Vai estudar? Saiba que o smartphone reduz a capacidade cognitiva

Afinal, ter o telemóvel por perto é mesmo prejudicial para os estudos - e é a ciência que o diz. Saiba como o smartphone reduz a capacidade cognitiva.

Vai estudar? Saiba que o smartphone reduz a capacidade cognitiva
Sim, o smartphone é um vilão para quem procura os melhores resultados

Que seja dada a razão a todas as mães: afinal, quem quer estudar tem mesmo de afastar o telemóvel. Uma investigação realizada no Texas, nos Estados Unidos, revelou que a simples presença de um smartphone reduz a capacidade cognitiva – ainda que esteja em modo “silêncio”.

Duvida? Então fique atento a este artigo e descubra como os cientistas chegaram a esta conclusão.

Smartphone reduz a capacidade cognitiva e prejudica o estudo

O estudo realizado pela McCombs School of Business avaliou 800 utilizadores e aplicou um amplo conjunto de testes para tentar perceber como funciona a “capacidade do cérebro reter e processar informação”. Nos desafios propostos, para que os testes se concretizassem com sucesso, era exigida a total atenção do utilizador.

Antes de dar início à avaliação, os investigadores pediram que os participantes ativassem o modo silencioso dos smartphones e foram-lhes apresentadas duas opções: os candidatos analisados podiam escolher deixar o telemóvel em cima da mesa, com o ecrã voltado para baixo, no bolso da roupa, ou noutra divisão do espaço. Já consegue imaginar o resultado?

No final do teste, os voluntários que tiveram o melhor desempenho cognitivo foram aqueles que escolheram deixar o telemóvel fora da sala em que estavam. Foi ainda observado que aqueles que tinham o telemóvel em cima da mesa superaram aqueles que o guardavam no bolso.

estudar

A conclusão dos investigadores

Para os cientistas, a explicação é simples: ter o telemóvel dentro do nosso campo de visão ou ao nosso alcance, reduz a capacidade de concentração – logo, isso inibe as nossas funções cognitivas.

“Mas, mesmo em modo silencioso”? Sim, ainda que esteja sem som, o dispositivo tem um efeito negativo sobre a nossa capacidade de manter a concentração – isso porque, acredite: o cérebro gasta recursos para impedir a tentação de agarrar o smartphone.

“A mente consciente não está a pensar no smartphone, mas o processo de impedir que se pense em alguma coisa, usa alguns dos recursos cognitivos” afirmou o investigador que liderou o estudo, Adrian Ward.

Por isso, da próxima vez que tiver se se concentrar nos estudos – quer para exames importantes, quer para a realização de trabalhos -, fique longe do telemóvel. Este hábito vai ter um impacto positivo no rendimento escolar.

Se quer receber ainda mais conselhos para potenciar as suas horas de estudo, espreite os nossos artigos sobre os melhores horários e as melhores formas de encarar os livros e apontamentos e e conheça ainda as melhores músicas para acompanhar os momentos de estudo.

Veja também: