6 sintomas de apendicite: reconheça os sinais

Os sintomas de apendicite podem ser bem mais silenciosos do que a habitual dor abdominal. Saiba como reconhecê-los e agir a tempo.

6 sintomas de apendicite: reconheça os sinais
Aprenda a reconhecer os sintomas da apendicite

A apendicite é um quadro clínico comum em crianças e adultos. Apesar de serem conhecidos os sintomas mais “visíveis”, tais como as fortes dores abdominais e vómitos, existem sintomas de apendicite mais silenciosos ou raramente associados a este quadro clínico.

É normal que a apendicite ocorra entre os 10 e os 30 anos, apesar de também ser comum em crianças mais jovens. O facto de o apêndice estar muito próximo de outros órgãos como o estômago, o intestino e o pâncreas, pode levar a alguma confusão relativamente aos sintomas.

Continue a ler para saber identificar os sintomas de apendicite tanto em adultos como em crianças.

6 sintomas de apendicite que deve conhecer

dor abdominal

1. Dor abdominal

O sintoma mais típico é mesmo a dor abdominal. O apêndice localiza-se no quadrante inferior direito do abdómen. Se tem uma dor intensa e paralisante nessa área, o mais provável é que esteja perante um quadro de apendicite. A dor vai ficando mais intensa e mais localizada com o passar das horas. Nas primeiras 6-8 horas, é normal que não consiga perceber que parte da barriga lhe dói.

2. Enjoos, vómitos e perda de apetite

Estes são três dos sintomas mais comuns das mais variadas doenças. Mas tenha atenção caso venham acompanhados por um quadro de dores abdominais, que passam para o lado direito inferior do abdómen ao longo das primeiras 24 horas. Ocorre em cerca de 90% dos casos de apendicite.

3. Febre

Este sintoma é mais comum em casos de apendicite na idade adulta. A temperatura aumenta à medida que a inflamação aumenta também. Nas crianças e nos idosos não é tão comum.

4. Diarreia ou prisão de ventre

Não são sintomas que normalmente associamos à apendicite, mas é importante estar atento. Podem ocorrer como consequências da distensão abdominal.

5. Distensão abdominal

O abdómen fica duro e inchado, o paciente sente-se muito desconfortável. É necessário estar atento se dor intensa se associar a este inchaço.

6. Aumento dos leucócitos

Quando ocorre uma infeção no nosso corpo, a produção de leucócitos aumenta exponencialmente. Isto pode ser um sinal da inflamação do apêndice. Mais de 80% dos pacientes com quadros de apendicite aguda apresentam leucocitose, o aumento do número de glóbulos brancos.

É óbvio que nem todos os sintomas são apresentados pelas mesmas pessoas e muito menos se revelem todos ao mesmo tempo. Alguns são mais comuns do que outros. Por exemplo, a diarreia ou, pelo contrário, a prisão de ventre, ocorrem só em cerca de metade dos casos.

Veja também: 

Júlia Rocha Júlia Rocha

Licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade do Porto, sempre se deu bem com os livros, teclados de computador e canetas. A importância da palavra escrita num mundo tecnológico, aliada à história, ao cinema, literatura e televisão, são os seus maiores campos de interesse.