Como interpretar sinais de desgaste dos pneus

Os sinais de desgaste dos pneus não devem ser ignorados e se souber como os analisar pode não só poupar dinheiro, como também ficará mais seguro.

Como interpretar sinais de desgaste dos pneus
Verifique os pneus periodicamente

Os pneus são a única parte do carro que está em contacto com a estrada e, como tal, é natural que acabem por ficar em mau estado ao fim de algum tempo. No entanto, os sinais de desgaste dos pneus dão-nos uma grande ajuda ao dizerem-nos o que se está a passar de errado, para que possamos resolver o problema.
 

Como controlar o desgaste dos pneus

Um pneu em boa forma, com a pressão correta, irá desgastar-se de modo geral, sem se notar que está pior de um lado ou de outro. Se notar sinais de desgaste dos pneus mais acentuados num dos lados dos pneus, então há conclusões a tirar daí.

Por norma, os pneus devem ser trocados quando o tamanho do piso dos pneus for inferior a 1,6mm, pois este é o mínimo exigido por lei. Convém, também, ver a pressão dos pneus pelo menos uma vez por mês e antes de grandes viagens
 


3 formas de interpretar sinais de desgaste dos pneus

Se os sinais de desgaste dos pneus não são uniformes, algo se passa. É preciso fazer alguma coisa para poder poupar nos pneus, no combustível e, principalmente, aumentar a sua segurança na estrada.

• Desgaste na faixa central: se os pneus estão mais gastos no centro, então, é provável que tenham pressão excessiva, o que reduz a maneabilidade e a vida útil do pneu ao reduzir a aderência. Para resolver o problema, deve manter a pressão indicada.

• Desgaste em ambos os lados: este tipo de desgaste indica que os pneus têm pressão insuficiente. Isto significa que gastam mais combustível e sobreaquecem, o que reduz também a sua vida útil. Mais uma vez: a solução é encher os pneus como recomendado.

• Desgaste num único lado: o desgaste num único lado indica que a direção não está alinhada pelo que notará um aumento no consumo de combustível e no desgaste É necessário alinhar a direção para poder resolver o problema. Com a direção desalinhada, o carro “puxa” para um lado, o que dificulta a condução.

• Desgaste irregular em algumas zonas: entre os sinais de desgaste dos pneus, até o gasto irregular nos ajuda a perceber o que se passa. Se notar que o desgaste é anormal, a causa pode ser a equilibragem incorreta dos pneus. A melhor coisa a fazer é levar o carro ao mecânico para que este resolva o problema.



Qual é o tempo de vida útil dos pneus?

Independentemente do desgaste, é aconselhado trocar de pneus, no máximo, de dez em dez anos. Para além disso, a partir dos cinco anos, é fundamental fazer uma inspeção anual aos pneus.  Nunca é de mais dizer que o estado dos pneus não só afeta a sua carteira, como o ajuda a manter-se protegido. Vale a pena dar-lhes atenção.

Veja também: