14 resoluções de ano novo e as dicas para cumprir

Todos os anos fazemos novas resoluções de ano novo, mas difícil é cumpri-las! Leia as nossas sugestões e dicas.

14 resoluções de ano novo e as dicas para cumprir
Não basta dizer, é preciso fazer

Doze meses é muito tempo para cumprir as resoluções de ano novo e, talvez por isso, muitas vão caindo ao longo do ano. O ideal seria que os desejos para o novo ano fossem balizados em datas específicas em vez de atirados para ser cumpridos ao longo de 365 dias. Já se sabe que, assim, as coisas são sempre adiadas para amanhã. 

Este ano, quando decidir as suas resoluções de ano novo, faça diferente! Divida as suas resoluções de ano pelos doze meses porque ao definir metas com uma data limite, fica mais fácil cumprir o objetivo. Por exemplo, se decidiu viajar mais, defina já os meses e os destinos. Se pretende ler mais, escolha um pequeno livro para cada mês. Se este é o ano em que vai emagrecer, estipule já que até fevereiro tem que perder 4 quilos.

De seguida, sugerimos dez resoluções simples e possíveis para o seu ano novo e as dicas para as conseguir cumprir.
 

14  resoluções de ano novo que deve incluir nas suas


1. Resoluções que realmente vai cumprir 

Antes de começar a escrever mil a uma resoluções, tenha em mente uma questão muito importante: a probabilidade de as cumprir realmente. Não vale escrever que quer perder 20kg, quando sabe que a probabilidade disso acontecer é de menos de 1%. Seja mais realista nas resoluções, no final do dia vai sentir-se mais realizado.



2. Encontrar um amor

Sim, é uma resolução subjetiva, talvez difícil de cumprir mas, se ficar em casa a ter pena de si próprio é que nada vai acontecer. O amor é o mais importante, vá à procura do seu. Como? Inscreva-se num ginásio, num curso ou workshop, em associações, em grupos de corrida ou faça voluntariado. Não só pode encontrar um amor como vai ficar mais saudável, conhece outras pessoas e aprende algo novo.
 


3. Seja mais saudável

Não, não precisa virar grilo para ser mais saudável e pode, inclusive, continuar a comer de tudo. Basta que beba oito copos de água por dia, faça seis refeições diárias (pequeno-almoço, lanche, almoço, lanche, jantar e ceia), coma sopa ao almoço e ao jantar, coma mais peixe, inclua fruta no pequeno-almoço e nos lanches, reduza os fritos e modere nos doces, nas gorduras e nas carnes vermelhas.
 


4. Saia do sofá

Também não precisa tornar-se num atleta olímpico mas, se quer viver para ver os seus netos crescer e com qualidade de vida, tem que sair do sofá. O melhor é que pode fazê-lo sem gastar dinheiro, para isso, basta que todos os dias faça uma caminhada, em passo acelerado, durante uma hora. Se entretanto descobrir um desporto que lhe dá prazer para acrescentar às caminhadas, melhor!
 


5. Uma coisa boa a cada dia

Vivemos os dias a correr, cheios de compromissos, prazos e objetivos que deixamos de apreciar as coisas boas que a vida nos dá. O nosso desafio é simples: todos os dias escreva o que foi o melhor do seu dia. Pode ser um arco-íris, uma proposta de trabalho, encontrar aquele amigo que não via há anos, um vestido que voltou a servir ou um prato desaparecido que finalmente encontrou.

 

6. Leia mais

Não precisa começar agora a ler grandes clássicos mas leia qualquer coisa que lhe dê prazer. O cérebro também precisa de exercício e a leitura é a melhor forma para o manter ativo. Depois, a leitura melhora o vocabulário, aumenta o conhecimento e alivia o stress. Escolha um livro por mês e, todos os dias, antes de deitar, leia quinze minutos.

 

7. Viva com menos

Sabemos que está a pensar “eu já faço isso!” mas será que faz mesmo? Quantos cafés fora tomou este ano, quanta roupa comprou, quantas vezes comeu fora, quantas vezes deixou as luzes acesas em espaços vazios? Se calhar, pode poupar mais um pouco. Faça um orçamento mensal, registe todos os seus gastos e, ao primeiro dia de cada mês, guarde 10% do seu ordenado.

 

8. Dê um pouco de si

Não tem tempo para se dedicar ao voluntariado? Não tem problema. Informe-se na sua paróquia ou nas associações da sua zona o que está a fazer falta e, na medida do que lhe for possível, ajude. Se não pode contribuir com dinheiro, ceda a roupa que já não serve, o livro que já leu ou ofereça um saco de mercearia com alguns artigos básicos que fazem falta em qualquer casa. 

 

9. Faça um check-up

Há quanto tempo não faz uma visita ao seu médico de família, ao dentista, ao ginecologista, ao andrologista (sim, rapazes, vão ser a vossa saúde!), ao dermatologista ou ao fisioterapeuta (sim, mesmo que não tenha qualquer lesão, é essencial ver a saúde dos seus ossos)? O próximo ano é a altura certa para tratar disto. 

 

10. Siga uma nova série

Nada como uma boa série para nos alimentar a alma! A sério? Muito a sério! O mundo está cheio de boas séries que merecem a sua atenção. Precisa de ideias? Estávamos a ver que nunca mais perguntava: Game of Thrones, The Good Wife, House of Cards, Grey’s Anatomy, Orange is The New Black,  Breaking Bad, Scandal, Parenthood, Narcos, Six Feet Under e muitas mais.

 

11. Tenha um hobby

Segundo o dicionário, um hobby significa atividade favorita, por isso, reserve algumas horas da sua semana para fazer algo que lhe dê realmente prazer. Pode ser tricotar, fazer bolos, lavar o carro, desporto, fazer puzzles ou não fazer nada mesmo. Deixe os filhos com os avós por algumas horas, relaxe e viva mais.



12. Mude de Emprego

Farto do seu emprego atual? É daquelas pessoas que se queixa diariamente sobre o seu emprego mas na verdade nada faz por isso? Aproveite o encalço de 2017 para tomar uma atitude!
 Atualize o seu curriculum, torne-se mais ativo no Linkedin, procure novas ofertas e consiga com isso mudar para um emprego de que realmente gosta!



13. Mais Família

Aproveite 2017 e transforme-o no ano da família. Está a adiar o jantar com aqueles tios há anos? Ou a visita aos primos que já não vê há muito? Este é o momento. Junte a família em verdadeiros momentos de convívio. Não se vai arrepender!



14. Alargar a Família

Sabemos que se estivermos à espera das condições ideiais para que isto aconteça, esqueça, elas nunca vão aparecer. Já anda com o bichinho do relógio biológico há algum tempo? Ou até já tem um pequenino mas sonha com uma família maior? Encha-se de coragem e vá em frente! Aumente a família! Tudo se consegue.

As resoluções de ano novo não são obrigatórias mas há qualquer coisa em definir objetivos para o ano que começa que nos dá um novo ânimo. Se ainda não tem as suas inspire-se nas nossas e toca a fechar o ano a sonhar com projetos e coisas boas. Bom ano!

Veja também: