Septicemia: sintomas, causas e tratamento

Conhecida como septicemia ou sepsis, esta é uma infeção generalizada do organismo, causada por bactérias  que contaminam o sangue. Conheça os sintomas  da septicemia.

Septicemia: sintomas, causas e tratamento
Os sintomas da sepsis são semelhantes aos de uma gripe ou pneumonia

Conhecer os sintomas da septicemia é importante, já que quanto mais tarde o tratamento for iniciado, mais grave e mais difícil se torna tratar desta doença.

A septicemia é uma infeção generalizada, causada por diversas bactérias, nomeadamente a bactéria conhecida por meningococo.  Estes agentes infeciosos migram através do sangue, envenenando-o.

O que pode começar por ser uma infeção localizada, espalha-se e provoca a falência de vários órgãos vitais e, em grande parte dos casos, é fatal. A morte por sepsis ou septicemia verifica-se em cerca de 50% dos casos.

A septicemia é transmitida pelas vias respiratórias, através da tosse e /ou espirros.  O seu período de incubação, após contágio, é muito variável. Os sintomas da septicemia podem aparecer dias ou meses depois.

Septicemia: principais sintomas

Os sintomas da septicemia são bastante semelhantes aos sintomas de uma forte gripe ou de uma pneumonia:

  • Febre alta e súbita;
  • Calafrios;
  • Pequenas manchas vermelhas na pele, que se chamam petéquias. São muito pequenas no início, parecendo pequenas picadas de alfinetes, mas rapidamente aumentam, originando lesões escuras e extensas que têm a denominação de sufusões;
  • Manchas que não desaparecem quando é exercida pressão sobre elas;
  • Prostração;
  • Mal-estar geral;
  • Irritabilidade;
  • Vómitos;
  • Batimentos cardíacos elevados;
  • Respiração ofegante.

Septicemia: transmissão

Esta doença é de notificação obrigatória, por isso, na suspeita de infeção por meningococo, os familiares que vivem  na mesma habitação e as crianças da mesma sala de aula ou colegas de trabalho devem fazer um antibiótico durante dois dias de forma a prevenir o aparecimento da doença. A toma profilática de antibiótico é obrigatória.

Septicemia: tratamento

O tratamento obriga a internamento hospitalar e é muito complexo, pois envolve a administração de antibióticos e, inclusivamente, o tratamento de lesões em órgãos como os pulmões, o coração, o cérebro ou rins.

Hoje em dia, as hipóteses de um indivíduo sobreviver a esta doença é bem maior. Se o diagnóstico for feito precocemente a ocorrência de morte é inferior a 10%.

Veja também: