10 restaurantes onde tem de ir pelo menos uma vez na vida

Conhecidos pelo serviço, chefes de cozinha e ementas exóticas, há restaurantes onde tem de ir pelo menos uma vez na vida.

10 restaurantes onde tem de ir pelo menos uma vez na vida
Conheça os eleitos do momento

Estão nas bocas do mundo pelos nomes sonantes dos seus “chefs” e pela promessa de uma verdadeira refeição dos deuses a que ainda se junta um serviço de eleição. E não é por isso de estranhar que sejam eleitos os melhores restaurantes do mundo. Nós deixamos-lhe algumas sugestões dos restaurantes onde tem de ir pelo menos uma vez na vida.

Restaurantes que merecem visita pelo menos uma vez na vida

Há rankings para tudo e nem os restaurantes ficam de fora da tendência. Uma mostra disso mesmo é o site The World’s 50 Best, que elege os melhores restaurantes do mundo.

Estes são escolhidos por um painel de cerca de 1000 pessoas da indústria da restauração (desde chefs, críticos de gastronomia, proprietários de restaurantes e reconhecidos ‘gourmets’) que selecionam os melhores entre os melhores.  E se falamos em restaurantes onde tem de ir pelo menos uma vez na vida vai ter que conhecer este top 10 de 2016.

Osteria Francescana, Modena (Itália)

O restaurante Italiano do chef Massimo Bottura, ocupa o lugar cimeiro do top 10. Subiu uma posição em relação ao ano anterior. O custo médio por pessoa ronda os €222 a €247.

oisteria

El Celler de Can Roca, Girona (Espanha)

O restaurante espanhol, cuja cozinha está entregue ao chef Joan Roca caiu para o segundo lugar. Os preços médios rondam os €175-€207.

Eleven Madison Park, Nova Iorque (EUA)

A cozinha está nas mãos do chef Daniel Humm. Era quinto no ano anterior mas subiu duas posições. O preço médio é de 295 dólares (cerca de €280).

Central, Lima (Peru)

Manteve a posição de 2015. Os preços no restaurante dos chefs Virgilio Martinez and Pia Leon rondam os €91 e os €113.

Noma, Copenhaga (Dinamarca)

A cozinha está aos comandos do chef René Redzepi. Em 2015 foi segundo no ranking. Os preços médios rondam os €274.

noma

Mirazur, Menton (França)

Com preços médios de €104 – €259, a cozinha é chefiada por Mauro Colagreco. Em relação a 2015 o restaurante subiu bastante na classificação (antes ocupada a 11ª posição).

Mugaritz, Errenteria (Espanha)

O chef Andoni Luiz Aduriz levou a cozinha do Mugaritz até ao sétimo lugar, uma pequena descida no ranking. Em 2015 era sexto. Os preços médios rondam os €228.

Narisawa, Tóquio (Japão)

Manteve a posição face a 2015. No restaurante do chef Yoshihiro Narisawa os preços médios rondam os €221.

Steirereck, Viena (Áustria)

Subiu do 15º lugar para o nono. Os preços rondam os €162 e os €175.

Asador Etxebarri, Axpe (Espanha)

Com preços a rondar os €166, o restaurante espanhol subiu da 13ª posição para o 10º lugar no ranking de 2016. Para conhecer a lista completa, aceda aqui.

asador

E o top 10 do TripAdvisor

Mas este não é o único ranking dos melhores restaurantes. Se há página consultada, quando o objetivo é escolher o destino para almoçar ou jantar, é o TripAdvisor. A verdade é que este site gastronómico já se tornou numa referência a nível mundial e é cada vez mais utilizado em Portugal. E também aqui pode encontrar uma lista dos restaurantes onde tem de ir pelo menos uma vez na vida. São eles:

  • Martin Berasategui, Lasarte (Espanha)
  • Maison Lameloise, Chagny (França)
  • L’Auberge de l’Ill, Illhaeusern (França)
  • Belmond Le Manoir aux Quat’Saisons, Great Milton (Reino Unido)
  • Ristorante Don Alfonso 1890, Sant’Agata sui Due Golfi (Itália)
  • Alinea, Chicado (EUA)
  • Waterside Inn, Bray on Thames (Reino Unido)
  • Voila Bistrot, Paraty (Brasil)
  • Adam’s, Birmingham (Reino Unido)
  • Azurmendi Gastronomico, Larrabetzu (Espanha)

O que faz um bom restaurante?

Querer comer bem é, sem dúvida, o mote principal de quem procura um bom restaurante, mas hoje em dia isso não chega para os melhores do mundo. Um restaurante já não se faz só de boa gastronomia, embora isso seja essencial.

O serviço, a localização, a decoração, o ambiente e outro tipo de serviços oferecidos, aliados à qualidade da gastronomia, são os itens principais que permitem que, no cômputo geral, exista uma avaliação extraordinária dos restaurantes.

Todos estes parecem preencher os requisitos dos palatos mais exigentes e, por isso mesmo, são alguns dos restaurantes onde tem de ir pelo menos uma vez na vida.

Veja também: