3 sintomas de um catalisador entupido

Saiba quais os sintomas de um catalisador entupido, e conheça algumas dicas sobre como cuidar do catalisador para que este dure mais tempo.

3 sintomas de um catalisador entupido
Esteja atento ao estado do seu carro.

Ter o catalisador entupido é um problema que ninguém quer ter, pois este é uma peça fundamental no nosso carro que ajuda a reduzir o mal que fazemos ao planeta, além de ajudar a pouparmos dinheiro e a andarmos de um lado para o outro sem dores de cabeça.

Um catalisador ajuda a converter gases tóxicos em gases menos prejudiciais e pode, muitas vezes, acabar por se tornar num problema sério quando entupido. 
 

3 sintomas de um catalisador em mau estado

 

1. Perda de potência

Quando o carro tem o catalisador entupido o motor tem de fazer um esforço maior para acelerar devido aos gases que impedem o motor de “respirar”, o que pode significar que quando meter o pé no acelerador o carro não vai andar aquilo que devia. A temperatura do motor também deverá subir mais do que o habitual.

 

2. Maior consumo

Com o catalisador entupido o motor tem de se esforçar devido ao aumento de pressão e à falha no fluxo de gases, o que acaba por fazer com que o consumo de combustível seja superior ao normal, e com que saiam mais gases nocivos do que era suposto. O carro a consumir mais do que deve, é algo que acaba por ser prejudicial para a carteira.

 

3. A luz do motor acende

Hoje em dia os carros são máquinas impressionantes, e só lhes falta saberem cantar. Quando o carro tem o catalisador entupido, é provável acender a luz do motor, pois existem sensores que analisam a eficiência do catalisador, capazes de perceber se algo de errado se está a passar.

 

Cuidar do catalisador

Apesar de este não ser exatamente um sintoma de entupimento, é possível vir a sentir barulhos estranhos caso o catalisador esteja danificado, pois existe no interior do catalisador uma estrutura semelhante a um favo de mel que se pode partir e ficar no interior da peça, algo que pode acontecer se se deparar com uma pedra ou outro obstáculo, ou se sofrer um acidente.

Se sentir algum dos sintomas acima, deverá dirigir-se a uma oficina para que o carro possa ser visto por profissionais, pois o problema pode, ou não, ser o catalisador. 

Para cuidar do seu catalisador deve evitar a gasolina com chumbo, substituir regularmente o óleo do carro, e verificar o estado do seu menino de vez em quando. Hoje em dia os carros são algo complexos, e falhas noutros elementos podem vir a ter influência no estado do catalisador, que pode custar centenas de euros a substituir.


Veja também: