Seguro de Viagem: vale a pena?

Sempre que vai para fora não deve descurar o seguro de viagem. É algo cada vez mais importante e que já compensa fazer sempre que se viaja.

Seguro de Viagem: vale a pena?
O seguro de viagem é algo muito simples de se fazer e que pode ser muito útil

Quando pensar em viajar, pense que o seguro de viagem é um dos principais aspetos a que deve prestar atenção.Estatisticamente, sabe-se que hoje em dia as pessoas viajam cada vez mais.

Seja pelo acesso facilitado às viagens low-cost ou pelo interesse crescente em conhecer o mundo, a verdade é que os portugueses estão muito mais adeptos de viajar além-fronteiras. Apesar de não ser um produto muito divulgado e de conhecimento geral, o seguro de viagem é cada vez mais procurado e ainda bem.


Para que serve e como fazer um seguro de viagem?

Ir de férias é sempre um momento feliz. Também por isso é preciso não ignorar que, se alguma coisa corre mal, ter um seguro de viagem pode ser algo muito útil. Este produto funciona essencialmente como medida de prevenção que pode atenuar bastante os transtornos que possam surgir como o extravio de bagagens, doenças ou até, em último caso, a morte.

O seguro de viagem é um produto normalmente contratado pontualmente no contexto de uma viagem. Pode ser feito na sua seguradora ou diretamente com a agência de viagens. Os preços são variáveis, estando dependentes do tipo de cobertura e idade do contratante.



4 dicas para fazer um bom seguro de viagem


1. Informe-se sobre a sua apólice

Quando decidir fazer um seguro de viagem, informe-se exatamente sobre o que consta na sua apólice, uma vez que existem muitos seguros diferentes no mercado com coberturas distintas. Os seguros mais simples oferecem coberturas por morte ou invalidez acidental, mas existem outros mais complexos, que cobrem perda e extravio de bagagem, assistência médica no estrangeiro…



2. Já tem seguro de viagem?

Existem muitos cartões de crédito que já incluem seguro de viagem. Antes de contratar um seguro analise bem o que já tem para garantir que não está a repetir a contratação de um seguro. No entanto, mesmo que o cartão de crédito lhe ofereça este produto, avalie a sua apólice e decida se compensa contratar mais algumas coberturas.



3. Seguros no estrangeiro

Comprar seguros no estrangeiro pela Internet pode ficar mais caro do que contratar um seguro em Portugal. Além disso é mais seguro fazê-lo ainda em casa.
 


4. Analise o risco da sua viagem

Há viagens mais arriscadas do que outras. Se vai para um país onde é possível contrair doenças mais facilmente ou se vai fazer uma viagem que envolva desportos radicais ou passeios arriscados, fale com a sua seguradora e contrate um seguro à medida das suas necessidades.

Veja também: