AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Procurar emprego depois dos 50 anos: as melhores dicas

Saiba como ultrapassar as dificuldades do mercado de trabalho e procurar emprego depois dos 50 com sucesso.

Procurar emprego depois dos 50 anos: as melhores dicas
Pode ser difícil mas não é o fim do mundo.

Quem disse que procurar depois dos 50 anos é impossível está redondamente engando. É difícil, sim, mas não é impossível. O mercado de trabalho está difícil para todos e para profissionais acima dos 50 em situação de desemprego pode ser particularmente desafiante (e dramático até), mas não significa que esteja fechado. Lá porque tem mais de 50 anos ainda pode encontrar um bom trabalho e voltar ao ativo. Para isso vai precisar obviamente de ter alguns cuidados adicionais na sua procura de emprego. Conheça as nossas dicas e defina uma estratégia infalível.
 

Emprego aos 50: 3 dicas fundamentais

Numa altura em que os jovens têm (em muitos casos, mas não todos) mais formação académica e se apresentam como opções mais baratas para as empresas (por serem mão-de-obra muito mais barata ou até a custo zero), percebe-se porque razão se torna tão difícil encontrar emprego depois dos 50. Mas, a idade ainda que não seja posto, neste caso representa experiência e conhecimentos válidos que, se bem promovidos, podem configurar um fator de interesse para os recrutadores. No fundo, o segredo passa por ultrapassar a idade enquanto obstáculo à contratação. Além dos cuidados mais básicos, como manter o CV atualizado ou apostar na formação e na atualização de competências (ou aquisição de novas), saiba como pode potenciar a sua procura e garantir que não passa despercebido aos recrutadores.

 

1. Reforce a sua presença online

As redes sociais assumem um papel de destaque nos dias que correm e podem ser uma poderosa ferramenta para a sua procura de emprego, não só porque lhe permitem aceder a várias ofertas de emprego, mas também porque podem torná-lo visível aos olhos dos recrutadores. É o caso do LinkedIn. Esta rede profissional é quase como um “ponto de encontro” de profissionais. Um bom perfil pode valer-lhe mais do que visualizações, um emprego, mesmo depois dos 50. Vários estudos mostram que muitos recrutadores recorrem às redes sociais – em particular ao LinkedIn – como ferramentas de recrutamento para analisar e selecionar candidatos. Mais. Atualmente esta presença online (uma boa presença claro) é fundamental para encontrar emprego independentemente da idade, mas para profissionais com idades mais avançadas serve para mostrar que estão atentos e ao corrente das novas tendências.

 

2. Use a idade como uma vantagem

Sim, a idade pode ser uma vantagem no recrutamento. Repare. A idade está lá e a experiência também, por isso na hora da entrevista trate de a destacar. Fale sobre as suas conquistas profissionais e de como as alcançou, destaque as suas capacidades (de liderança, responsabilidade, etc.), os seus conhecimentos e competências e de que forma podem ser uma mais-valia para a empresa.

 

3. Aprenda algo novo

Estamos sempre a aprender e a idade não é um entrave à aprendizagem. Por isso, porque não alargar o seu leque de competências e conhecimentos e aprender algo novo que possa ser-lhe útil em termos profissionais? Isto é algo que os recrutadores vão gostar de saber. Não só revela que está disposto a evoluir e adaptar-se às novas demandas do mercado de trabalho, como que está otimista e confiante na sua carreira profissional independentemente da sua idade.

 

Acima de tudo, não deixe a idade levar a melhor

A idade só é uma dificuldade para encontrar emprego se permitir que isso aconteça. Pense desta forma. Em qualquer que seja a faixa etária há sempre obstáculos. Para muitos, aos 20/30 será muito novo para trabalhar ou desempenhar certos cargos, mas aos 50 já será demasiado velho. Nada disso. Um profissional deve ser avaliado pelo seu valor e pelo contributo que pode dar à empresa e é isso que – independentemente da idade – deve prevalecer. E o primeiro passo tem que ser seu ao não deixar a idade interferir com a sua motivação.


Veja também: