5 receitas de compotas caseiras deliciosas

Fazer compotas caseiras é muito simples e vale muito a pena! Não se deixe intimidar e experimente as nossas sugestões.

5 receitas de compotas caseiras deliciosas
Não desperdice fruta, faça compotas!

A primavera e o verão são a altura ideal para fazer compotas caseiras. Se tem familiares ou amigos que têm fruta ou legumes em abundância, aproveite as ofertas para fazer as suas compotas caseiras. O seu sabor e textura é, sem dúvida, muito melhor do que as que compra no supermercado. Pode usar as compotas caseiras para consumo próprio ou, quem sabe, não começa um negócio ou as usa para os seus cabazes de Natal. 

Para ajudar a fazer as suas primeiras compotas, deixamos quatro dicas essenciais e cinco receitas deliciosas mas com combinações surpreendentes. Vai perceber que o processo é muito semelhante, por isso, adapte as receitas que se seguem ao seu gosto e troque as frutas, os legumes ou as especiarias.


4 Dicas para fazer compotas caseiras

 
  • Para saber se a compota já atingiu o ponto de estrada, coloque um pouco da compota num prato e passe com uma colher dividindo a porção em dois. Sabe que a compota está no ponto se abrir um “estrada” e esta não se unir de imediato. Faça este teste amiúde porque se a compota passar do ponto pode ficar rija e cristalizar.
  • Se, depois dias, notar que a compota ficou muito dura ou cristalizar, a solução é simples: coloque a compota num tacho, junte água a ferver, leve de novo ao lume, deixe ferver, confirme o ponto e retire.
  • Para fazer compota, use sempre panelas grandes porque a compota precisa de espaço para ferver e cozinhar.
  • Depois de pronta, guarde a compota, ainda quente, em frascos previamente esterilizados, feche imediatamente e coloque-os voltados ao contrário, durante cerca de 30 minutos, para que ganhem vácuo.
 

5 Receitas de compotas caseiras diferentes e deliciosas
 

Compota de curgete, beterraba e baunilha

compota de curgete

700 g de curgete, descascada e sem sementes
300 g de beterraba, crua e descascada
650 g de açúcar
1 vagem de baunilha


Comece por ralar a beterraba e a curgete para um tacho e junte o açúcar. De seguida, abra a vagem de baunilha ao meio e raspe as sementes para o tacho. Coloque também a vagem. Se não tiver vagem pode usar pasta ou aroma de baunilha (porém, as duas primeiras opções são melhores).

Misture bem e deixe ferver. Depois, reduza o lume e cozinhe em lume brando durante 1h30 ou até atingir o ponto de estrada. Retire a vagem de baunilha e, com a ajuda de um robot de cozinha ou da varinha mágica, triture o doce com uma textura suave e cremosa.
 


Compota de Limão

compota de limão

350 ml de sumo de limão
250 g de açúcar 
Casca de 2 limões


Com a ajuda de um descascador, tire a casca a dois limões (sem a parte branca) e corte as cascas em tiras finas. Num tacho, coloque o sumo do limão, a casca fatiada em juliana, o açúcar, mexa de vez em quando  e deixe ferver. Reduza e cozinhe durante 35 minutos.

 

Compota de Pêssego e Maracujá

900 g de pêssegos (sem casca e sem caroço)
100 g de polpa de maracujá 
650 g de açúcar


Coloque os pêssegos partidos em pedaços, a polpa do maracujá e o açúcar dentro de tacho. Mexa bem e leve ao lume até levantar fervura, depois, reduza para o mínimo e deixe cozinhar durante cerca de 1h30 ou até a compota estar no ponto. Se necessário, com a ajuda de um robot de cozinha ou da varinha mágica, triture o doce com uma textura suave e cremosa.

 

Compota de maçã e ameixa

compota de maçã e ameixa

600 g de maçã (sem casca e sem caroço)
600 g de ameixas vermelhas descascadas (sem casca e sem caroço)
900 g de açúcar
1 limão


Coloque as frutas partidas em pedaços num tacho com o açúcar, o sumo e a rasca do limão. Leve a lume brando para derreter o açúcar, depois deixe levantar fervura. Reduza o lume e deixe a compota cozinhar até atingir o ponto estrada. Se necessário, com a ajuda de um robot de cozinha ou da varinha mágica, triture o doce com uma textura suave e cremosa.

 

Compota de nectarinas com cardamomo

500 g de nectarinas (sem casca e sem caroço)
300 g de açúcar
1 c. de chá de cardamomo em pó


Coloque as frutas partidas em pedaços num tacho com o açúcar e o cardomomo. Leve a lume brando para derreter o açúcar, depois deixe levantar fervura. Reduza o lume e deixe a compota cozinhar até atingir o ponto estrada. Se necessário, com a ajuda de um robot de cozinha ou da varinha mágica, triture o doce com uma textura suave e cremosa.


Todas as receitas foram retiradas do blogue As Minhas Receitas, da Joana Roque.
 

Tenha mais dinheiro no final do mês com as Dicas de Poupança da nossa Newsletter


Veja também: