10 razões para visitar o Japão

Ainda está indeciso em relação ao destino de férias? Propomos-lhe um país menos óbvio e surpreendente: o Japão. Conheça 10 motivos para marcar já a viagem.

10 razões para visitar o Japão
Da comida às tradições, há muitas razões para visitar o Japão

O Japão é um dos mais ricos e estimulantes destinos da Ásia. Com uma cultura tão diferente do ocidente e ainda um pouco desconhecida, desperta a curiosidade e oferece aos seus visitantes experiências realmente originais. Quer ande à procura de um destino moderno e cosmopolita, quer prefira umas férias em comunhão com a natureza, estas 10 razões para visitar o Japão mostram-lhe que há de tudo um pouco no país do sol nascente.

10 razões para visitar o Japão já este ano

A simpatia e a educação

No Japão irá contactar com um dos povos mais amistosos do mundo. A simpatia com que irá ser recebido e tratado será uma das marcas da sua viagem. Um sorriso, uma palavra de agradecimento e uma elegante vénia com a cabeça, são gestos típicos dos japoneses.

São ainda, de uma maneira geral, pessoas bondosas, prestáveis e prontas a ajudar. A sua educação, com um forte respeito pelos outros, faz com que sejam extremamente pontuais. Uma característica comum aos transportes e serviços públicos, apreciada não só pelos locais como pelos turistas.

A comida japonesa

comida

Neste guia de razões para visitar o Japão, a comida deste país asiático tinha de estar presente. Exótica para os nossos padrões, mas cada vez mais consumida no ocidente, a comida japonesa é muito mais do que sushi.

Sopas e caldos aromáticos deliciosos, como o ramen; legumes em tempura estaladiços; bifes de vacas kobe macios e suculentos; reconfortantes pratos de massa soba; shabu-shabu (espécie de fondue) ou pratos para estômagos mais corajosos como o unagui (enguia grelhada), são apenas algumas das experiências culinárias à sua espera.

Tradições bem enraizadas

Há poucas culturas que valorizem as tradições como a japonesa. O respeito pela experiência e sabedoria dos mais velhos é um dos pilares para manter vivos os hábitos e as tradições do país.

O cuidado com o seu património histórico, visível na preservação cuidadosa de templos e palácios, bem como a existência de diversos festivais que pretendem cimentar e transmitir as tradições japonesas, muitas delas milenares, às gerações mais novas, são prova da importância dada à cultura do país.

A vida noturna de Tóquio

tokyo a noite

Passear por Tóquio à noite é uma experiência alucinante e imperdível. A cidade parece não parar nunca e a maioria dos bares está aberta durante 24 horas. As luzes dos néons, o movimento dos automóveis e a imensidão de pessoas conferem a Tóquio uma atmosfera única, talvez só comparável a Nova Iorque e à sua mítica praça Times Square.

No Japão seja japonês e não deixe de mostrar os seus dotes vocais num dos muitos bares de karaoke que irá encontrar. Shibuya, Shinjuku, Roppongi e Ginza são algumas das zonas com mais oferta noturna na capital japonesa.

As curiosidades sem fim

O Japão pode ser um lugar estranho. E reside aí muito do fascínio exercido por este arquipélago asiático com cerca de 127 milhões de habitantes. Prepare-se, por isso, para ficar inúmeras vezes de boca aberta ao longo da sua estadia.

Sabia que, no Japão, é feio abrir o presente à frente de quem o ofereceu? Sabia que um dos objetos mais roubados no Japão são cuecas? E que há máquinas de venda automática que vendem… cuecas usadas? Sabia que nos funerais japoneses é habitual as pessoas oferecerem envelopes com dinheiro à família, para ajudar nos custos do enterro? Estes são apenas alguns dos aspetos curiosos que poderá conhecer na sua viagem.

A natureza  e a forte consciência ecológica

natureza japao

Para além de terem sido bafejados com um património natural incrível – infelizmente com elevados riscos naturais associados – os japoneses sabem como cuidar do ambiente e da natureza. A forte consciência ecológica dos seus habitantes – tão diferente da dos seus vizinhos chineses – fazem do Japão um país limpo e pouco poluído. O que faz brilhar ainda mais os seus belos jardins, os seus parques naturais, as suas frondosas florestas e as suas montanhas célebres, como o Monte Fuji. Definitivamente, não deixe de fazer uma incursão pela riqueza natural do Japão na sua visita ao país.

A tecnologia

O Japão é um dos líderes mundiais em termos de tecnologia. Não nos podemos esquecer que foram marcas locais que criaram alguns dos mais icónicos gadgets de todos os tempos, como o leitor de cassetes ou o primeiro leitor de DVD’s portátil, o saudoso ‘Discman’ da Sony.

Ali, a tecnologia está ao seu dispor por todo o lado: escadas rolantes e sanitas que falam consigo; eletrodomésticos com as funções mais incríveis, máquinas de venda automática sofisticadas com os produtos mais inusitados; comboios ultrarrápidos, uma auto-estrada a perfurar um arranha-céus: os exemplos são imensos. O culto da tecnologia é tal, que até há campos de férias e workshops para os mais novos nesta área.

A manga e o anime

manga japao

Ainda que esta faceta do Japão não entusiasme todos os seus visitantes de maneira igual, é inegável que todo o imaginário ligado aos livros de banda desenhada e à animação cinematográfica tão característicos deste país, é parte importante da sua cultura. O estilo específico dos desenhos e o tipo de histórias fizeram escola um pouco por todo o mundo, unindo fãs de todas as idades.

Sugestão: antes de visitar o Japão, veja ou reveja alguns filmes de animação aclamados pela crítica, tais como A viagem de Chihiro ou O Castelo Andante, ambos do premiado estúdio Ghibli. Já no Japão, não se admire se vir pessoas vestidas como as personagens de séries de anime, tal a forma apaixonada como se envolvem com as histórias.

O culto do ‘fofo’

kawaii cultura japonesa

Os japoneses gostam de tudo o que é… ‘fofinho’. Sim, a palavra certa é mesmo ‘fofo’ ou, em japonês, “kawaii”. Ainda que seja mais visível nos jovens o gosto pelos objetos com bonecos, carinhas ou outros temas ‘fofinhos’ – como a internacionalmente venerada Hello Kitty – este traço cultural um pouco infantil é transversal: quase todas as marcas, empresas e até serviços públicos, como bombeiros e hospitais, têm uma mascote. Há quem diga que é uma forma de evasão, uma ligação a mundos de fantasia para escapar da dureza do dia a dia.

A segurança

E a fechar esta lista de razões para visitar o Japão o quanto antes, deixamos-lhe um argumento muito importante na hora de escolher um destino turístico: a segurança. De facto, este é um dos países mais seguros do mundo, com uma taxa de criminalidade perto de valores nulos.

É comum ver policiamento nas ruas e crianças a brincarem, sem supervisão parental. A lei da posse de armas é muito restritiva e não há praticamente homicídios no país. Ainda que haja sempre cuidados a ter, principalmente nas zonas mais turísticas e no que diz respeito a pequenos furtos, o Japão é, efetivamente, um destino seguro.

Tentado a marcar a sua viagem ao Japão? Encontre o melhor hotel ao preço mais baixo >>

Veja também: