Publicidade:

Conheça a próxima sequência de matrículas em Portugal

Conheça a próxima sequência de matrículas em Portugal, que entrará em vigor já no próximo ano. Há surpresas, uma vez que tem mais letras do que números.

Conheça a próxima sequência de matrículas em Portugal
Nova sequência com mais letras do que números

Tal como já aconteceu no passado, a sequência das matrículas, com um determinado conjunto ordenado de letras e números, acabou por se esgotar. A atual combinação, que começou em 2005, está quase a chegar ao fim, prevendo-se que a próxima sequência de matrículas em Portugal tenha início em fevereiro de 2019.

A atual sequência é formada por quatro algarismos e duas letras, sendo que o par de letras se encontra no meio dos pares de números: 11-AA-11, por exemplo. Recorde-se que as matrículas dos veículos anteriores a 2005 tinham as letras ou no início, ou no fim dos pares de números. Na página da ARAN (Associação Nacional do Ramo Automóvel), pode consultar essa evolução.

Próxima sequência de matrículas em Portugal: o que muda

ALT matriculas

A grande novidade é que em vez de quatro algarismos e duas letras, a próxima sequência de matrículas em Portugal vai iniciar com quatro letras e dois algarismos: AA-11-AA. As letras ganham assim mais protagonismo na próxima sequência de matrículas em Portugal. As chapas em si não serão diferentes, mantendo-se a informação do ano e mês, a identificação de Portugal e da União Europeia, e a cor preta dos caracteres, em fundo branco.

A atual combinação dura já desde 2005 e o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) prevê que o esgotamento da mesma se dê no início do próximo ano, mais propriamente no mês de fevereiro de 2019. A previsão do número de matrículas atribuídas em 2017 permitiu fazer esta estimativa, sendo que até este momento a data de fevereiro é uma previsão.

O IMT espera que a nova sequência tenha uma longevidade maior, já que, também pela primeira vez, vão ser usadas as letras Y, K e W. Isto vai, claro, permitir um maior número de combinações.

As matrículas portuguesas já usavam mais números que letras há mais de 80 anos. Além da que está ainda em vigor, as anteriores sequências de quatro algarismos e duas letras, nas combinações possíveis (e chapas diferentes) foram usadas entre 1992 e 2005 e 1937 e 1992, o que também permite ter uma perspetiva interessante do número de matrículas que vai sendo atribuído todos os anos.

Matrículas especiais

Mesmo com estas alterações, há regras que têm de se manter. Existem certas sequências que estão reservadas como: AP-00-00 reservadas a veículos da Marinha Portuguesa, ou as com a sequência GNR x-0000, reservadas a veículos da Guarda Nacional Republicana (GNR). Existem também matrículas especiais reservadas a funcionários em missões internacionais ou diplomatas, com caracteres a vermelho, entre outras chapas de matrícula menos populares.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.

Também lhe pode interessar: