Ligue-se aos melhores artigos de saúde

Receba no seu email as dicas que realmente lhe interessam

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Quero receber!

Cuidados a ter na escolha do seguro de vida para o crédito habitação

Os seguros não são todos iguais.


Este é um elemento obrigatório na contratação do crédito, logo deve ser bem escolhido e analisado. A sua importância é facilmente comprovada com o valor a pagar durante a vigência do empréstimo.
 

Prémio de seguro

Este seguro não é estático relativamente ao prémio. Ao longo dos anos, o valor a pagar será cada vez mais elevado. Esta situação é justificada com o aumento do risco de morte relacionada com a idade. O Cliente ao tornar-se mais velho, apesar da dívida diminuir, exponencia o valor do seguro a pagar. 

Recorrer ao mercado concorrencial pode ser a única hipótese para ter um custo menor. Um dos entraves a mudar o seguro de seguradora é o contrato de empréstimo. Uma das negociações bancárias é a obrigação de ter o seguro de vida numa seguradora específica. Com esta cláusula, a limitação na negociação é enorme.

 

Tipos de seguro de vida

Os seguros de vida apresentam duas hipóteses de escolha: Invalidez Absoluta e Definitiva (IAD) e Invalidez Total e Permanente (ITP).

A Invalidez Absoluta e Definitiva apresenta-se quando, numa circunstância de doença ou acidente, se verifica uma incapacidade definitiva para exercer qualquer atividade remunerada, sendo necessário recorrer a uma terceira pessoa para assistência às suas necessidades vitais. Este seguro é o mais recorrente na maioria das simulações de crédito habitação. 

A Invalidez Total e Permanente verifica-se quando a pessoa segura apresenta uma incapacidade, resultante de acidente ou doença, com um grau de desvalorização superior a 66%, de acordo com a Tabela Nacional de Incapacidades, que impeça a pessoa de exercer qualquer atividade remunerada de forma total e definitiva. Esta percentagem mencionada é transversal à maioria das companhias de seguros, mas existem casos onde essa percentagem é menor. 

 

Qual a melhor opção?

A conclusão é de que o seguro de vida ITP tem uma qualidade superior ao IAD. Esta situação, obviamente, traduzir-se-á num seguro mais caro. Apesar do preço ser superior, apenas numa situação de dificuldade financeira, sugeria o seguro de vida IAD.
 

Poupe no seu Seguro de Vida com o E-Konomista!


Veja também:

Sérgio Martins Sérgio Martins

Nasci e estudei em Coimbra, a capital do preto da saudade. Admito que, tal como diz a balada, “os segredos dessa cidade, levo-os comigo para a vida”. E são muitos! Depois de terminar o curso de Economia fui recebido na muy nobre e sempre LEAL invicta cidade do Porto. Aqui, aprofundei os meus estudos num mestrado em Gestão de Marketing, tornei-me bancário e casei. Gosto de criar dados para análise, interpretar estudos e resolver problemas. Interessa-me muito o mundo empresarial e sou apaixonado por futebol. Hoje com 30 anos, ainda tenho imensa vontade de mudar o mundo.