Romance no escritório: saiba como agir

Iniciar um romance no escritório é boa ideia? Provavelmente não. Mas como os sentimentos não se controlam, saiba como agir.

Romance no escritório: saiba como agir
Se anda a piscar o olho a um colega de trabalho, é melhor ler este texto

O trabalho e o amor não se misturam? Esta seria uma boa máxima, mas todos sabemos que o coração tem razões que a própria razão desconhece.

E como o amor e a razão nem sempre são conciliáveis, é preciso saber agir quando há romance no escritório. Apesar de ser um facto conhecido, ainda há quem não resista e acabe por namorar alguém com quem também partilha o ambiente de trabalho.

Esconder o romance pode ser um fator de stress e, ao mesmo tempo, trabalhar lado a lado todos os dias  pode ser sinónimo de zangas. Mas o mais certo é que só dê conta disto quando já estiver apaixonado. Neste caso,  já não há muito que possa fazer muito sobre o assunto.

Se não foi possível evitar um romance no escritório, é preciso saber como gerir a situação da melhor forma, para que ninguém saia prejudicado – em termos profissionais e pessoais.

Romance no escritório: seja cauteloso

Cada vez mais, o trabalho é o ambiente em que criamos relações de amizade – e é certo que, muitas vezes, acontece mais do que isso.

Já deve conhecer alguns casos em que um romance de escritório acabou em casamento. Certo? Mas nem sempre o caminho é tão fácil quanto parece. Lidar com um namoro em ambiente de trabalho é complicado e exige alguns cuidados. Conciliar a vida profissional e a vida pessoal pode ser uma tarefa complicada, sobretudo, quando a maior parte do tempo é passado em conjunto.

Listamos 5 dicas para ajudá-lo a lidar com a situação da melhor forma. Tome nota dos nossos conselhos e fique longe dos problemas.

5 dicas para lidar com romance no escritório

1. Conheça a política empresarial sobre o tema

Em caso de namoro, é essencial conhecer a política empresarial. Sabia que há empresas que não permitem relacionamentos amorosos entre os colaboradores? Não, não é nada romântico pensar neste tipo de restrição antes de um primeiro encontro, mas se tiver em conta as regras estabelecidas, pode evitar problemas futuros – que podem mesmo conduzir ao despedimento.

2. Tenha a certeza que vale a pena

Não comece a espalhar o seu romance aos quatro ventos. Não antes de ter a certeza que vale a pena.

Não se esqueça que, se não resultar, vai ter que continuar a conviver com os mesmos colegas todos os dias – e isso poderá trazer algum constrangimento. Faça perguntas  a si mesmo.  ” Esta relação poderá tornar-se numa relação séria?” ou “qual o impacto que este namoro pode ter na minha carreira?” são alguns dos exemplo que damos. Se puder, vá ainda além e questione, a si e ao parceiro: “estaríamos dispostos a escolher entre a relação e o emprego?”.

3. Peça transferência

Se acredita que a relação pode tornar-se séria, mas a empresa não permite relacionamentos entre funcionários, o melhor será falar com o seu chefe e pedir transferência para um outro departamento ou para uma filial próxima.

4. Seja discreto e maduro. Modere as atitudes

É preciso saber separar as coisas e isso vale para inúmeras situações. Observe e diferencie a forma de agir dentro e fora do ambiente de trabalho. Demonstrações de carinho devem ser evitadas durante o horário de expediente e também não é indicado usar o e-mail ou outros recursos da empresa para trocar mensagens pessoais. Da mesma forma, se algo correr mal, não deve “lavar roupa suja” no escritório.

5. Não leve trabalho para casa

Se já trabalham juntos e ainda vão para casa discutir questões ligadas ao emprego ou ao ambiente de trabalho, o mais certo é que comece a parecer que nunca saem do escritório. É importante comunicarem e definirem limites. Há horas para tudo e, mais uma vez, o importante é saber separar as águas.

Veja também: