8 restaurantes de referência em Madrid para conhecer já

Gosta de comer nos melhores restaurantes quando viaja? Vai a Madrid? Se sim, conheça a nossa lista de restaurantes de excelência da capital espanhola.

8 restaurantes de referência em Madrid para conhecer já
Dabiz Muñoz, um dos chefs mais irreverentes da capital espanhola

A cozinha de nuestros hermanos tem assumido um protagonismo cada vez maior a nível mundial. Não é de estranhar que sejam muitos os restaurantes de referência em Madrid. Atualmente, há 14 restaurantes madrilenos reconhecidos com uma ou mais estrelas pelo famoso Guia Michelin. 

Para além dos restaurantes estrelados, há uma infinidade de locais em Madrid onde comer é mais do que a satisfação de uma necessidade básica, fazendo da ocasião um momento de prazer memorável, sejam aqueles dedicados à gastronomia castelhana ou inspirados na cozinha internacional.

Mas na hora de escolher onde fazer uma excelente refeição na capital espanhola, essa enorme quantidade de possibilidades pode atrapalhar a decisão. Para ajudá-lo, e caso o seu orçamento permita contemplar uma ou outra extravagância, selecionámos oito restaurantes de topo de Madrid.
 

8 restaurantes de referência em Madrid


DiverXO

DiverXo Madrid

Este é o único restaurante de Madrid a ostentar três estrelas Michelin. O estilo ousado do Chef Dabiz Muñoz reflete-se nas suas criações. Aqui, os pratos são pura arte comestível. Mais do que fazer uma refeição, vai fazer uma viagem sensorial incrível, através dos menus de degustação, num ambiente original que pisca o olho ao filme Laranja Mecânica. Tudo começa com uma tela em branco na mesa, que vai ficando composta com as elaborações do chef, num efeito teatral único. 
 


Ramón Freixa Madrid

O restaurante está batizado com o nome do chef, um catalão com várias provas dadas no mundo da alta cozinha, com vários prémios conquistados, incluindo as duas estrelas Michelin que arrecadou para este seu espaço situado no Hotel Único. Atrevimento, técnica e modernidade gastronómica, em jogos de estética e sabor irresistíveis, é o que vai poder encontrar nos pratos deste restaurante.
 


Hortensio

Hortensio Madrid

A vida do restaurante ainda não é longa, mas já conquistou o estômago dos madrilenos. O chef, um colombiano que passou por restaurantes prestigiados como o catalão El Celler de Can Roca ou o parisiense George V, já foi um atleta olímpico e agora presta provas na cozinha e parece superá-las com distinção.

Segundo a revista Metropoli, do jornal El Mundo, a cozinha de Mario Vallés apresenta uma “sólida base tradicional afrancesada com ligeiros toques de fusão, em que predominam a sensatez, o equilíbrio e o refinamento”.
 


Ronda 14

Ronda 14 Madrid

Cozinha de fusão onde pontuam sabores de destinos tão exóticos como o Japão, o Vietname ou o Peru, combinados com mestria com a tradição asturiana, região por onde passou o chef peruano Mário Céspedes e onde também tem um restaurante. Prepare-se para se deliciar com diversas propostas de sushi, ceviche, bao, gunkan, entre muitos outros pratos frescos e vibrantes.
 


La Catapa

Para muitos, o La Catapa é o melhor restaurante de cozinha tradicional de Madrid. O espaço não é muito grande, o que exige a reserva de mesa antecipada. Se já só conseguir lugar ao balcão não se admire e aproveite. Afinal, está numa taberna, e os croquetes de trufa, as favas com lingueirão, a salada de faisão ou o hambúrguer de wagyu, para referir apenas algumas das especialidades, valem bem a pena. Que o digam o rei e a rainha de Espanha, clientes habituais.

 

La Candela Restò

La Candela Restò Madrid

Todos os ingredientes são aqui tratados com respeito e mestria, mas o destaque vai para o peixe e os frutos do mar dos pratos dos seus três menus de degustação – com 6, 9 ou 11 pratos. Aqui, a cozinha mediterrânica funde-se com sabores de outras paragens, nomeadamente Japão e Índia. Fica no centro histórico de Madrid, não muito longe do Palácio Real e são muitos os que defendem que já merecia uma estrela Michelin.

 

DSTAgE Concept

DSTAgE Madrid

A originalidade deste restaurante com duas estrelas Michelin nota-se logo no nome, acrónimo da expressão em inglês “Days to Smell Taste Amaze Grow & Enjoy”. Quem está ao seu leme é Diego Guerrero, um chef motard de 42 anos, que ao fim de cinco meses depois de ter aberto esta sua catedral gastronómica ganhava a sua primeira estrela.

Para conseguir uma mesa é necessário reservar com vários meses de antecedência, ou não fosse este considerado por muitos o melhor restaurante da capital espanhola. Como na maioria dos restaurantes deste nível, funciona com menus de degustação.

 

Vinoteca Moratín

A terminar esta lista de restaurantes de referência em Madrid, sugerimos este concorrido espaço escondido no Bairro das Letras de Madrid. A atmosfera é acolhedora, o que é conseguido não só pelo excelente serviço mas também pelo número reduzido de lugares – a reserva telefónica prévia é obrigatória! Aqui, os pratos, inspirados na cozinha espanhola e mediterrânica, podem ser partilhados, para uma experiência mais completa. As sugestões de “maridagem” com os vinhos são feitas com enorme sabedoria.

Veja também: