Riscos de investir nos certificados do tesouro poupança mais

Quais os riscos de investir nos certificados do tesouro poupança mais? São produtos sem risco de perda de capital mas têm algumas características que deverá conhecer.

Riscos de investir nos certificados do tesouro poupança mais
Os CTPM são produtos muito interessantes para quem não quer perder o seu dinheiro

Tem algum dinheiro para investir e está a pensar investir em certificados do tesouro poupança mais? Aqui pelo E-konomista já escrevemos por diversas vezes sobre as potencialidades dos produtos de aforro emitidos pelo Estado, tanto os certificados de aforro como os certificados do tesouro.
Se já sabe ao certo o que são estes produtos, veja aqui os riscos que corre em emprestar dinheiro ao Estado.


Os Certificados do Tesouro Poupança Mais não têm risco de capital

Se investir em CTPM saiba que não vai correr o risco de perder o capital investido. Como saberá, o risco principal de quem empresta dinheiro é a probabilidade dessa pessoa não devolver o dinheiro que recebeu de empréstimo.

Quem investe em CTPM está a correr o risco do Estado Português não honrar os seus compromissos financeiros. Sendo uma possibilidade, é uma possibilidade muito remota. Aliás, são muito reduzidos os casos de governos de países desenvolvidos não pagarem os seus empréstimos pois sabem o risco que correm.

A título de exemplo recordemo-nos da recente crise financeira. Se um país e percecionado como não digno de confiança dos mercados o que acontece é que ninguém lhe quer emprestar dinheiro. Portugal passou por isso e felizmente já ultrapassou esse problema. Infelizmente a Grécia desafiou esta regra e está a ser confrontada com um problema financeiro dramático.


ONDE INVESTIR?
Os certificados do tesouro poupança mais são produtos sem risco de perda do seu capital e são boas alternativas para quem quer ganhar dinheiro sem risco. Descarregue o nosso guia de investimentos e tome a sua decisão mais informado.

Risco de crescimento do PIB

A remuneração dos certificados do tesouro poupança mais está em parte relacionada com a taxa de crescimento do PIB português. O impacto de maior ou menor crescimento, contudo, é apenas verificado no prémio de permanência que pode ou não ser atribuído no quarto e quinto ano de vigência deste produto.

Tendo em conta este risco, ao avaliar conservadoramente o seu investimento poderá contar apenas com a taxa de retorno garantida, que é de acordo com a seguinte tabela:
  • 1.º ano - 1,25%
  • 2.º ano - 1,75%
  • 3.º ano - 2,25%
  • 4.º ano - 2,75%
  • 5.º ano - 3,25%


Risco de liquidez

Um risco adicional de quem investe nestes certificados do tesouro é a impossibilidade de movimentar o seu dinheiro durante o primeiro ano de vigência do contrato. Adicionalmente, se quiser levantar o seu capital a partir do primeiro ano e se não o fizer na data de vencimento do contrato o que irá acontecer é que perde os juros correspondentes a esse período.

Como poderá ver, os certificados do tesouro poupança mais são bons produtos para quem não quer assumir riscos excessivos. Ao compararmos estes produtos com outros produtos alternativos da mesma categoria as características são semelhantes (movimentação, penalização por movimentação antecipada) sendo certo que a taxa de retorno é bastante mais interessante.


Veja também: