Plano de Saúde Medicare

Gratuito durante 6 meses!

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt

Saber mais

6 sinais de doença silenciosos

São sinais de doença silenciosos, mas que podem causar bastantes estragos. Consulte a lista de 6 sintomas que não deve ignorar.

6 sinais de doença silenciosos
Escute o seu corpo

Aparecem sorrateiramente e muitas vezes são ignorados. Quem vai ligar a uma normal erupção cutânea, a frequentes idas à casa de banho ou até a uma alteração na caligrafia? Pois é, muitas vezes estes são sinais de doença.. é o seu corpo a avisá-lo de que algo de errado se está a passar. Tente ouvir o seu corpo e consulte 6 dos sinais de doença que não deve ignorar.


6 sinais de doença que passam despercebidos


Erupção cutânea, bolhas e comichão

Cotovelos, joelhos, nádegas,  costas e couro cabeludo são geralmente as zonas mais afetadas daquilo que pode parecer um eczema. Por vezes, estes podem ser sinais de algo mais mais grave: a doença celíaca, uma patologia autoimune que rejeita a ingestão de glúten.

Existem casos em que a doença celíaca não desenvolve sintomais intestinais (os mais comuns), mas desenvolve este problema de pele! Mais de 25% dos celíacos desenvolvem estas erupções cutâneas, conhecidas como dermatite herpetiforme.

Quando alguém com doença celíaca consome glúten, o organismo liberta o anticorpo IgA, que ataca os intestinos e por vezes acumula-se em pequenos va­sos sanguíneos sob a pele, provocando as ditas erupções.

 

Hemorróidas

Estamos a falar de um sintoma desenvolvido por cerca de um terço dos pacientes com doença de Crohn. Esta doença afeta o trato gastrointestinal e mani­festa-se através de feridas, ulcerações e crescimento de carne no exterior da zona anal, o que pode ser confundido com hemorroidas.

A doença de Crohn é, muitas vezes, uma doença dolorosa e se não for tratada pode conduzir à obstrução intestinal, a fissuras anais muito dolorosas ou até a cancro do cólon.

Caso identifique hemorróidas mas o tratamento para as mesmas não surtir efeito, consulte imediatamente o seu médico ou um gastroenterologista para uma opinião clínica.

 

Alterações na caligrafia

Alterações na caligrafia pode ser um dos sinais de alguma doença? Pode sim! Apesar da doença de Parkinson se exprimir através de tremores no corpo, quando num estádio inicial, ela pode revelar-se pela caligrafia, uma vez que as letras e números se tornam bastante mais pequenos durante a escrita. Um estudo israelita de 2013 comprovou que a análise da ca­ligrafia consegue identificar pacientes em estádios precoces da doença em 97% dos casos.

Na doença de Parkinson, as células nervosas do cérebro adoecem ou morrem e deixam de pro­duzir dopamina, um químico que en­via sinais fundamentais para produzir movimento - é assim que acontece a rigidez muscular nas mãos e nos dedos, afetando a caligrafia.

Se este sintoma persistir por mais de duas semanas, procure um neurologista; quanto mais cedo identificar a doença mais rapidamente pode atuar face às consequências da mesma.

 

Gengivas inflamadas

Sabia que as mesma bactéricas que causam inflamações nas gengivas podem causar ataques cardíacos? Inacreditável, não é? Mas é verdade...estudos científicos demonstraram ainda que adultos mais velhos e com níveis elevados de determinadas bac­térias na boca têm a carótida mais fe­chada, o que pode ser um acelerador de acidentes vasculares cerebrais e de ataques cardíacos.

Agora já sabe: cuide da sua boca! Faça limpezas dentárias e orais frequentes e cuide das gengivas. O tratamento de doenças das gengivas está associado a menos hospitalizações em pessoas com doenças cardíacas ou com diabetes tipo 2, refere um estudo de 2014, publicado na revista norte-americana Journal of Preventive Medicine.

 

Ressonar

Vulgarmente associado à apneia do sono, este sintoma é também um dos sinais de doença cardíaca. Um recente estudo científico revelou que, mesmo pacientes que não sofriam de apneia do sono, ressonavam. E porquê? Porque o ressonar estava associado ao estreitamento  da carótida, no pescoço, um sintoma que desencadeia enfartes e ataques cardíacos.

O ressonar foi, aliás, associado a este estreitamento da carótida em maior dimensão devido ao consumo de tabaco, colesterol alto ou até ao excesso de peso! Isto porque o ressonar pode danificar a artéria carótida, responsável por levar o sangue ao cérebro.

 

Frequentes idas à casa de banho

Com constante vontade de ir à casa de banho? Atenção, pode ser um sinal de diabetes tipo 2!  

Quando esta doença se começa a desenvolver, o corpo começa a ser menos eficaz a transformar os alimentos em açúcar e a usá-lo como combustível para energia.

Consequentemente, o açúcar acumula-se na corrente sanguí­nea e o corpo tenta livrar-se do excesso de glicose através da urina.

Se este sintoma persistir ao longo do tempo, peça ao seu médico a realização de análises para despistar um possível diagnóstico de diabetes.

Veja também: