5 dicas para suavizar o processo de sair de casa dos pais

Sair de casa dos pais não é fácil, é algo que faz com que a nossa vida mude por completo, e estas dicas vão ajudá-lo a lidar com toda a mudança

5 dicas para suavizar o processo de sair de casa dos pais
Com estas dicas será mais fácil ser independente

Estar em casa dos nossos pais é bom. Temos quem cuide de nós e faça a maior parte das tarefas domésticas, e não temos de nos preocupar com pagar a renda. No entanto, calha a todos chegar a altura em que temos de sair de casa dos pais. Afinal, ao fim de alguns anos, eles também já devem estar fartos de nos aturar. 
 

5 dicas para se orientar sem os pais em casa

 

1. Prepare-se muito bem

As coisas são diferentes quando temos de ser nós a comprar o nosso próprio papel higiénico. Todas as pequenas despesas que nunca considerámos por não sermos nós a cuidar delas começam a aparecer, e apercebo-nos que a renda, a luz e a água não são as únicas despesas de quem vive sozinho.

Por outro lado, não ter ajuda com as tarefas domésticas implica também mais trabalho e menos tempo livre.

 

2. Não tenha pressa

Antes de decidir sair de casa dos pais de um dia para o outro, o melhor a fazer é começar a aprender a ser independente sem grande pressa para depois não apanhar um choque. Com alguns pequenos passos, como pagar renda por viver em casa dos seus pais e começar a fazer as compras para a casa, habitua-se mais facilmente à sua nova vida.

 

3. Peça ajuda

Sair de casa dos pais não é pêra doce. Ao inicio vai ser um choque olhar para as despesas associadas a viver sem o apoio financeiro que tinha antes, e como tal pode ser uma excelente ideia pedir para esta ajuda continuar, mesmo que reduzida, para que possa continuar a fazer algumas poupanças sem abdicar de papel higiénico de qualidade.

 

4. Faça um orçamento mensal

Pagar a renda, a conta da água, da luz, do telemóvel, ir comprar comida, e manter comida no frigorifico são despesas essenciais que nunca podem ser esquecidas. É fácil deixar o dinheiro acabar antes de chegar o final do mês, e para evitar o embaraço de tal acontecer o melhor a fazer é criar um orçamento mensal, onde todas estas despesas devem estar presentes, bem como todos os rendimentos.

Certifique-se que o orçamento conta com todas as pequenas despesas que normalmente não costumava ter. Pode até fazer este orçamento antes de dar o grande passo.

 

5. Aprenda a cozinhar

Por fim, é importante saber cozinhar para não ter de depender de comida pouco saudável e de restaurantes quando sair de casa dos pais. Comece por aprender algumas receitas básicas que não precisem de muitos ingredientes, e vá aumentando o seu portfólio de receitas com o passar do tempo. Pedir as suas favoritas emprestadas aos seus pais também pode ser uma excelente ideia – não há nada como uma boa receita de família.


Veja também: