15 sintomas de aneurisma que não deve ignorar

Sabia que a dificuldade em engolir é um dos sintomas de aneurisma? Damos a conhecer 15 sinais desta doença que não deve deixar de lado.

15 sintomas de aneurisma que não deve ignorar
Um aneurisma tem menor probabilidade de romper se tiver menos de 5 cm

Antes de conhecer os sintomas de aneurisma, importa perceber em que consiste este problema de saúde. O aneurisma é a dilatação definitiva de uma artéria, causada por uma lesão, por um trauma ou pela perda de elasticidade das paredes do vaso sanguíneo.

A artérias, quando se encontram saudáveis, têm paredes musculares com capacidade suficiente para resistir à força do sangue. Quando estas perdem resistência num ponto e cedem, é aí que se forma o aneurisma.

Os aneurismas mais comuns situam-se na aorta, no cérebro, na parte de trás do joelho, no intestino e na artéria do baço. São, sobretudo, os homens com mais de 60 anos os mais afetados pelos aneurismas.

É, não raras vezes, uma doença silenciosa, pois os sintomas de aneurisma não são facilmente detetáveis. O diagnóstico precoce pode evitar problemas futuros. Conheça, por isso, os fatores de risco e quais os sintomas desta doença.

Sintomas de aneurisma

Os aneurismas raramente apresentam sintomas específicos, sendo muitas vezes apenas detetados numa TAC ou numa ressonância magnética.
No entanto, os pacientes com aneurisma podem apresentar estes sintomas:

  • Dor de cabeça intensa e súbita;
  • Dormência facial;
  • Problemas em engolir;
  • Massa pulsátil no abdómen;
  • Sensação de ”estômago cheio” após uma refeição ligeira;
  • Confusão mental;
  • Dor no peito;
  • Tosse e falta de ar;
  • Vómitos;
  • Rigidez da nuca;
  • Hipotensão;
  • Alterações na visão;
  • Convulsões;
  • Redução da força num dos lados do corpo;
  • Dor nas costas ou abdómen.

 

dor de cabeca

Aneurisma: fatores de risco

Estes são alguns dos fatores de risco para o aparecimento de um aneurisma:

  • Hipertensão;
  • Diabetes;
  • Consumo abusivo de álcool;
  • Consumo de cocaína;
  • Tabaco;
  • Tendência genética.

Tipos de aneurisma

Um aneurisma pode assumir diferentes formas.

Aneurisma sacular

A parede da artéria tem três camadas dilatadas e toma a forma de um balão ou de um pequeno saco. Este tipo de aneurisma está normalmente situado nas zonas mais curvas do corpo humano, onde a parede das artérias sofre maior pressão.

Aneurisma fusiforme

Tal como o anterior, também são afetadas as três camadas da parede arterial, mas a dilatação assume uma forma alargada.

Aneurisma dissecante

Acontece quando a camada mais interna e a camada média da parede arterial se afastam. Isto faz com que o sangue circule por um canal paralelo, situado no interior da parede arterial.

Tratamento de um aneurisma

tratamento aneurisma

Aneurisma com menos de 5 cm

Em geral, os aneurismas com menos de 5 cm não rompem. Porém, pode ser necessário a toma de medicamentos anti-hipertensivos para reduzir a pressão arterial.

Caso seja necessário, serão realizados exames com intervalos entre 3 a 6 meses, para observar o estado do aneurisma. Não esqueça: fumar, nestas circunstâncias, é de todo desaconselhável.

Aneurismas com mais de 5,5 cm

Um aneurisma deste tamanho, ao contrário do anterior, corre o risco de romper, por isso, os médicos recomendam uma cirurgia.
Podem ser utilizadas várias técnicas. Quando se trata de aneurismas seculares e fusiformes, basta, muitas vezes, fazer uma ligação na entrada do aneurisma.

No caso de um aneurisma dissecante da aorta, pode ser necessário extrair a parte afetada e substituí-la por uma prótese arterial.

Já agora: um aneurisma cerebral é confundido facilmente com uma enxaqueca. Se a medicação para a enxaqueca não resultar, é aconselhável ir ao hospital. Este é um dos sintomas de aneurisma cerebral mais comum.

Veja também:

Ana Carolina Veríssimo Ana Carolina Veríssimo

Ana Carolina Veríssimo é redatora de conteúdos desde 2013. Formou-se em Jornalismo pela Universidade Nova de Lisboa. É apaixonada pelo jornalismo online e pelo marketing digital. Escreve sobre diversos temas, sobretudo tecnologia, saúde, lifestyle e televisão.