Sintomas de varicela e a sua evolução

É uma doença muito comum em Portugal, principalmente em crianças. É causada por um vírus que se transmite de humano para humano. Conheça todos os sintomas de varicela.

Sintomas de varicela e a sua evolução
Conheça os sinais indicadores de varicela

A varicela é causada pelo vírus varicela-zoster, um membro da família do vírus herpes. Este mesmo vírus causador da varicela é o mesmo que causa herpes zoster mais conhecida por zona. O seu modo de transmissão é por via cutânea e lesões na pele. E na fase inicial da doença o contágio pode ocorrer através da via respiratória, nomeadamente por via de tosse e espirros. Saiba como evolui e quais os sintomas de varicela.


Os sintomas de varicela e a sua evolução

O período de incubação do vírus no ser humano pode ser de dez a vinte e um dias mas em média é de 15 dias. A varicela é normalmente diagnosticada com base nos sinais manifestados. Os principais sintomas de varicela são pequenas lesões da pele que seguem uma evolução característica, desde manchas, pápulas, vesículas e, no fim, crostas. Normalmente as pernas e braços são os menos atingidos. Inicialmente estas manchas começam na cabeça e progridem para o tronco. Também é frequente o aparecimento de lesões nas mucosas como, por exemplo, na boca e nos genitais.



O prurido

A comichão é um sintoma de varicela muito característico. As lesões na pele provocam muito prurido e o doente tem muita dificuldade em não se coçar. Como o prurido é intenso origina irritabilidade durante o dia e falta de sono durante a noite. De resaltar que a principal complicação da varicela é a infeção das lesões por bactérias. 



A frebre

Começa habitualmente com febre, um dos sintomas de varicela principais. Um ou dois dias mais tarde começa com os sinais exteriores descritos anteriormente. Uma pessoa doente apresenta entre 20 a mais de 1000 lesões na pele, mas o normal situa-se entre as 250 e as 500.

A maioria dos doentes têm febre sempre, mas poucas vezes elevada (quanto mais severa for a erupção, mais alta será a febre). É comum apresentar dor de garganta leve, inflamação dos gânglios do pescoço, dores de cabeça e dores de estômago. Por isso, como pode afetar os gânglios e a garganta, é normal que o doente se sinta prostrado e com falta de apetite.

À medida que as bolhas forem formando crostas e a febre baixar, o doente vai começar a sentir-se melhor. A varicela dura normalmente uma semana e as lesões que possam aparecer nos olhos não requerem um tratamento especial, a menos que produzam uma vermelhidão ou inchaço acentuado. Quando as crostas caírem e desaparecerem, podem deixar manchas claras ou escuras, que quase sempre desaparecem ao fim de alguns meses, apesar de poderem demorar anos ou por vezes ficar a marca para sempre, dependendo da gravidade da bolha que a originou e se houve infeção bacteriana ou não.

Veja também:

Raquel Pacheco Neves Raquel Pacheco Neves

Farmacêutica, Raquel Pacheco Neves é especialista na prevenção e no tratamento das mais variadas patologias, no que à farmacologia diz respeito. Com uma paixão especial pela puericultura, a promoção da saúde tem sido, desde sempre, o seu principal objectivo profissional.
O seu mais recente projeto é o portal Bébéu.