os paraísos ficais para depositar o seu dinheiro, beneficiando da garantia de que tudo ocorre com o máximo sigilo.  

Recentemente, o grupo Tax Justice Network divulgou o índice de transparência financeira internacional que revela quais os principais paraísos fiscais do mundo. 

Este grupo é constituído por economistas, advogados, contabilistas e escritores e revela que, provavelmente, tenham sido guardados entre 21 e 32 biliões de dólares de capital privado em paraísos fiscais.

 

Top 10 dos principais paraísos fiscais

 

1. Suíça

A Suíça ocupa o primeiro lugar do top 10 dos principais paraísos fiscais. Atualmente, é responsável por cerca 5,6% do mercado global de serviços financeiros Offshore.
 

2. Hong Kong

Hong Kong, em segundo lugar, tem cerca de 3,8% do mercado global.
 

3. Estados Unidos 

Também considerados como um dos principais paraísos fiscais, têm 19,6% do mercado.
 

4. Singapura 

É responsável por cerca de 4,8% do mercado.
 

5. As Ilhas Caimão 

As Ilhas Caimão têm vindo a assumir-se como um forte paraíso fiscal. São detentoras de 4,8% do mercado global das Offshore.
 

6. Luxemburgo 

Um dos países que mais emigrantes portugueses tem a residir conta com 11,6% do mercado.
 

7. Líbano 

Já a chegar ao fim da lista, surge o Líbano com 0,5% do mercado.
 

8. Alemanha

Da Alemanha parte cerca de 6% do mercado global de serviços financeiros.
 

9. Bahrein

Conhece Bahrein? 0,01% do mercado global de serviços financeiros Offshore é deles.
 

10. Emirados Árabes Unidos

Em décimo lugar estão os famosos Emirados Árabes Unidos, responsáveis por cerca de 1% do mercado global.


Veja também: