Roteiro de dois dias para relaxar no Alentejo

Tenciona visitar o Alentejo, mas sente-se perdido com tanta oferta? Deixe por nossa conta, siga o nosso roteiro de dois dias para relaxar no Alentejo.

Roteiro de dois dias para relaxar no Alentejo
Saiba o que ver, onde comer e onde dormir no Alentejo

Procura um roteiro de dois dias para relaxar no Alentejo? Não se sinta perdido no meio de tanta informação online e offline! Veja as nossas sugestões de hotéis, restaurantes e locais a visitar.

Dois dias de sonho para relaxar no Alentejo

Onde dormir no Alentejo

casa de antonino pintoFonte da imagem: agoda.com

zmar eco experienceFonte da imagem: Galahotels

Hotéis há muitos, mas encontrámos para si os mais chegados aos centros históricos de algumas cidades e vilas do Alentejo, com preços acessíveis e de uma beleza única.

Onde comer no Alentejo

5 Amendoas Restaurante

Desde casas mais em conta a restaurantes que lhe proporcionarão verdadeiras experiências únicas para o seu paladar, com preços um bocado mais elevados, eis a nossas sugestões de restaurantes a experimentar no Alentejo.

O que ver no Alentejo


Deite-se ao sol na Praia da Zambujeira do Mar, em Odemira

praia da zambujeira do marFonte da imagem: Turismo Odemira

Uma boa opção para incluir no seu roteiro de dois dias para relaxar no Alentejo é a visita à Praia da Zambujeira do Mar.

Esta praia, nacionalmente conhecida por ser o palco do festival de verão Meo Sudoeste, está integrada no Parque Natural da Costa Vicentina e Sudoeste Alentejano, sendo rodeada por falésias altas, de onde pode observar a imensidão do local e deslumbrar a sua paisagem sobre o oceano.

É banhada por um mar de forte ondulação, com condições que permitem a prática do surf e do bodyboard. É uma praia vigiada, com boas condições e foi distinguida como uma praia acessível para banhistas com mobilidade reduzida.

Divirta-se na Praia Fluvial das Minas de São Domingos, em Mértola

praia fluvial das minas de s. domingosFonte da imagem: Best Time Tour

Uma praia com muita animação, com desportos aquáticos, bar, areal, sombra e muita água para desfrutar ao máximo. Além disto, na época balnear, a Câmara Municipal de Mértola organiza outras diversas atividades, como cinema ao ar livre nas noites de domingo, concertos ou a biblioteca de praia.

Em agosto a praia recebe o evento Mértola Radical, se a estiver a planear fazer a sua viagem nesta época, será uma boa opção a incluir no seu roteiro de dois dias para relaxar no Alentejo.

Nesta praia pode fazer o aluguer de canoas e divertir-se ao longo da Pista de Canoagem, pode optar por percorrer Caminhos Pedestres, desfrutar de um almoço diferente no Parque de Merendas que inclui grelhador, criar boas memórias com os seus filhos no Parque Infantil ou fazer Visitas Culturais à Mina de São Domingos e ao antigo complexo mineiro, conhecido como a “Casa do Mineiro”.

Visite a barragem do Alqueva

barragem do alquevaFonte da imagem: Jornal do Algarve

Percorra as ruas e ruelas das cidades e vilas alentejanas

casas em mertolaFonte da imagem: Visitevora

casas em mertolaFonte da imagem: Pinterest

Prosseguindo com as sugestões para o seu roteiro de dois dias para relaxar no Alentejo, não poderiam ficar de fora as ruas e ruelas alentejanas.

A paisagem natural desta região é única, bem como as suas ruelas pintadas de flores, as suas casas caiadas de branco, os detalhes pitorescos, e as faixas de cor que acrescentam às casas brancas outra graça à qual ninguém passa indiferente.

O Alentejo, nas suas várias cidades e vilas, é abastado em edifícios históricos, como castelos, palácios e até ruínas romanas. Por este mesmo motivo, os centros das cidades, das vilas e das aldeias são um forte ponto de atração que não pode deixar de visitar.

Inclua no seu roteiro de dois dias para relaxar no Alentejo um passeio pelos centros históricos e veja de perto o comércio tradicional alentejano, desde tapetes de Arraiolos às mantas de Reguengos de Monsaraz e de Mértola, loiça utilitária e decorativa, trabalhos em couro, madeira, cortiça, os famosos chocalhos, bonecos de Estremoz e ainda o vestuário tradicional.

O que não pode mesmo perder nas cidades e vilas alentejanas

templo romano de evoraFonte da imagem: 1MPages

Famoso pelas suas ruínas romanas, o Centro Histórico de Évora foi considerado Património Mundial pela UNESCO. Aqui, sugerimos um passeio pelas suas ruelas marcadas pelo seu comércio local, uma visita ao Templo Romano de Évora, erroneamente conhecido como Templo de Diana e que pare para observar o bonito Aqueduto da Água de Prata.

Também classificado como Património Mundial da UNESCO foi o conjunto da Cidade-Quartel Fronteiriça de Elvas e as suas Fortificações, Elvas é uma cidade fortificada com um bom estado de preservação das suas muralhas e do seu centro histórico.

Por uns meros 5 euros, visite o Forte de Nossa Senhora da Graça, uma obra-prima de arquitetura militar do século XVIII. Poderá também gostar de contemplar o Aqueduto da Amoreira e as Muralhas de Évora, classificadas como Património da Unesco, no seu interior encontrará casernas, igrejas e mosteiros.

Marcada pela influência romana, a cidade de Beja surpreende pelos seus monumentos. Nesta cidade não pode perder uma visita ao Castelo de Beja, considerado como um edifício primitivo romano de cariz medieval. Não dispense uma visita às Ruínas de S. Cucufate.

Em Vila Viçosa gostará certamente de conhecer o Paço Ducal, a última residência da monarquia portuguesa.

A cidade de Estremoz, conhecida como “cidade branca” do Alentejo, é facilmente reconhecida ao longe pelo seu casario branco erguido ao longo da colina e rodeado por velhas muralhas, mas não foram as suas casas brancas que lhe atribuíram este nome, pois ele deve-se sobretudo às suas jazidas de mármore branco.

Conhecido a nível internacional como “Mármore de Estremoz”, a extração desta matéria-prima faz de Portugal o segundo maior exportador do mundo, sendo que a cidade de Estremoz contribui com cerca de 90% do total de mármore exportado por Portugal. Considere fazer uma visita a uma destas jazidas.

Outros destaques que poderão interessar-lhe são a Serra D’Ossa, a lindíssima Rua do Castelo de Estremoz e ao seu lado, a Porta do Sol, uma das entradas para o Castelo de Estremoz.

Na pequena localidade de Marvão, assoberbada de vistas de perder a respiração, recomendamos a visita ao seu Castelo e às ruínas da cidade romana de Ammaia, perdida no vale da Aramanha, no Alentejo.

Na encantadora vila medieval de Monsaraz, pertencente ao concelho de Reguengos de Monsaraz, a nossa sugestão é que desfrute das suas ruas maravilhosas e que faça uma visita ao seu Castelo.

Qualquer que seja a cidade ou vila que escolher para o seu roteiro de dois dias para relaxar no Alentejo, garantimos que ficará satisfeito. Estas são as nossas sugestões imperdíveis, mas há muito mais por ver em terras do Sul. Aproveite a sua viagem!

Veja também: