Renting tecnológico: um investimento inteligente

O renting privilegia o conceito da utilização de equipamentos rapidamente depreciáveis em detrimento da posse dos mesmos. Saiba mais sobre renting tecnológico.

Renting tecnológico: um investimento inteligente
Porquê optar pelo renting tecnológico?

As PME’s enfrentam hoje uma nova vaga de desafios. Estes desafios requerem novas soluções. Novas formas de auxiliar este conjunto de empresas a navegar num ambiente de austeridade, onde acreditamos que a inovação é um fator preponderante para alcançar o sucesso.

Ao contrário de outro tipo de soluções, o renting privilegia o conceito da utilização de equipamentos rapidamente depreciáveis em detrimento da posse dos mesmos, e na realidade é este exercício que, como gestores, devemos fazer. Será que a posse serve verdadeiramente de forma eficaz as necessidades das empresas? Como muitas vezes é referido, compre recursos valorizáveis e alugue recursos depreciáveis.

O renting tecnológico, à imagem do que acontece com o renting automóvel, permite ao cliente, após aprovação por parte da Locadora, escolher o tipo de bem e o fornecedor do mesmo, e receber os equipamentos no prazo de 24 horas.

A Locadora pagará ao fornecedor a pronto pagamento, e o cliente ficará a pagar em rendas mensais o valor acordado. Em termos de equipamentos, o cliente pode optar por um simples notebook, soluções de software, equipamento industrial, equipamento hospitalar, equipamento hoteleiro ou um conjunto de mobiliário de escritório, entre muitos outros.

circuito operacional renting

Porquê optar pelo renting tecnológico?

O fator decisivo na hora de escolher o modelo de financiamento mais adequado ao investimento a realizar é, sem dúvida, o benefício associado à solução. Só dessa forma a decisão será consciente e dará a garantia de ser a melhor opção.

O renting permite maximizar esses benefícios, já que:

a) Reduz a carga fiscal da sua empresa, ao possibilitar a dedução do IVA sobre a totalidade das prestações, permitindo a contabilização como custo operacional das rendas;

b) Permite alocar todos os seus recursos financeiros à sua atividade, retirando do balanço da sua empresa dívida relacionada com este tipo de investimento, mantendo desta forma os seus limites de crédito junto dos habituais parceiros financeiros. Assim, melhorará desde logo o rating da sua empresa, já que não aumenta os níveis de endividamento;

c) Consegue efetuar uma gestão de tesouraria mais eficaz, evitando surpresas ao longo do contrato. Com rendas fixas e periódicas até ao final do contrato, permitir-lhe-á prever a longo prazo quais as despesas que terá de assegurar;

d) Transporta a possibilidade de negociar os melhores preços das soluções junto dos seus fornecedores, dado que a Locadora pagará a pronto pagamento a totalidade do investimento necessário para que possa usufruir o quanto antes da tecnologia que necessita.

Entre muitos outros, estes são apenas alguns dos benefícios que esta solução oferece.

empresa tecnologica

Como escolher o melhor parceiro?

No momento de escolher a Locadora que o apoiará na sua decisão, existem alguns factores importantes a considerar:

a) Acompanhamento personalizado é fundamental de forma a garantir que toma a melhor decisão para o seu negócio. Ter um gestor dedicado é muito importante para poder esclarecer a qualquer momento uma dúvida, ou até ajudá-lo a garantir que a solução, o prazo e a modalidade de pagamento é a ajustada ao investimento;

b) Escolher um fornecedor que ofereça a garantia e o serviço adequado aos equipamentos selecionados é fundamental. Na hora de optar, é muito importante garantir o fornecedor adequado, de forma a assegurar que a qualidade dos equipamentos e os serviços contratados estão de acordo com o pretendido;

c) A qualidade do serviço prestado pelas locadoras é também importante. Garantir respostas rápidas, adequadas e com o nível de experiência desejado, muitas vezes ajuda a evitar situações problemáticas na gestão do seu contrato de renting. Assim, torna-se importante procurar empresas de referência no mercado.

Na hora de investir, é importante considerar os factores acima referidos, e entender que o renting não é uma solução para pequenas ou grandes empresas, mas sim cada vez mais uma solução ajustada ao tipo de equipamentos, que lhe permite a garantir a flexibilidade que o seu negócio exige.

Veja também:

Marco Souta Marco Souta

Marco Souta, 38 anos, é licenciado em Gestão e Finanças pela Escola Superior de Ciências Empresariais, possuindo também uma pós-graduação em Análise Financeira. Antes de assumir a função de diretor-geral da Grenke Portugal, em 2009, passou por várias etapas profissionais: Credit and Risk Manager; Departamento de Crédito e Risco integrado na Direção Financeira de uma empresa nacional a operar na área das madeiras; Direção Financeira de Empresas e Corporate Evaluation; área financeira de uma multinacional na área de comercialização de artigos de desporto; e área de avaliação de empresas para uma consultora em Lisboa.