Soluços no bebé: saiba o que deve fazer

Sabia que os soluços no bebé começam ainda no útero? Ao contrário do que possamos pensar, este sintoma não apresenta qualquer desconforto para o bebé.

Soluços no bebé: saiba o que deve fazer
Mais de 80% dos bebés têm espisódios de soluços

Os soluços no bebé são perfeitamente naturais e não exigem preocupação. Saiba como lidar com eles da melhor forma.

Os soluços começam desde cedo, no útero da mãe, e são mais frequentes enquanto recém-nascidos. Isto acontece porque o seu sistema nervoso é muito imaturo e porque os próprios soluços são importantes para o desenvolvimento do diafragma e restantes músculos respiratórios. Neste sentido, é possível concluir que um bebé prematuro tenha mais soluços do que um bebé de termo e que um recém-nascido tenha mais soluços do que um bebé de seis meses ou de um ano.

Soluços no bebé: o que fazer?

Como referido, os soluços no bebé não causam qualquer incómodo, este não sente qualquer dor, nem sequer se sente irritado. Tenha paciência, pois após alguns minutos estes desaparecerão. À medida que o bebé vai crescendo, as crises vão-se tornando cada vez menos frequentes.

Posto isto, não é possível evitar os soluços no bebé. É possível, contudo, é adotar algumas estratégias para minimizar as crises.

1. Evite que o bebé engula ar

Existem bebés, sobretudo recém-nascidos, que mamam de forma sôfrega e, por isso, acabam por engolir bastante ar.

Em caso de amamentação, garanta que está a fazer uma pega correta (boca de peixinho, com lábios para fora) para que o bebé seja mais eficiente a mamar e não engula ar. Se ouvir um som semelhante a “beijinhos”, é sinal que está a entrar ar.

No caso de ser alimentado a biberão, aposte nos sistemas anti-cólicas, que previnem a entrada de ar.

2. Coloque-o em posição vertical

É muito importante, após a amamentação, colocar o bebé em posição vertical durante uns minutos. Isto vai ajudar a que o bebé arrote e vai evitar o aparecimento de soluços no bebé.

3. Não utilize as dicas usadas nos adultos

Não use as dicas para parar os soluços dos adultos em bebés, pois não funcionam e ainda podem fazer mal.  Não o assuste, não pressione os globos oculares ou a fontanela e não lhe puxe a língua.

4. Quando levar o bebé ao médico?

Apenas deve levar o bebé ao pediatra em casos de soluços no bebé muito persistentes e que atrapalhem as suas rotinas diárias (por exemplo, a alimentação ou o sono). No caso do bebé ter mais de um ano e continuar com muitos soluços é caso para avaliação, pois pode tratar-se de um problema de refluxo gastroesofágico.

Veja também: