5 regras de organização na cozinha

Há algumas regras de organização na cozinha que deve seguir com cuidado para garantir que este espaço permanece sempre limpo, arrumado e prático.

5 regras de organização na cozinha
Mantenha este espaço organizado

As regras de organização na cozinha ajudam a que esta divisão da casa cumpra os seus principais objetivos, isto é, garantir limpeza e higiene necessárias à confeção de alimentos e manter a organização de um espaço que é utilizado por todos em casa.

Assim, há 5 regras que deve implementar para garantir o cumprimento desses objetivos. São simples e muito fáceis de pôr em prática e os resultados superam largamente o tempo que vai despender a pô-las em prática.


Cozinha organizada: regras simples e práticas


Arrume as coisas perto do sítio de utilização

Independentemente de ter uma cozinha grande ou pequena, a lógica de arrumação dos objetos deve sempre obedecer à proximidade de utilização. Isto é, as panelas e sertãs devem guardar-se perto do fogão, pois é aí que usamos esses utensílios. Do mesmo modo, os recipientes para misturar alimentos, taças ou terrinas devem estar perto do balcão e os pretos e copos perto da máquina de lavar a louça. Se os objetos estiverem mais perto do sítio onde os vamos usar, isso fará com que se poupemos tempo na hora da confeção dos alimentos, por exemplo.



Agrupe elementos por tipo

Esta regra é quase instintiva, embora com o tempo as pessoas tenham tendência a espalhar as coisas pela cozinha. Contudo, facilmente se percebe que é fundamental guardar os copos e canecas todos no mesmo armário; as colheres de pau todas na mesma gaveta; os recipientes de plástico todos no mesmo espaço e por aí fora. Evite ter objetos do mesmo género espalhados por compartimentos diferentes da cozinha.



Reveja o sítios de arrumação

A primeira vez que guardamos os utensílios numa cozinha nova, fazêmo-lo de acordo com aquilo que achamos mais bonito e prático naquele momento. Contudo, nessa altura ainda não conhecemos os hábitos que vamos adquirir naquele lugar em particular. Assim, ao fim de algum tempo podemos chegar à conclusão de que alguns objetos estão arrumados num local pouco prático. Faça essa análise ciclicamente. Guarde os objetos que usa mais frequentemente mais à mão, os utensílios mais pesados não devem ficar muito altos, as peças que usa apenas em ocasiões especiais podem ficar nos armários mais altos.



Faça inventários

Pelo menos anualmente, deve-se fazer uma revisão a todos os utensílios de cozinha de forma a termos tudo aquilo que faz falta e a deitar fora tudo aquilo que já não usamos, está estragado, ou por algum motivo já não faz sentido na cozinha.



Arrume bem os objetos pequenos

Os objetos pequenos perdem-se com facilidade e não devem estar guardados com objetos de maior dimensão, que os podem esconder ou tornar difíceis de encontrar. Ponha peças pequenas dentro de frascos transparentes ou em recipientes devidamente etiquetados. Desta forma, saberá sempre onde estão essas pecinhas mais pequenas.

Cumprindo estas 5 regras de organização na cozinha, esta divisão manterá sempre a sua utilidade e também será mais facilmente usada por outros elementos da família que não aquele a quem normalmente cabe a confeção das refeições.
Decore a sua casa como sempre idealizou, sem complicações financeiras >>
Veja também: