Publicidade:

6 sinais de que está na hora de trocar de carro

Está na altura de parar e escutar o seu automóvel. Conheça aqui os sinais de que está na hora de trocar de carro e em qual deve apostar a seguir.

6 sinais de que está na hora de trocar de carro
Quando tomar esta decisão

É sempre interessante a relação afetiva que somos capazes de desenvolver com determinados bens materiais. Sem dúvida que um carro se enquadra neste grupo, em grande parte pelas memórias que lhe associamos. Mas para tudo há um fim. Saiba reconhecer os sinais de que está na hora de trocar de carro.

Claro que existem aqueles modelos clássicos que se encaram como hobbie ou investimentos. Mas falamos aqui sobretudo dos carros que conduzimos todos os dias e em que confiamos a nossa segurança e a de quem mais gostamos, assim como a capacidade de nos deslocarmos.

6 sinais de que está na hora de trocar de carro

trocar de carro

1. Idade

A razão número um, regra geral. Os mecânicos aconselham que, chegando à marcos dos 10 anos, os carros merecem um pouco mais de atenção e manutenção. Não significa que tem de o trocar de 10 em 10 anos, mas convém ter uma atenção redobrada para garantir que ainda dura mais algum tempo. Mas há idades em que, se o próprio carro apresenta demasiado desgaste, já não há volta a dar.

2. Necessidades familiares

Se a família está a aumentar, o meio de transporte tem de acompanhar. Ter um automóvel que acomode toda a gente de forma confortável e segura é imperativo. Um carro com 7 lugares, por exemplo, tem todas as condições para ser um carro que dá prazer conduzir e que permite transportar miúdos e graúdos.

3. Aspecto

Não se trata de um dos mais importantes sinais de que está na hora de trocar de carro. Se o seu carro se destaca pela negativa no que diz respeito ao aspeto exterior e já não há grande coisa que a manutenção e limpeza possam fazer, pode estar na hora de trocar.

4. Quilometragem

Depois de 100 mil quilómetros pode esperar mais problemas com o seu carro e normalmente começa-se a pensar na troca ao atingir este número. Contudo, um motor pode dobrar, triplicar este número (ou mais ainda) se a manutenção for uma prioridade. Contudo, quando falamos de automóveis para uso diário e condutores que não têm assim tanto tempo disponível para estes detalhes, pode ser uma boa justificação para a troca.

5. Problemas técnicos

Quando o carro passa mais tempo na oficina do que na garagem ou na estrada, este é um forte sinal de que está na hora de começar a considerar trocar de carro. O dinheiro gasto em reparações constantes pode ser investido num novo automóvel, especialmente se o carro antigo já está fora da garantia.

6. Fim da garantia

Com o fim da garantia automóvel, terminam também algumas facilidades e benefícios. Se, originalmente, tem um carro que lhe dá alguns problemas e que agora ficou sem esta vantagem, e como abordamos no ponto 5, pode não fazer sentido continuar com ele. Contudo, esteja atento, porque existem formas de prolongar a garantia e existem campanhas que oferecem períodos mais alargados, se decidir comprar um carro novo.

Veja também:

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.

Também lhe pode interessar: