7 dicas para evitar o sobreaquecimento do motor do carro

O sobreaquecimento do motor de um automóvel pode gerar vários problemas graves e até causar um acidente. Descubra como pode preveni-lo.

7 dicas para evitar o sobreaquecimento do motor do carro
Saiba que cuidados deve ter com o motor

Há alguns cuidados que deve ter em conta para manter o sistema de arrefecimento do carro a funcionar em pleno e, assim, evitar o sobreaquecimento do motor. Estas medidas, por mais banais que pareçam, podem “salvar” o motor do sobreaquecimento ou mesmo evitar danos irreparáveis no veículo.

Para que se possa previnir, elaborámos uma lista das causas prováveis que podem levar ao sobreaquecimento do motor. Deve estar sempre atento a todos os componentes que apontamos e proceder à sua troca caso note algum defeito. Ao fazê-lo, além de poupar nalguns gastos inesperados, estará a zelar pela segurança  dos ocupantes do carro.

Dicas que podem evitar o sobreaquecimento do motor

1. Válvula termostática

A válvula termostática controla a temperatura do motor a diesel ou a gasolina. Como tal, é uma peça importante e deverá estar a funcionar em perfeitas condições. Caso haja algum problema com a válvula termostática, o veículo vai sobreaquecer e corre o risco de danificar o motor. Esteja atento à válvula e se notar algo diferente dirija-se a um mecânico.

2. Eletroventilador

A função essencial do eletroventilador é a de arrefecer o motor. Esta peça tem a aparência de um ventilador doméstico e se estiver avariado ou se não funcionar corretamente não vai ligar quando o carro estiver a trabalhar, levando ao sobreaquecimento do motor.

3. Aditivos

Não é apenas a água que ajuda a arrefecer o motor. São também produtos como os aditivos que ajudam a manter a temperatura ideal do sistema de arrefecimento do carro. É importante mudar os aditivos regularmente, tal como recomenda o manual do proprietário do veículo.

O refrigerante líquido, mais conhecido como anticongelante, é importante para regular a temperatura interna do carro no verão e evitar o sobreaquecimento do motor. Além disso, este aditivo impede que o motor congele no inverno. Se reparar que não tem refrigerante líquido suficiente, encha o depósito com água para depois não ter surpresas inesperadas.

4. Mangueiras

As mangueiras fazem parte do sistema de arrefecimento do carro. Se as mangueiras tiverem um corte ou estiverem ressequidas podem ser causadoras do sobreaquecimento do motor. Portanto, deve conferir o estado das mangueiras e se reparar nalguma que esteja danificada deve trocá-la.

5. Marcador da temperatura

Se o marcador da temperatura no painel de instrumentos do carro estiver a passar mais de metade, pare imediatamente o veículo, desligue-o e deixe o motor arrefecer.

Aqui podemos estar perante várias situações: pode haver uma fuga de água, o veículo pode não ter água suficiente, pode ser falta ou fuga de óleo ou até mau funcionamento dos sensores no painel de instrumentos.

6. Bomba de água

É mais um dos componentes a ter em atenção. Se a bomba de água tiver algum problema vai dar origem ao sobreaquecimento do motor do veículo. Isto acontece porque a água não vai circular e impede o sistema de arrefecer.

Se insistir em continuar a circular com a temperatura elevada, o mais provável é que ao fim de um tempo comece a sair fumo debaixo do capô do carro e, como resultado, o carro entre em autocombustão. Para que não tenha de chamar um reboque, o melhor é mesmo imobilizar o veículo e tentar perceber o que se passa com a bomba.

7. Tampa do radiador

Se a tampa do radiador estiver mal fechada e aparafusada vai dar origem ao sobreaquecimento do motor, pois o vapor e a água podem sair e levar ao aquecimento do motor.

Se o vapor de água estiver a sair do radiador, vai formar uma nuvem de fumo fora do capô do carro. Se tal acontecer, deve parar o automóvel e desligar o motor durante cerca de 15 minutos. Antes de o voltar a ligar deve encher o depósito da água nos níveis indicados e fechar bem a tampa do radiador.

Veja também:

Continuar a Ler