Seminovo vs. usado: qual a diferença?

O caso “seminovo vs. usado” confunde muitos automobilistas, mas ao percebermos melhor os termos envolvidos encontramos a resposta

Seminovo vs. usado: qual a diferença?
Saiba o que separa estes termos

Todos sabemos o que é um carro usado, mas quem quer comprar um carro destes muitas vezes acaba por se deparar com alguns modelos seminovos. Graças ao termo, surge a questão seminovo vs. usado, que acaba por confundir muitos automobilistas. Neste artigo, vamos esclarecer qual a diferença entre estes dois.
 

O que é um seminovo?

A verdade é que o termo “seminovo” é popular, mas não existe uma definição própria para o mesmo quando falamos de carros. Para alguns, um carro seminovo pode ser um que sempre foi bem tratado e está em excelente estado, enquanto para outros pode ser um carro com apenas um ou dois anos – depende de quem emprega o termo.

A questão seminovo vs. usado passa, então, a deixar de ser tema, pois um carro que já tenha tido um dono passa a ser um usado, quer tenha sido para dar levar os miúdos à escola de vez em quando ou para percorrer a Europa inteira.

 

De onde vem o termo?

O termo “seminovo” foi criado pelo mercado, para separar carros usados que estão em bom estado e com pouco uso, de carros usados que já não estão em grandes condições. Outros fatores como o visual do carro contribuem também para a definição daquilo que é ou não um carro seminovo.


Naturalmente, há quem se tente aproveitar da confusão “seminovo vs. usado” para vender carros menos bons a preços inflacionados ao considerá-los seminovos, mas para evitar comprar um carro em mau estado precisa apenas de ter alguns cuidados. 

 

Não se deixa enganar

Sendo ambos usados, o que define se um carro é ou não é seminovo é o bom senso de cada um, sendo que o estado dos seminovos pode ser mal interpretado pelo fato ser empregue este termo.  No entanto, independentemente do termo usado, o carro pode ou não vir a valer o que é pedido por ele.


 Se procurar comprar um carro, não vale a pena pensar em seminovo vs. usado, mas vale a pena pensar na qualidade e no estado do carro para poder avaliar o seu devido valor. Para o ajudar a fazê-lo a DECO disponibiliza uma check-list com mais de 100 pontos a verificar. Convém levar sempre um profissional consigo para o ajudar a ver em que condições está o carro.

Relembramos que carros usados comprados em stands têm direito a dois anos de garantia, ou apenas um caso seja acordado. Isto aplica-se seja o carro seminovo, usado, ou quase a ir para a sucata. Em negócios particulares, apenas pode defender-se se provar, nos seis meses seguintes à compra, que o carro não tinha as características anunciadas.


Veja também: