Reembolso do IRS em 2016

Apesar de os prazos de entrega do Modelo 3, em papel ou internet, serem agora os mesmos, o reembolso do IRS em 2016 varia consoante a opção escolhida.

Reembolso do IRS em 2016
Saiba tudo sobre o reembolso do IRS

Muitas foram as alterações introduzidas na entrega do IRS 2016. Por força da entrada em vigor da Reforma do IRS, os contribuintes depararam-se, por exemplo, com novos modelos de anexos. Também os prazos de entrega se alteraram, contudo, o Ministério das Finanças já veio garantir que não há atrasos na devolução aos contribuintes que tenham direito a reembolso do IRS em 2016.
 

Datas do reembolso do IRS em 2016

Considerando que os reembolsos do IRS são geralmente processados 25 dias após a submissão e validação da declaração Modelo 3 e que não vão acontecer atrasos no mesmo, significa que quem entregou a declaração nos primeiros dias (o prazo de entrega arrancou a 1 de abril para os trabalhadores dependentes e pensionistas — papel e internet) deve começar desde 26 de abril a receber o reembolso do IRS 2016. Todos os contribuintes que tiverem direito a reembolso do IRS em 2016 devem receber a devolução do IRS até 31 de julho.

Refira-se que o prazo anunciado (25 dias) refere-se somente a quem optou pela entrega pela internet. Quem optou pela entrega da declaração em papel receberá o reembolso mais tarde.

 

Como é efetuado o reembolso do IRS

O reembolso do IRS pode ser efetuado de três formas: por transferência bancária, desde que tenha colocado na declaração de IRS o seu NIB; cheque; ou vale postal.
Se solicitou o reembolso do IRS por transferência bancária, deverá estar disponível, na sua conta bancária, a devolução do IRS três dias após a receção da informação sobre a emissão da mesma.

 

E se tiver dívidas fiscais?

Para que o reembolso do IRS em 2016 se efetue dentro do prazo de 25 dias, o contribuinte não deverá ter dívidas fiscais (atrasos no pagamento do IMI, por exemplo). Tendo dívidas às Finanças, os dados são cruzados e não terá direito a receber qualquer reembolso de IRS até a situação ficar totalmente regularizada. As dívidas serão descontadas no reembolso do IRS. Divergências na declaração de IRS 2016 também podem resultar em atrasos no reembolso.

 

Consultar a data do reembolso do IRS em 2016

Após a entrega da declaração de IRS pode ir consultando o estado do processo de reembolso no Portal das Finanças. Depois de entrar no portal com os seus dados de acesso escolha as seguintes opções:
Cidadãos | Consultar | Informação Financeira |Movimentos Financeiros


Veja também: