Roteiro de 3 dias em Viena

Os palácios e monumentos que não pode perder, as ruas, atrações e as melhores opções em hotéis e restaurantes. Pronto para visitar Viena?

Sugestões para conhecer Viena em três dias

O que lhe vem à cabeça quando pensa em Viena? Valsa, Palácios, Ópera? Pois, é praticamente impossível não associarmos de imediato à capital da Áustria uma atmosfera clássica e erudita. Mas se este património histórico e cultural é, sem dúvida, um dos encantos de Viena, esta é hoje uma cidade moderna e cosmopolita. Vamos descobri-la?

Viena, com uma localização privilegiada no centro da Europa, conta com 1 milhão e 600 mil habitantes, que todos os dias partilham a sua cidade com milhares de turistas.

Sempre nos lugares cimeiros dos rankings das cidades europeias, seja em termos de qualidade de vida, seja no que toca à criatividade e à inovação, este reconhecimento e prestígio reflete-se incontornavelmente no seu custo de vida: Viena não é uma cidade barata. Mas depois de ler o roteiro que preparamos para si, verá que o investimento compensa, pois no fim da viagem estará de alma e coração cheios.


Quando ir a Viena

Se puder escolher livremente a altura do ano para visitar Viena, aconselhamos que opte pela primavera - especialmente se gosta de música e quer aproveitar os vários concertos e festivais que se realizam na cidade nesta época do ano -  ou então pelo inverno, por alturas do Natal e Passagem de Ano - uma quadra que aqui se vive de forma intensa e, diríamos, quase mágica.

Em relação à meteorologia, o ideal é levar sempre agasalho: mesmo no verão, os termómetros não costumam ultrapassar os 25º. No inverno, não se esqueça do gorro, das luvas e de um casaco quente.


temperatura


COMO CHEGAR A VIENA

Se tem poucos dias para esta escapadinha, o ideal é ir de avião, mas atenção: as opções low-cost para Viena, a partir de Portugal, praticamente não existem. Poderá integrar Viena num roteiro de carro pela Europa, o que não deixa de ser interessante, ou então usar comboio ou autocarro de longa distância, ainda que a viagem nunca seja direta. Se estiver por Budapeste ou Bratislava, poderá ir até Viena de barco, pelo rio Danúbio.

Se a opção for o avião, aterrará no Aeroporto Internacional de Viena, 18 km a sudeste da cidade. A partir daqui, tem várias alternativas de transporte para o centro da cidade. O destaque vai para o comboio, nomeadamente a linha especial CAT - City Airport Train, que o leva ao centro de Viena em 16 minutos. Pode ainda deslocar-se até ao centro de autocarro, táxi ou carro alugado.
 

3 dias históricos em Viena

A atmosfera imperial de Viena sente-se assim que se começam a avistar os seus charmosos edifícios. A cidade está muito bem planeada, com as suas diferentes zonas organizadas à volta do centro, designado por Innere Stadt. É uma cidade plana, por isso poderá querer fazer como muitos vienenses: deslocar-se de bicicleta. Há uma boa rede de transportes públicos, mas se é a sua primeira vez na cidade, aconselhamos a que ande a pé o mais possível, para usufruir de todos os detalhes.

Três dias não chegam para visitar todos os recantos históricos e viver todas as experiências memoráveis que Viena coloca à nossa disposição, mas com a nossa seleção de monumentos e pontos de interesse, temos a certeza de que ficará com uma ideia bastante completa da cidade. 


dia 1



STEPHANSDOM

stephasdom

Tomou um pequeno-almoço reforçado? Será bem preciso para este primeiro dia em Viena. Comece com uma visita à Stephansdom, ou simplesmente “Steffl”, como é carinhosamente apelidada pelos locais. Falamos da Catedral de Santo Estêvão, a maior e mais famosa igreja de Viena, situada no epicentro da cidade.

Os seus telhados revestidos a azulejos coloridos e as suas torres proeminentes são referências incontornáveis da paisagem vienense. No interior da catedral, que aconselhamos a aceder via Porta do Gigante, não faltam motivos de interesse e de espanto, desde logo os vitrais, o sino gigante, os arcos e as colunas e o altar barroco. As torres são visitáveis e lá de cima poderá obter uma panorâmica incrível da cidade. 
 


HOFBURG

Ocupando uma área considerável do centro da cidade, Hofburg foi o principal palácio dos Habsburgo e é um dos locais privilegiados para contactar com todo o imaginário à volta da família imperial, em especial da Princesa Sissi. De facto, aqui podem ser visitados vários aposentos, desde logo o quarto da popular imperatriz, adorada pelo povo austríaco e não só: a beleza, a elegância e a dignidade demonstrada nos assuntos políticos por Sissi, mulher de Francisco José I, tornaram-na admirada em todo o mundo.

Símbolo do poder dos Habsburgo e por isso mesmo de dimensões faraónicas, o palácio de Hofburg alberga espaços tão surpreendentes como a Escola Espanhola de Equitação, onde se realizam demonstrações com os elegantes cavalos Lipizzaner, a Biblioteca Nacional, diversos museus e ainda a Capela Imperial, onde todos os domingos se celebra missa ao som dos famosos Cantores de Viena - devido às reduzidas dimensões da capela, e ainda que seja gratuito, para assistir à missa é necessário reservar lugar.
 


MUSEUMSQUARTIER

Prova de que Viena não ficou presa ao passado é este vasto complexo cultural, dedicado às artes plásticas contemporâneas, ao teatro, à música, à dança e à dinamização da arquitetura, entre outras indústrias criativas. Aqui, realizam-se exposições e eventos diversos, para todo o tipo de público e idades.

Em maio e junho, o Festwochen, ou Festival de Viena, é um desses acontecimentos a não perder. Aqui vai encontrar ainda uma cafetaria, uma livraria e uma loja de objetos de design. Uma atmosfera cool e transgeracional, onde é frequente ver, sobretudo aos sábados de manhã, muitas famílias com crianças.


dia 2



SCHLOSS SCHÖNBRUNN

Convém pôr-se a caminho cheio de energia, pois há muito para descobrir neste 2º dia em Viena! E quando dizemos muito, estamos desde logo a pensar na enorme extensão do Palácio Schönbrunn e dos seus jardins barrocos, conjunto monumental que desde 1996 faz parte da lista de Património Mundial da Humanidade da UNESCO. Não é à toa que este é o monumento mais visitado da Áustria.

Antiga residência de verão dos Habsburgo, está situado a cerca de 5 km do centro da cidade e deixa-nos extasiados mal nos aproximamos dos seus portões e avistamos o imponente edifício amarelo. Visitar o palácio é obrigatório, devido à riqueza das suas divisões: a Grande Galeria, a Sala dos Espelhos, o quarto de Napoleão, quando este ocupou Viena, e a Sala das Porcelanas, entre muitos outros espaços luxuosos e cheios de história.

De seguida, dê um passeio pelos irrepreensíveis jardins, em direção à Gloriette – um majestoso edifício de arcadas no topo da elevação do jardim. Pare para tomar um café, apreciar o lago e as vistas do palácio e da cidade. E claro, tirar muitas fotografias para mais tarde recordar. Se for com crianças, talvez queira dar um salto ao Jardim Zoológico do palácio, o mais antigo zoológico do mundo.



BELVEDERE

belvedere

Do outro lado da cidade, mas não muito longe do centro e facilmente acessível por autocarro, elétrico ou metro, dependendo por que lado quer efetuar a visita, encontra-se o Palácio Belvedere. Já deu para perceber que este é também um monumento de grandes dimensões.

Na verdade, Belvedere não é um palácio, mas vários palácios e edifícios, inseridos num importante complexo, que inclui ainda bonitos jardins e uma surpreendente Orangerie - estufa de laranjeiras muito apreciada pelos aristocratas na época do Renascimento. Se não estiver interessado numa visita exaustiva, detenha-se nos jardins que unem o Lower Belvedere ao Upper Belvedere e, neste edifício, não deixe de apreciar o célebre quadro O Beijo de Gustav Klimt.

 

STADTPARK

Não é preciso andar muito atento em Viena para perceber que a música está intrinsecamente ligada à cidade. Berço de compositores e cidade adotada por muitos músicos ao longo dos séculos, os vienenses souberam desde sempre acarinhar este privilégio.

É no Stadtpark, um agradável parque de lazer construído há 150 anos, que vai encontrar a estátua mais fotografada da cidade: Johann Strauss, banhado a ouro, a tocar o seu violino. Mas no maior parque da cidade há outros locais que merecem ficar registados, como a estátua de Schubert ou o relógio de flores.
 


RIESENRAD

Neste parque de diversões está a mais antiga Roda Gigante do mundo. Se estiver inspirado, este é o local perfeito para pedir a sua cara-metade em casamento ou para celebrar alguma data especial, afinal, foi aqui que Jesse e Celine – isto é, Ethan Hawke e Julie Delpy - deram o primeiro beijo no filme Antes do Amanhecer. Se quiser levar o romantismo a outro nível, saiba que a parque disponibiliza cabines privadas especiais na Roda, onde até pode jantar.
 


HUNDERTWASSERHAUS

hundertwasserhaus

Um conjunto de prédios habitacionais desconcertantes, pelo estilo colorido e irregular das suas fachadas. Este original conjunto arquitetónico é da autoria do artista Friedensreich Hundertwasser. A Hundertwasserhaus só pode ser admirada por fora, pois os apartamentos são de particulares, que têm o curioso direito de decorar as suas janelas como bem entenderem. No entanto, em frente, poderá entrar na Hundertwasser Village, uma vila em ponto pequeno criada pelo mesmo autor e no mesmo estilo, com lojas e cafés.


dia 3



STAATSOPER

opera

No terceiro e último dia deste roteiro, propomos que calcorreie o centro da cidade para sentir a vibração genuína da cidade, com as suas lojas, mercados e cafés. Mas antes, uma paragem obrigatória: a Staatsoper ou Ópera de Viena.

Vale a pena contornar o seu edifício e comprovar a sua dimensão e beleza exterior. Se puder, faça o pleno nesta sua viagem: para além da visita guiada ao interior da Ópera, assista a um espetáculo. Cada temporada recebe várias estreias de ópera e ballet, entre centenas de atuações. Os Bailes da Ópera de Viena têm igualmente fama mundial e decorrem nos luxuosos salões que poderá conhecer durante a visita.
 


NASCHMARKT

O principal mercado da cidade é grande, animado, colorido e muito aromático! São centenas de bancas de produtos frescos, desde os mais comuns aos mais estranhos e vindos de diferentes cantos do mundo.

Pão, fruta, legumes, peixe, marisco, carne, especiarias... um regalo para os olhos que o vai deixar inevitavelmente com fome. Isso não é um problema, pois no mercado encontra inúmeras bancas de comida, onde se pode petiscar ou mesmo almoçar. Não se preocupe se for inverno e tiver de comer ao ar livre: em todas as esplanadas há mantas à disposição dos clientes.
 


OS CAFÉS

O café em Viena não é algo que se tome de um trago em menos de um minuto. Há toda uma cultura à volta desta bebida em que vale a pena mergulhar, a começar pelos espaços onde podemos fazer uma pausa e tomar um bom café. São tantos e tão bonitos os Cafés de Viena! Deixamos aqui a nossa seleção de cafés a visitar. Sabemos que não poderá tomar café em todos - até porque em Viena um café pode custar 6x mais do que em Portugal - mas vale a pena nem que seja só espreitar.

Café Sacher
Fica em frente ao edifício da Ópera e é o Café do reputado Hotel Sacher. Aqui, poderá provar e comprar o famoso bolo de chocolate Sacher original, ou Sacher-Torte. O ambiente, como não podia deixar de ser, é clássico e requintado.

Café Demel
Mais um exemplar dos elegantes cafés vienenses, onde também se podem saborear delicadas criações de pastelaria. No interior, as janelas e as portas de vidro permitem ver os mestres pasteleiros em ação.


Café Museum
Com uma atmosfera igualmente clássica e tradicional, o Café Museum foi ponto de encontro de diversos artistas, nomeadamente os pintores Klimt e Schiele. 

Café Central
Inaugurado em 1876, o Café Central é uma verdadeira instituição em Viena. Freud e Trotski são apenas alguns dos nomes sonantes que o frequentaram e ainda hoje conserva a sua aura intelectual.

Café Kleines
Um café que foge ao estilo dos anteriores e que se destaca pelas suas reduzidas dimensões. Aliás, vem daí o seu nome, pois kleines significa pequeno em alemão. É um espaço simples mas confortável e é na sua esplanada, na pitoresca Franziskanerplatz, que tem lugar uma das cenas do já referido filme Antes do Amanhecer.

Se depois deste périplo pelos cafés, ainda houver tempo e energia, propomos que visite Karlskirche, uma bonita igreja do Séc. XVIII, onde é possível subir à cúpula para observar de perto os magníficos frescos.
 

ONDE FICAR ALOJADO EM VIENA

Não faltam hotéis e alojamentos em Viena, mas já conhece as regras: quanto mais no centro estiverem localizados, mais elevado o seu preço, e quanto mais tarde reservar, também. Para que a escolha não seja tão difícil deixamos-lhe três ótimas opções:


HOTEL GRAND FERDINAND 

hotel

Luxo é o nome do meio deste hotel, inaugurado recentemente. Vistas fabulosas e localização privilegiada, bem no centro. Uma extravagância a que vai ser difícil resistir.
 


HOTEL FALKENSTEINER MARGARETEN

Localizado no bairro de Margareten, o Falkensteiner Margareten tem o metro ao pé e são apenas três paragens até ao centro. Apresenta uma decoração cuidada e wi-fi gratuito.



GARTENHOTEL GABRIEL CITY

Um pouco mais afastado do centro, mas com boa acessibilidade, é uma ótima opção para famílias, apresentando uma excelente relação qualidade-preço.
 

ONDE COMER EM VIENA

Como em qualquer capital europeia, as opções de alimentação em Viena são imensas, para todos os gostos e preços. Estes são alguns dos restaurantes melhores pontuados pelos turistas.


FIGLMUELLER

Baeckerstrasse, 6. Um dos restaurantes mais antigos e mais conhecidos da cidade. Uma excelente opção para comer o tradicional Schnitzel: um panado de porco de tamanho gigante.



GASTHAUS KOPP

Engerthstrasse, 104. Comida típica de Viena num ambiente simpático e informal, muito procurado também pelos locais.
 


ZUM SCHWARZEN KAMEEL

Bognergasse, 5. Um tradicional e requintado Café vienense de finais do século XIX, onde é possível fazer uma refeição, localizado junto a algumas das mais prestigiadas lojas da cidade.



RIBS OF VIENNA

Weihburggasse, 22. Um restaurante de carne grelhada com uma excelente relação qualidade-preço e um conceito, no mínimo, original: as costelinhas são vendidas ao metro!
 

O QUE COMPRAR EM VIENA

Em todos os palácios e museus há lojas com artigos alusivos a Viena, à sua história e aos seus personagens marcantes, que acabam por ser ótimas recordações.

Os chocolates e o famoso bolo de chocolate Sacher-Torte são outras das escolhas frequentes de quem visita a cidade. Se o seu orçamento for generoso, talvez queira aproveitar para trazer consigo uma antiguidade ou uma peça de joalharia da famosa marca Swarovski.



MERCADOS DE NATAL - WEIHNACHTSMÄRKTE

mercado

Em Viena, visitar os mercados de rua de Natal é, por si só, uma experiência inesquecível. A partir de meados de novembro, são várias as praças que acolhem dezenas e dezenas de bancas de madeira com produtos alusivos à época, desde coroas de advento a todo o tipo de decorações de natal, bolachas, sabonetes e os mais diversos tipos de artesanato.

Não faltam bancas com comida, castanhas assadas e bebidas quentes. Tudo apresentado de uma forma pitoresca, com muitas luzinhas à mistura. O cenário é mágico e podemos ficar perdidos durante horas nestes mercados. Os nossos favoritos:
  • Rathausplatz
  • Plaza Freyung
  • Maria-Theresien-Platz
  • Palácio de Schönbrunn  
 

Informações úteis para uma boa visita


TRANSPORTES

A excelente rede de transportes públicos de Viena inclui comboio, autocarro, metro e elétrico. Pode comprar os bilhetes online com antecedência, nas máquinas das estações ou nas tabacarias. Há passes que dão para todos os transportes e para vários dias, que ficam mais em conta. Não se esqueça de validar o bilhete antes de embarcar.
 


LÍNGUA

O alemão é a língua oficial, mas irá encontrar todas as informações úteis traduzidas para inglês.



FUSO HORÁRIO

+ 1 hora em relação a Portugal continental.
 


SEGURANÇA

Viena é uma cidade calma, mas como em todas as cidades turísticas, os pequenos roubos são frequentes. De forma a evitar situações desagradáveis, siga estas dicas:
  • Mantenha as bolsas e mochilas fechadas, sobretudo quando está a fazer compras em lojas com muita gente;
  • Nas filas, use a bolsa ou mochila virada para a frente e mantenha-a sempre ao pé de si;
  • Nunca transporte muito dinheiro consigo e divida-o em diferentes bolsas e divisões mais pequenas;
  • Se achar que não vai precisar dos documentos pessoais, deixe-os no hotel de forma segura;
  • À noite, evite os locais menos movimentados;
  • Em caso de roubo, para efeitos de seguro e/ou emissão de novos documentos, precisa de ter o comprovativo de queixa formal à polícia, daí que esta seja uma das primeiras coisas a fazer, caso seja vítima deste tipo de incidente.
 

SECÇÃO CONSULAR DA EMBAIXADA DE PORTUGAL EM VIENA

Opernring, 1/R/1 A-1010 Viena +(431) 585 37 20
mail@viena.dgaccp.pt

Veja também: