Roadtrip Portugal: itinerário de Troia a Sagres

A pensar em fazer uma roadtrip em Portugal? Descubra o itinerário que o leva a conhecer algumas das praias mais bonitas do sul do país.

Roadtrip Portugal: itinerário de Troia a Sagres
Roadtrip pela Costa Vicentina

Com a família, amigos ou sozinho, o que importa é que se faça à estrada e parta à descoberta de Portugal. Há imensos lugares para conhecer num país que tem apenas 700 km de altura e cerca de 250 km de largura. Se ainda não sabe o que vai fazer durante as férias de verão, deixamos-lhe uma sugestão de ​roadtrip em Portugal​ que o vai apaixonar.

O ideal seria fazer uma roadtrip em Portugal​ de costa a costa, partindo do Minho, em direção às praias do Algarve e passando pelo interior do país. Mas como o tempo pode ser limitado, damos a conhecer algumas opções para fazer umas férias de verão com tudo o que tem direito.

De carro, mota ou de autocaravana, faça-se à estrada e descubra as melhores praias e monumentos das costas alentejana e algarvia.

Roadtrip Portugal: descubra a costa alentejana e algarvia

Se partir de Troia rumo a Sagres, vai passar por vários locais fascinantes. Em 270 km de costa marítima, há vilas e cidades que merecem que se perca por lá. Umas localidades são mais pitorescas, muito simpáticas e têm os melhores mariscos e petiscos da costa portuguesa.

Se tiver entre uma semana e 10 dias de férias, a nossa sugestão é que pernoite nas cidades ou aldeias que mais goste. Depende dos gostos e da carteira, mas a parte mais bonita desta viagem é, provavelmente, a Costa Vicentina. Ao longo da estrada, vai deparar-se com uma grande beleza cénica que o transporta para as praias mais selvagens de países bem distantes.

  • Duração: 8 a 10 dias
  • Distância: 270 km aprox.
  • Percurso recomendado: Troia – Comporta – Alcácer do Sal – Lagoa de Santo André – Sines – Porto Covo – Vila Nova de Milfontes – Zambujeira – Odeceixe – Aljezur – Carrapateira Sagres

 

De Troia a Sagres


Depois de conhecer a Península de Troia e dar uma volta de barco para ver os roazes do estuário do Tejo, pode parar na Comporta e almoçar um peixe grelhado bem fresquinho. Já que está nessa zona, não deixe de conhecer a praia da Comporta e dar um mergulho nas águas cristalinas.

Comporta

De novo à estrada, vá a Alcácer do Sal conhecer o museu escavado no subsolo de um castelo ou passear pelo cais palafítico da Carrasqueira que, segundo dizem os especialistas, é único na Europa. Esta obra-prima da arquitetura popular foi erguida nas décadas de 50 e 60 e é construída em estacas de madeira irregular, aparentemente frágeis, que servem de embarcadouro aos barcos de pesca. Ponto de atração turística, o cais continua, ainda, a cumprir a missão para que foi construído: permitir o acesso dos pescadores aos barcos, mesmo durante a baixa-mar.

A próxima paragem é a Lagoa de Santo André, uma reserva natural constituída por um conjunto de ecossistemas litorais. Se optar por andar a pé, os percursos sinalizados permitem ter um contacto mais direto com a natureza. A lagoa de Santo André ocupa uma superfície de 150 a 250 hectares, está isolada do mar por um cordão dunar que se abre, ocasionalmente, de forma natural, permitindo a troca de água entre o rio e o Oceano Atlântico.

Sines

Deixando a natureza, aceleramos até à cidade de Sines, o palco de saída de Vasco da Gama quando foi descobrir caminhos marítimos por esse vasto mundo fora. Para conhecer Sines é preciso passear pelo centro histórico e parar no Castelo de Sines, na Casa de Vasco da Gama ou no Museu de Sines.

A próxima paragem é a antiga vila piscatória de Porto Covo. Descubra a pé o Largo Marquês de Pombal e toda a zona antiga que o rodeia, que é uma das maravilhas da arquitetura popular portuguesa. Outra das atrações é o Forte do Pessegueiro, construído por ordem de Dom Pedro II, no século XVII, para defender a costa de piratas. Além disto, tem ainda praias maravilhosas e a Ilha do Pessegueiro, localizada na costa do Alentejo Litoral, um dos locais mais bonitos da Costa Alentejana.

Porto Covo

De passagem por Vila Nova de Milfontes, pode visitar alguns edifícios religiosos, como a Ermida de São Sebastião e a Igreja de Nossa Senhora da Graça. Para refrescar, mergulhe na Praia do Malhão, considerada uma das praias mais exóticas e onde se podem apanhar umas boas ondas.

Para os mais jovens a Zambujeira do Mar é um destino de animação e muita música. Mas esta aldeia alentejana é um refúgio de calma e tranquilidade na maior parte do ano.

Odeceixe

Na passagem por Odeceixe não deixe de visitar o castelo, um monumento nacional erguido pelos árabes no séc. X e tomado aos mouros no séc. XIII. Este foi o último castelo a ser conquistado no Algarve. Embora não se encontre em muito bom estado, a magnífica vista panorâmica faz dele uma atração turística. Dê ainda uma vista de olhos pelas praias fabulosas que esta pequena freguesia oferece.

Já em Aljezur, parta à descoberta do Algarve intocado, uma zona de paisagens naturais onde os burros trabalham a terra.

A passagem pela aldeia da Carrapateira fica marcada pelas vistas através das falésias onde as rochas têm nome, tais como Lage do Mazagão e Pontal, Canhestros. A melhor praia na Carrapteira é a Praia da Bordeira, com um areal muito espaçoso que na maré baixa aumenta de tamanho, tornando-se um dos maiores do Algarve. Nesta praia desagua uma ribeira que forma uma lagoa, ideal para quem tem crianças. E para amantes de surf e bodyboard é uma das melhores praias.

Sagres

Por fim, a nossa roadtrip em Portugal termina em Sagres. Aqui, recomendamos que vá ao cabo de S. Vicente, à Praia do Beliche e não deixe de visitar a Fortaleza de Sagres.

Veja também: