PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Estudo: quem deixa de fumar diminui o consumo de álcool

Um novo estudo científico chegou à conclusão de que, ao contrário do que se pensava, quem deixa o consumo do tabaco diminui o consumo de álcool.

Estudo: quem deixa de fumar diminui o consumo de álcool
Se vai deixar de fumar, possivelmente irá diminuir o consumo de álcool

Quando tenta parar de fumar ou quando deixa por completo o tabaco vai também reduzir o consumo de álcool. Num estudo realizado recentemente em Inglaterra e publicado pela revista científica BMC Public Health é demonstrado que, ao contrário do que se pensava até então, tentar diminuir o consumo de tabaco não aumenta a ingestão de álcool. Muito pelo contrário, existe uma diminuição do consumo de álcool. 

Citando o autor principal deste estudo, Jamie Brown, que pertence à University College London, "estes resultados vão contra a visão comum de que as pessoas que param de fumar tendem a beber mais para compensar. É possível também que eles estejam a evitar o álcool porque relacionam o álcool com uma recaída para o tabaco”.

Este estudo incluiu 31.878 pessoas com mais de 16 anos. E a sua linha temporal foi entre Março de 2014 e setembro de 2015. Desses entrevistados, 6.278 relataram que fumavam diariamente. Destes, 144 tinham tentado largar o vício na semana anterior a esta pesquisa.


Menos tabaco = Menos álcool

A pesquisa teve início com um questionário a todos os participantes sobre o seu consumo de álcool. Assim, com estes dados, foram feitas comparações entre o consumo de álcool dos fumadores que tinham deixado o tabaco na semana anterior ao estudo e aqueles que não tinham deixado de fumar nessa semana.

Os resultados demostraram então que, os participantes que tinham tentado parar de fumar consumiam menores quantidades de bebidas alcoólicas em geral, comparativamente áquelas que não tinham tentado deixar este vício. 

Este foi um estudo observacional, o que significa que ele não pode demonstrar causa e efeito. Até pode ser que os fumadores optem por restringir o seu consumo de álcool durante a tentativa de parar de fumar para reduzir as hipóteses de recaída. Alternativamente, pode ser que as pessoas que bebem menos álcool sejam mais propensas a parar de fumar. Se este for o caso, os fumadores com maior consumo de álcool podem precisar de mais incentivos para parar de fumar.

Os autores acreditam que os resultados indicam que fumadores que tentam parar não irão, necessariamente, recorrer ao álcool para preencher o vazio deixado pelo tabaco. Jamie Brown acrescenta: "Ainda não podemos determinar a direção da causalidade. Devem ser feitas mais pesquisas para separar se as tentativas de parar de fumar precedem as tentativas de restringir o consumo de álcool ou vice- versa. Teremos também que descartar outros fatores extra que não foram avaliados neste estudo. Tal como o diagnóstico de um problema de saúde que possa estar na causa das tentativas para deixar de fumar e de beber álcool."

A pesquisa para este estudo continua e todos os meses são analisadas novas pessoas. Este estudo, em particular, faz parte de um estudo maior que está a ser realizado em Inglaterra. Este tem como objetivo entender os padrões de consumo de álcool e tabaco neste mesmo país.

Veja também:

Raquel Pacheco Neves Raquel Pacheco Neves

Farmacêutica, Raquel Pacheco Neves é especialista na prevenção e no tratamento das mais variadas patologias, no que à farmacologia diz respeito. Com uma paixão especial pela puericultura, a promoção da saúde tem sido, desde sempre, o seu principal objectivo profissional.
O seu mais recente projeto é o portal Bébéu.