7 segredos para evitar ficar doente no inverno

Todos desejamos passar o inverno sem apanhar constipações. É certo que faz frio, que chove e que não se pode evitar tudo, mas pode-se tomar algumas medidas.

7 segredos para evitar ficar doente no inverno
Bastam alguns cuidados para fugir às doenças

Se quer chegar à primavera e poder afirmar que passou o inverno sem apanhar uma única constipação e doença típica do inverno, leia este artigo e comece a preparar a próximo estação cheio de defesas, sem grandes esforços.

Medidas para fugir às doenças

O sistema imunitário é o que nos protege dos ataques externos ao nosso corpo. Por isso, o ideal é reforçarmos as nossas defesas para nos mantermos saudáveis.

1. Massagens

massagem massage

Sabia que as massagens ajudam a manter os níveis de stress mais baixos? Não deve ser difícil imaginar porquê. Por ajudar a relaxar, as massagens reduzem a ansiedade, a pressão arterial e os batimentos cardíacos.

Não há uma frequência comprovada cientificamente como a ideal para atingir este objetivo, mas os especialistas aconselham a fazer pelo menos uma massagem por mês.

O tipo de massagem é irrelevante, desde que a pressão exercida seja moderada e não cause dor.

Se o dinheiro é uma preocupação para si, não se esqueça que, tal como noutras especialidades, há escolas onde pode procurar este serviço, de forma a não ter de pagar valores tão elevados.

2. Banhos frios

banho bath duche shower chuveiro

Os banhos frios não reúnem consenso, mas há médicos que dizem que não há mal em tentar.

Quem acredita nesta solução afirma que os banhos frios ajudam com as dores de cabeça, má circulação, quando temos as energias em baixo e dizem ainda que reduz a dor.

É preciso ter coragem, principalmente no inverno. Mas, mais do que isso, é preciso ter cuidado com os choques térmicos, que podem causar paragens de digestão.

3. Gengibre

gengibre ginger

É verdade que o gengibre não é a coisa mais saborosa do mundo, mas também é sabido que o seu consumo tem imensos benefícios.

Uma das coisas em que o gengibre tem uma excelente atuação é na digestão e doenças gastrointestinais, incluindo a obstipação.

É mais eficaz se for consumido fresco e, de preferência, diretamente. Mas se tem mesmo dificuldade em suportar o sabor, pode utilizá-lo noutras formas, como no chá, na sopa ou pratos como a feijoada.

4. Lavar as mãos

lavar maos wash hands

Lavar as mãos é uma medida muito simples e bastante preventiva. Pode evitar que apanhemos várias constipações, especialmente no inverno, sem falar em tantas outras bactérias como a salmonela ou a E. coli.

Não precisa de estar sempre a lavar as mãos mas, pelo menos quando vem da rua e antes de comer, é importante que o faça. Esfregue bem as mãos uma na outra e não se esqueça das unhas e das zonas entre os dedos.

Já pensou na quantidade de sítios onde passa e toca diariamente sem fazer ideia de quem por ali passou antes? É capaz de ser melhor prevenir.

5. Vitamina C e zinco

vitamina c vitamine citrinos laranja toranja limao lima

Sempre ouvimos dizer que a vitamina C era boa para prevenir constipações. As avós faziam-nos sumos de laranja, as mães insistiam para que comessemos a fruta e tudo o que tivesse citrinos era bom.

Atualmente, há alguma controvérsia relativamente aos “poderes” preventivos da vitamina C e do zinco. Mas alguns estudos comprovam que a vitamina C ajuda especialmente as pessoas sob muito stress e que o zinco previne que os vírus de multipliquem. Os especialistas dizem que mal não faz, por isso não se perde nada.

6. Comer alho

alho garlic

Por superalimento entende-se um alimento com um determinado valor energético, apresentando uma concentração elevada de enzimas e/ou fitoquímicos antioxidantes. O alho é um desses superalimentos. É rico em antioxidantes e combate as inflamações.

É certo que o seu sabor não é o mais agradável quando comido sozinho, para além do hálito que deixa. Mas quem é que resiste ao cheiro de um belo estrugido? Disfarce-o no meio dos cozinhados e vai ver como não custa nada.

Também tem a opção de consumir extrato de alho envelhecido que não tem o problema do odor e ainda é mais concentrado, acabando por ter um efeito superior ao do alho em estado normal.

7. Ser positivo

feliz felicidade happy happiness smile sorrir rir

Os mais céticos dirão que o estado de espírito nada influencia, mas um estudo comprovou que pessoas com um pensamento mais positivo apresentavam mais anticorpos que atuam contra as constipações. E, apesar de ainda não saberem qual é a conexão entre uma coisa e outra, é sabido que o cérebro comunica com o sistema imunitário, o que dá força a esta teoria.

Seja como for, quer no inverno com o intuito de prevenir constipações, quer no resto do ano, é sempre bom manter um espírito positivo e pensar em coisas boas, em vez de estar sempre à espera do pior.

Veja também: