Publicidade:

A seleção de vinho rosé que vai querer conhecer

Muito suave e versátil, o vinho rosé adequa-se sobretudo a quem não aprecia vinhos fortes e muito encorpados. Conheça a seleção nacional e internacional.

A seleção de vinho rosé que vai querer conhecer
De copo em copo

Nem tinto, nem branco. O vinho rosé consiste numa bebida alcoólica que apresenta a típica cor salmonada por ser produzido de duas formas: ou pela mistura de vinho tinto e vinho branco ou através de uma leve maceração das uvas pretas no mosto. Venha conhecer o top dos tops deste vinho, no âmbito nacional e no internacional também.

As 6 marcas de vinho rosé que valem a pena provar

As melhores opções nacionais de vinho rosé


rose 4

Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo 2016 Reserva Rosé 

Este vinho rosé apresenta uma cor salmão brilhante e muito apelativa, assim como um aroma delicado a frutos vermelhos, incenso, especiarias brancas, cereja amarga e xisto molhado. Com uma estrutura elegante, fina, o travo é intenso, fresco, transparente, de grande complexidade e de equilíbrio perfeito entre a acidez média, a fruta fresca, os aromas de madeira e a concentração.

Região: Douro

Teor Alcoólico: 13,5%

Castas: Tinta Roriz, Tinta Francisca

Preço: 50€

Santos da Casa Rosé 2016

O número dois de vinho rosé, de acordo com a Wine Specialist, é o rosé Santos da Casa 2016. Originário do Douro, este vinho provém de uma colheita especialmente selecionada de 2016, das privilegiadas vinhas em solo de xisto. O Santos da Casa Rosé é um vinho constituído na sua maioria por uvas da casta Touriga Nacional e apresenta-se leve, fresco e ideal para os dias mais quentes. Contém um pouco de acidez, que o equilibra e o faz combinar muito bem com pratos como o salmão. E o preço é um verdadeiro espanto.

Região: Douro

Teor Alcoólico: 13%

Castas: Touriga Nacional, Tinta Roriz

Preço: 5€

Rapariga da Quinta Colheita Selecionada Rosé 

O vinho Rapariga da Quinta – Colheita Selecionada Rosé – é o primeiro do top que surge de uma produção alentejana. Nos canais da especialidade ele é descrito como “um rosé leve, com aromas de frutas vermelhas frescas e notas florais. No paladar é fresco e muito versátil”. Experimente-o com um bom prato de marisco, carne ou até com sobremesas ou tábua de queijos – vai gostar da degustação.

Região: Alentejo

Casta: Touriga Nacional

Teor alcoólico: 13,5%

Preço: 15€

As melhores opções internacionais de vinho rosé


 rose internacional

Schramsberg 2008 Rosé

Este vinho rosé é uma excelente opção se procura produções internacionais de qualidade. Complexo e completo, com aroma de framboesa delicado e temperado e sabores de frutas subtis mas bem definidos, o Schramsberg vive muito do seu travo ácido. A colheita é de 2008 e provém da Costa Norte da Califórnia. A sua textura é suave e profunda e o palato muito agradável.

Origem: Califórnia

Teor alcoólico: 13,1%

Preço: 140€

Heitz 2016 Grignolino Rosé (Napa Valley)

Feito a partir de uvas muito raras, as Grignolino, o vinho rosé Heitz é extremamente vibrante, com uma cor alaranjada e o paladar é sensual, com notas de melancia, morango, laranja e especiarias salgadas. O aroma é floral e o palato equilibrado. Novamente um vinho rosé americano e novamente uma excelente escolha.

Origem: Napa Valley

Teor alcoólico: 13,5%

Preço: 20€

Château d’Esclans 2015 Garrus Rosé (Côtes de Provence)

Se tive uma centena de euros para dedicar a um bom vinho rosé, o Château d’Esclans 2015 Garrus Rosé é uma excelente escolha. Este vinho surge de cubas de madeira envelhecidas e proporciona um paladar de frutos vermelhos maduros. Intenso e complexo, este vinho de origem francesa é uma excelente escolha para acompanhar aperitivos e queijos.

Origem: França

Teor alcoólico: 14%

Preço: 100€

Veja também: