AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Conheça 5 profissões que deixaram de existir

Ainda se lembra dos leiteiros? E que eram precisas telefonistas que completavam as chamadas manualmente. Conheça 5 profissões que deixaram de existir.

Conheça 5 profissões que deixaram de existir
Há novas profissões a nascer, mas outras desaparecem

À medida que profissões que parecem saídas de filmes de ficção científica se tornam reais, há outras que vão caindo em desuso e desaparecendo devido aos avanços tecnológicos.

Em alguns casos os trabalhadores acabam por ser substituídos por máquinas, noutros a função simplesmente deixa de fazer sentido. Sabia que já houve pessoas a cumprir as funções de “despertador humano”?

Fique com estes 5 exemplos de profissões que deixaram de existir. Conhece alguma?
 

5 Profissões que deixaram de existir

 

1. Telefonistas

telefonista

Recorda-se do tempo em que não imaginávamos ter um smartphone e em que os simples telemóveis também eram ainda uma miragem? Nesses tempos do início dos telefones as chamadas não chegavam ao destino diretamente. Era preciso uma telefonista, um papel normalmente atribuído a jovens mulheres, que completava a chamada, ligando manualmente os cabos nas centrais telefónicas.

Mesmo a profissão das atuais “telefonistas”, que distribuem as chamadas dentro de uma empresa, está a entrar em extinção, à medida que as grandes empresas adotam gravações eletrónicas para direcionar chamadas.
 

2. Despertador humano

despertador humano

Vivia-se a Revolução Industrial quando esta profissão se tornou popular. Aliás, a necessidade por estes profissionais nasceu mesmo com a criação de emprego nesta altura, em que iam nascendo autênticas cidades de trabalhadores em torno das grandes fábricas. Para que ninguém se atrasasse, havia um ou mais responsáveis por bater às janelas, com paus e pedras, às primeiras horas da manhã. Isto era bastante comum na Irlanda e no Reino Unido.


3. Leiteiro

leiteiro

Quando ainda desconhecíamos as técnicas de preservação e pasteurização do leite e ele ainda não era comercializado em pacotes, havia em muitas localidades a figura do leiteiro, que vendia leite do dia em garrafas de vidro, porta a porta. Em alguns ambientes rurais, essa tradição ainda persiste.
 

4. Datilógrafo

dactilografo

Antes de existir o computador e de tudo se tornar digital, havia profissionais dedicados à datilografia, que batiam à máquina os textos escritos à mão. Com o aparecimento das novas tecnologias ainda se procuraram adaptar, mas atualmente esta é uma das profissões que deixaram de existir. Estas funções ficam com outros profissões que não se limitam a fazer esse trabalho, como as secretárias.  
 

5. Leitor

leitor

Esta figura, também ligada ao mundo industrial, tinha como objetivo ler, é óbvio. Integrava as fábricas, grandes ou pequenas, e a sua função passava por ler jornais, revistas ou mesmo livros inteiros ao longo do dia de trabalho, para que o dia dos operários não fosse tão rotineiro. 
Faça mais pelo seu Curriculum e concorra ao emprego dos seus sonhos >>
Veja também: