Quarto montessoriano para o bebé de 1 ano: como preparar

O objetivo do quarto montessoriano para o bebé de 1 ano é oferecer um lugar com móveis e objetos na altura dos olhos da criança para que ela possa desenvolver a sua autonomia e liberdade com segurança. 

Quarto montessoriano para o bebé de 1 ano: como preparar
Como criar um ambiente que favoreça o desenvolvimento da criança

Quando pensamos num quarto montessoriano para o bebé de 1 ano, há que privilegiar a busca direta e pessoal da criança, de modo a que ela possa circular livremente no seu ambiente explorando as coisas que deverão estar ao seu alcance. 

Os pais aguardam ansiosamente a chegada do bebé, e enquanto esperam vão preparando tudo o que será necessário para a criança nos primeiros meses de vida. Compram roupa, preparam a família, monta-se o quarto para o bebé, cheio de pormenores deliciosos que fazem despertar ainda mais a ansiedade por aquele momento especial em que se receberá nos braços um ser humano. 

O quarto é a divisão da casa onde o bebé passará mais tempo: é um quarto de dormir e de brincadeira, um sítio onde poder relaxar, brincar, dormir, mas acima de tudo, onde poderá crescer e desenvolver-se livremente e em segurança.

Os pais podem escolher a decoração do quarto do seu filho, apenas, seguindo uma questão estética ou função, ou podem seguir algum método como o quarto montessoriano para o bebé de 1 ano, que iremos desvendar. 


Dicas para preparar um quarto montessoriano para o bebé de 1 ano


Colchão no chão

O berço é um limitador de movimento, logo é substituído por um colchão no chão ou uma cama baixa, para que a criança tenha mais independência para se levantar e se deitar. Ao lado do colchão, pode-se colocar um elemento que, além de amortecer uma possível queda, proporcionará estímulos sensoriais diferentes, como por exemplo um colchão de campismo, almofadas variadas ou um tapete felpudo.



Tudo ao alcance do bebé

Brinquedos, livros, jogos e fotos das crianças devem ficar ao alcance das próprias, organizados em prateleiras baixas. Uma forma simples de resolver esta questão é gatinhar (sim!) no quarto dos seus filhos para perceber o quanto as alturas das coisas estão desajustadas às suas necessidades.



Minimalismo é regra...

A decoração deve ser minimalista, apenas com mobiliário essencial para que a criança possa explorar tudo o que tem no quarto. Para que essa exploração possa ser feita de forma segura, é bom abusar de materiais que proporcionem segurança aos pequenos, como tapetes de borracha ou felpudos.

Evite também acumular muitos brinquedos e guardá-los em caixas, gavetas ou roupeiros sem que estejam sempre disponíveis. O ideal é ter brinquedos sempre à vista, para que a criança sinta vontade de brincar e possa escolher com o que brincar. Pode criar um sistema rotativo, em que tem meia dúzia de brinquedos à vista, e depois troca, para que a criança não se farte e não tenha o quarto numa verdadeira confusão.



...proporção também

Todo o quarto deve ser proporcional à criança. É uma questão de escala: para que as coisas estejam ao alcance da criança, também os móveis devem ser mais pequenos, as mesas baixas, as cadeiras apropriadas a crianças etc.



Escolha Autónoma

Ter menos brinquedos faz com que a criança conquiste maior autonomia de escolha. Num quarto montessoriano para o bebé de 1 ano, a criança conseguirá com facilidade escolher, entre meia dúzia de brinquedos, aquele com que lhe apetece brincar. Se houver muita oferta será mais difícil de optar, acabando a criança por não valorizar nenhum especificamente.



Estímulos no espaço

Segundo Maria Montessori, a criadora do quarto montessoriano para o bebé de 1 ano, nos primeiros anos de vida a criança elabora os próprios conceitos pela ação e pelo contato com o mundo em que vive. A criança actua pela “mente absorvente” e os órgãos sensoriais são os captadores das informações necessárias.



Espelho e música

O espelho é um dos elementos esseniciais de um quarto montessoriano e serve para que a criança se possa conhecer e entender que é uma pessoa distinta da mãe. Quando ainda não gatinha, esse espelho pode ser instalado na horizontal, ao lado da cama. Mais tarde, pode ficar na vertical, noutra parede. Para garantir a segurança dos pequenos, é importante que o espelho seja de acrílico e fique bem preso à parede.

Para o estímulo auditivo, músicas ou sons de violão ou flauta são sempre uma boa escolha. Já reparou que as crianças reagem quase sempre de forma positiva à música clássica? Experimente! 

Num local rico e estimulante, como um quarto montessoriano, a criança torna-se capaz de aprender sozinha através das suas próprias experiências, desenvolvendo-se de forma espontânea, criativa, saudável e feliz. E que mais podem os pais desejar?

Veja também: