Resultado líquido vs. cash flow

Resultado líquido vs. cash flow — saiba quais as diferenças. O que significa resultado líquido e cash flow.

Resultado líquido vs. cash flow
Quais as diferenças?

Resultado líquido vs. cash flow. Embora distintos, estes dois conceitos contabilísticos são muitas vezes confundidos. Na realidade, ambos podem ser encarados como importantes indicadores da realidade económica de uma empresa em determinado período, no entanto, a significação de resultado líquido e de cash flow é díspar. Resultado líquido vs. cash flow, saiba o que os distingue, através da definição de cada um dos conceitos.
 

Quais as diferenças?

 

Resultado líquido — o que é?

Pode-se definir resultado líquido como sendo o lucro que uma empresa apresenta num determinado período, ou seja, o restante da sua receita (ganhos), depois de considerados todos os custos (gastos) do (s) exercício (s) que têm que ser deduzidos à mesma. 

Assim, o resultado líquido é o lucro líquido de determinada empresa depois de considerados os gastos, sejam eles custos operacionais, financiamento da empresa, com pessoal, impostos, serviços, entre outros.

O resultado líquido pode ser utilizado para a empresa se financiar a si própria e aos seus investimentos ou parte pode também ser distribuída/para remunerar os sócios, acionistas ou trabalhadores, quer sob a forma de dividendos, quer sob a forma de prémios diversos.

De um modo simplificado, pode-se definir o resultado líquido através da seguinte fórmula:
Resultado Líquido = Total de Proveitos (receitas) – Total de Gastos e Perdas (custo dos bens vendidos/despesas operacionais/juros/impostos)

 

Cash flow — o que é?

Simplificadamente, cash flow, ou se preferir o fluxo de caixa, é o dinheiro que entra e sai de uma determinada empresa, num período, ou seja, é um indicador que permite designar o saldo entre as entradas e saídas de capital de uma empresa, durante um determinado período de tempo.

Para se obter o cálculo do cash flow de uma empresa utiliza-se um mapa de fluxos de tesouraria (ou mapa de cash flow). O cash flow e o mapa permitem, respetivamente, que as empresas identifiquem se têm disponibilidade financeira para assegurar as suas obrigações mensais (semestrais, etc.) e garantir o dinheiro necessário ao cumprimento das mesmas.

O cash flow não é estático, ou seja, é diferente do resultado líquido (este está incluído no cash flow) que considera ganhos e rendimentos no momento em que ocorrem independentemente do momento em que são recebidos ou pagos. 

Assim, o cash flow pode-se calcular através da seguinte fórmula: 
Cash flow = Resultados Líquidos + Amortizações e outros Ajustamentos de valor efetuados aos ativos – Resultados Extraordinários
 

Veja também: