Regresso às aulas sem arruinar o orçamento: confira as dicas

Conheça dicas para um regresso às aulas sem arruinar o orçamento: sugestões de artigos e materiais a preços mais baixos, o que reaproveitar, entre outras.

Regresso às aulas sem arruinar o orçamento: confira as dicas
Bom início de ano letivo 2017-18

Não tarda o verão acaba, setembro instala-se e com ele o início de um novo ano letivo. Experiências e aprendizagens novas, energia renovada, mas também consideráveis gastos para muitas famílias.

Livros, material escolar, vestuário e calçado, refeições, por exemplo, são despesas inevitáveis e que podem custar muito dinheiro, por isso vale sempre a pena lembrar algumas dicas para um regresso as aulas sem arruinar o orçamento.

Há tanto para fazer! Preparar a casa para o início das aulas, procurar um ATL e renovar a inscrição nas aulas de música ou no karaté, comprar os livros escolares, novos cadernos e mochilas, organizar o roupeiro para manhãs mais fáceis, são apenas algumas das coisas a fazer. O melhor mesmo será preparar uma lista para que não se perca pelo caminho. Nós damos uma ajuda.

Dicas para preparar o regresso às aulas sem prejudicar as contas

1. Planear atempadamente as compras


Antes de ir às compras, planifique-as. Saiba exatamente o que precisa ou quer comprar.

Uma boa forma de o fazer é com o envolvimento dos filhos ou educandos e com uma boa arrumação no quarto ou local de estudo, porque poderão verificar os livros e materiais escolares que podem ser reaproveitados e os que podem ser vendidos ou trocados. O mesmo se aplica aos armários de roupa e calçado.

Depois dessa verificação, defina prioridades e orçamento. Foco numa lista, por exemplo, e estarão preparados para ir às compras e poupar algum dinheiro.

2. Atentar nas campanhas promocionais


Hipermercados e livrarias levam a cabo várias campanhas de descontos ou vantagens para compras antecipadas, para compras pela internet, para clientes com cartão da loja, etc.

Compare as campanhas através da internet e dos folhetos promocionais para encontrar os melhores preços. Se lhe for mais conveniente, alguns locais também possibilitam pagamentos faseados. Informe-se.

E não se esqueça: antes da aquisição dos manuais escolares confirme a lista de manuais adotados na escola que o educando irá frequentar para não haver enganos e incorrer em mais despesas.

3. Reutilizar, vender e trocar


Uma boa forma de poupar algum dinheiro e obter, por exemplo, capas e cadernos originais é através da sua reutilização, forrando-os com papel diferente, efetuando pinturas ou colagens.

Quer em relação ao material quer aos livros pode tentar pesquisar o que existe no OLX, que tem uma área dedicada aos livros escolares, com preços muito baixos comparativamente aos manuais novos. Se estiverem em bom estado, poderá ponderar a sua compra e poupar muito dinheiro.

Se preferir, venda ou troque os manuais do ano passado por aqueles de que necessita este ano. Aceda ao Movimento pela Reutilização dos Livros Escolares para saber onde se pode dirigir para efetuar as trocas.

Pode também reutilizar, vender e trocar vestuário e calçado online, em lojas destinadas a vender produtos em segunda mão e em feiras.

4. Preparar em casa refeições e lanches


As nossas crianças e jovens vão passar mais tempo fora de casa, logo vão alimentar-se mais vezes sem supervisão. Por essa razão, importa criar hábitos alimentares saudáveis, pensar na possibilidade de preparar lanches e marmitas em casa para levar para a escola, por exemplo.

Ainda durante as férias, podem preparar e testar receitas e lanches em conjunto, que irão, com certeza, promover bons momentos de partilha, criar hábitos alimentares saudáveis e ajudar na gestão do orçamento.

5. Comprar a preços acessíveis


Compre a preços acessíveis material escolar, vestuário e calçado para o dia a dia e para desporto. Damos-lhe alguns exemplos:

Na campanha Regresso às aulas, Regresso à escola da Sportzone pode encontrar mochilas Doone desde 3,99€ e mochilas Puma, Reebok e Eastpack com descontos de 50%, 43% e 20% respetivamente.

doone

Da mesma campanha fazem parte fatos de treino a partir de 7,99€ e sapatilhas desde 8,99€.

treino

Em super e hipermercados como Jumbo, Continente e Pingo Doce também vai encontrar materiais escolares de marca branca, como conjuntos de cadernos, canetas e lápis mais acessíveis, bem como mochilas com valores a começar por volta dos 3€.

No que diz respeito às mochilas, a oferta é muito variada em características e preços. No Jumbo, por exemplo, pode comprar uma mochila da Patrulha Pata – a série favorita dos mais novos – por cerca de 15€.

patrulha

Tendo em mente algumas dicas, planificando e estabelecendo prioridades vai com certeza poupar algum dinheiro e conseguir um regresso às aulas sem arruinar o orçamento.

Dicas para as melhores decisões

1. Material escolar


Dependendo do ano e dos pedidos dos professores, a lista do material escolar pode ser bastante pesada. A nossa sugestão é que não avance com as compras sem fazer duas coisas: confirmar o que pode aproveitar em casa e informar-se com a escola sobre o que será mesmo necessário. Dê uma volta pela casa e recolha todo o material de papelaria que possa ser aproveitado.

Ainda assim, a verdade é que é muito difícil resistir aos pedidos dos mais pequenos e um estojo do seu herói preferido pode custar três euros, os cadernos chegam aos mesmos valores, sem contar com marcadores, lápis, borrachas e canetas, réguas, afias, capas arquivadoras e calculadoras.

2. Mochila escolar


De todas as compras que tem que fazer para o regresso às aulas, a mochila escolar é uma das mais importantes e para a qual deve reservar uma boa fatia do orçamento. Se tiver que optar, prefira poupar nos cadernos e afins para conseguir comprar uma mochila resistente e que ofereça um bom suporte, sem prejudicar a coluna do seu filho.

3. Livros escolares


Mas agora chegou a fatia mais dolorosa do orçamento das famílias: os livros escolares. É sempre esta a parcela maior e mais dolorosa porque, afinal, é um investimento pesado que apenas serve para um ano. Atualmente, as lojas que vendem livros escolares já oferecem descontos e facilidades de pagamento, permitindo uma boa poupança às famílias. Porém, a melhor forma de preparar o regresso às aulas sem arruinar o orçamento é optar pela compra de livros usados ou pelo Banco do Livro Escolar.

4. Gadgets


Nos dias que correm não há como fugir destes amigos. Pelo menos, um computador portátil e uma impressora multifunções são imprescindíveis para qualquer estudante. Antes de avançar com a compra, informe-se bem sobre qual pode ser a melhor opção para o seu filho. O preço, naturalmente, é importante mas se escolher um computador com, por exemplo, pouca memória, mais valia que não o tivesse comprado.

Não deixe de verificar os preços online onde pode conseguir descontos exclusivos e consegue fazer um bom estudo do que existe no mercado.

5. Vestuário e calçado


No regresso às aulas, as temperaturas ainda estão quentes mas, não tarda nada, chega o outono e é preciso preparar a sua chegada. É tempo de organizar o armário para a próxima estação, tirar tudo do roupeiro para confirmar o que serve, o que está estragado, o que passa para o irmão mais novo e o que é preciso comprar.

As crianças crescem muito rápido e, o mais certo, é que precise, pelo menos, de uns sapatos novos. Se fizer isto com antecedência ainda pode aproveitar os saldos para comprar peças que sirvam para a próxima estação ou para o ano seguinte.

6. Espaço de estudo


Organizar um espaço de estudo para as crianças é uma excelente forma de contribuir para um ano escolar mais organizado e produtivo. Se este espaço ainda não existe, é tempo de o criar. Não precisa de muito e pode comprar tudo em segunda mão. Basta uma secretária, uma boa cadeira, um candeeiro, um bloco de gavetas e algumas caixas de organização para manter tudo no lugar. Se este espaço já existe, confirme apenas se alguma coisa precisa de ser substituída, talvez a cadeira já seja pequena ou a luz insuficiente.

7. Atividades extracurriculares


Não se esqueça de planear e tratar da inscrição nas atividades extracurriculares para não perder vaga nem os melhores preços. Aprender música, uma arte marcial ou desporto é tão importante quanto a escola para o desenvolvimento criativo, físico e intelectual do seu filho. Não deixe de verificar nas associações recreativas perto de si se oferecem este tipo de aulas porque os preços costumam ser mais simpáticos.

8. Refeições


Por fim, as rotinas são importantes para as crianças e para os pais, por isso, comece também a organizar a sua vida para conseguir manter horários certos para as refeições. Preparar a ementa semanal vai fazer toda a diferença na organização e poupança dos seus dias e, principalmente, vai permitir que planeie refeições mais variadas, económicas e equilibradas.

Veja também: