QR Code chegou às cartas verdes dos veículos em Portugal

Com o QR Code os segurados podem aceder à informação relacionada com o veículo e respetivo seguro automóvel.

QR Code chegou às cartas verdes dos veículos em Portugal
Conheça as vantagens do QR Code

Para quem não sabe, o QR Code – e já lhe explicamos o que é mais à frente – já está disponível nas Cartas Verdes dos carros. Se ainda não viu, então dê uma vista de olhos à Carta Verde do seu carro e confira se a sua seguradora já aderiu a esta inovação. Se assim for, vai ter um quadrado preto e branco introduzido na parte lateral esquerda do documento.

O QR (sigla de Quick Response) Code consiste num gráfico 2D inserido numa caixa preta e branca que contém informações como textos, vídeos, páginas da internet, SMS ou números de telefone. O conteúdo pode ser lido através de equipamentos específicos para ler este tipo de código ou de aplicações instalados nos smartphones. Neste caso, a câmara do smartphone é usada para fazer a leitura do código. Hoje em dia, o QR Code é muito utilizado em áreas como a indústria automóvel, os meios de comunicação (revistas, panfletos, outdoors e outros) e no retalho.

Seguradoras adotam QR Code para as cartas verdes

Com a aplicação e-SEGURNET instalada no smartphone, os segurados podem “ler” o QR Code introduzido na parte lateral esquerda das Cartas Verdes e assim aceder à informação relacionada com o veículo e respetivo seguro automóvel (dados da apólice, do veículo, do tomador de seguro e ainda dados do condutor habitual).

Para utilizar esta funcionalidade basta abrir a aplicação e apontar a câmara do telemóvel para o QR Code. A informação é imediatamente transferida, tornando o processo de participação de sinistros automóveis mais rápido e até evitando erros no preenchimento. A aplicação pode gerar um QR Code que permite partilhar informação pré-preenchida dos intervenientes de um sinistro e dos seus veículos.

Outras utilizações do QR Code

O QR Code foi criado pela fabricante japonesa Toyota para fazer o controlo da produção de automóveis, mas nos últimos anos foi aplicado nas mais diversas áreas – tanto no mundo físico como no virtual. Os órgãos ligados ao turismo utilizam o QR em aeroportos, rodoviárias, monumentos e atrações para visitantes. Este código permite que o turista tenha acesso a informações de locais como hotéis e restaurantes, sem precisar pesquisar na Internet. Na Argentina, por exemplo, o QR Code é utilizado como uma “arma” para a localização de crianças desaparecidas.

Já as empresas adotam o QR Code como estratégia de marketing. Através deste código disponibilizam aos clientes informações acerca de produtos e serviços, códigos para descontos e promoções. Na área da construção e do imobiliário as empresas utilizam o código 2D para que o interessado em adquirir ou alugar um imóvel assista aos vídeos de apresentação do empreendimento ou do imóvel.

Há outros setores que também usam o QR Code. Em alguns países este sistema é usado na televisão. Através de um código, o telespectador pode comprar ou receber informações sobre um produto que está  a ser exibido num programa de TV.

Veja também: