Publicidade:

O fascinante mundo da psicanálise: vantagens e desvantagens

A psicanálise baseia-se na ideia de que todos os desejos e instintos reprimidos estão armazenados no inconsciente. Descubra como funciona e se vale a pena.

O fascinante mundo da psicanálise: vantagens e desvantagens
Será que o inconsciente domina a nossa vida psíquica?

A psicanálise foi criada pelo famoso médico austríaco Sigmund Freud e tem por objetivo compreender, tratar e investigar a mente humana. A sua teoria surgiu baseada na investigação e tratamento de certas patologias mentais.

Freud foi o primeiro a encarar as verbalizações do paciente como provenientes do inconsciente, reconhecendo a importância dos conflitos internos infantis no funcionamento psicológico. Acreditava que os problemas dos seus pacientes se deviam a desejos reprimidos.

Quem nunca repetiu comportamentos que havia prometido não repetir? Quantas vezes não dizemos palavras fora de contexto no meio de uma frase? E sonhos bizarros, quem não tem? Todas essas situações, aparentemente sem relação entre si, são explicadas pela psicanálise como sendo derivadas do nosso inconsciente, que desorganiza as nossas intenções e as nossas vontades.

O que é a psicanálise?


psicanálise

A psicanálise é um tratamento psicoterapêutico profundo e intensivo dirigido ao alívio do sofrimento psicológico, ao desenvolvimento da personalidade e ao autoconhecimento. Procura compreender as dificuldades e o sofrimento do indivíduo à luz do funcionamento do seu inconsciente.

É uma abordagem baseada na observação e descoberta daquilo que cada um desconhece acerca de si próprio, da sua natureza e da sua singularidade. A teoria defende que são os processos inconscientes que estimulam os comportamentos e a vida emocional das pessoas, podendo causar sofrimento, tristeza, dificuldades relacionais no plano amoroso, familiar e também profissional.

O maior objetivo da psicanálise passa por realizar verdadeiras e permanentes mudanças de carácter, de forma a melhorar a qualidade de vida de uma pessoa que apresente perturbações mentais, ou seja, libertar as emoções e as experiências reprimidas.

Assim, a psicanálise posiciona-se como um método de investigação dos processos mentais que são praticamente inalcançáveis através de qualquer outro método.

Como funciona a psicanálise

O tratamento psicanalítico explora a forma como o inconsciente afeta os padrões de comportamentos do presente e os relacionamentos atuais. Em resumo, pretende trazer o conflito reprimido à consciência, para que o paciente possa lidar com isso.

O psicanalista usa várias técnicas como incentivo para o cliente desenvolver maior consciência acerca do seu comportamento e sintomas. Algumas das técnicas essenciais são a interpretação de sonhos, a transferência e a associação livre.

Para a psicanálise, a análise dos sonhos é o caminho que leva até ao inconsciente. Quando dormimos estamos menos vigilantes e as ideias reprimidas vêm à superfície, embora aquilo de que nos lembramos possa ter sido alterado durante o processo de sonho.

A transferência diz respeito ao conjunto de sentimentos, afetos e emoções que o paciente transfere para o psicanalista e que outrora eram dirigidos aos seus cuidadores na infância.

O método de associação livre consiste em deixar o paciente o mais relaxado possível, para que este se sinta à vontade para falar sobre tudo o que venha à mente: desejos, angústias, sonhos e fantasias.

Habitualmente, a psicanálise é um processo demorado que envolve muitas sessões, mas o ritmo da psicanálise é ditado pelo próprio paciente que irá tão longe e tão ao fundo das questões quanto se sinta preparado.

Gradualmente, este processo vai provocar transformações psíquicas e tomadas de consciência. Consequentemente, irá surgir o alívio do sofrimento psicológico.

psicoterapia

Vantagens e desvantagens da psicanálise


Há um debate considerável sobre a eficácia do tratamento psicanalítico, com opiniões muito contraditórias. Contudo, uma vez que a psicanálise é um tratamento altamente personalizado, é aconselhável consultar um psicanalista experiente que possa esclarecer e ajudar.

Existem diversas correntes de intervenção psicoterapêutica e o importante é que o paciente escolha aquela com a qual se sente mais confortável e que lhe pode trazer mais benefícios.

Listamos algumas das vantagens e desvantagens apontadas à psicanálise.

Vantagens

a) Altamente personalizada: para a psicanálise não existem dois pacientes iguais, mesmo que o diagnóstico seja o mesmo;

b) Muitos pacientes descrevem a psicanálise como a experiência com maior impacto e gratificação emocional das suas vidas;

c) Os benefícios da psicanálise são duradouros e continuam a crescer mesmo depois do fim do tratamento;

d) A psicanálise coloca em movimento processos psicológicos que conduzem à mudança contínua e que se mantêm após o fim da terapia;

e) Esta terapia, para além de proporcionar o alívio de sintomas, pretende ajudar o paciente a desenvolver os seus recursos de modo a que possa viver uma vida mais enriquecedora e livre, com uma melhor relação consigo mesmo e com os outros.

Desvantagens

a) É muito demorada;

b) As pessoas devem estar preparadas para investir tempo e dinheiro na terapia psicanalítica;

c) Através da psicanálise, os pacientes podem descobrir algumas memórias dolorosas e desagradáveis que tinham sido reprimidas, o que pode causar grande angústia;

d) Não funciona para todas as pessoas e para todos os tipos de transtornos;

e) Estão mais aptos a usufruir em pleno dos benefícios da psicanálise pessoas com algumas características: boa capacidade de expressão verbal; capacidade de reflexão; desejo de entender o passado; capacidade para tolerar e lidar com a vulnerabilidade e com afetos e vivências mais difíceis.

Veja também:

Ana Graça Ana Graça

Mestre em Psicologia, pela Universidade do Minho, com a dissertação “A experiência de cuidar, estratégias de coping e autorrelato de saúde”. Especialização (Pós-Graduada) em Neuropsicologia Clínica, Intervenção Neuropsicológica e Neuropsicologia Geriátrica. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e Neuropsicologia. Além da Psicologia. é apaixonada por viagens, leitura, boa música, caminhadas ao ar livre e tudo o que traga mais felicidade!