Sono REM: o que é e porque é tão importante

O sono REM é uma das fases do nosso ciclo de sono e manifesta-se de forma específica nos adultos e nos bebés. Saiba mais.

Sono REM: o que é e porque é tão importante
Quando os sonhos acontecem

Se, quando leu REM, pensou na famosa banda norte-americana, está enganado. Vamos falar sobre o sono REM – rapid eye movement (movimento rápido dos olhos). Uma fase que tem este nome pelo facto de uma das principais características ser, efetivamente, a rápida movimentação dos olhos.

Durante o nosso sono passamos por vários ciclos. Cada ciclo é constituído por cinco fases: estágio 1, 2, 3, 4 e REM. Geralmente, começamos no estágio 1 e terminamos no sono REM e cada ciclo recomeça a cada 90-110 minutos. Algumas das fases ligam-se diretamente com a nossa memória, concentração ou até problemas com stress.

Se, nalgumas das fases o nosso corpo tem bastantes movimentos, noutros fica totalmente imóvel. É muito importante que o ciclo seja completo durante o nosso sono, de forma a garantir o equilíbrio físico e emocional. Este artigo abordar em mais pormenor a fase do sono REM.

Sono REM: quando os sonhos acontecem

O sono REM representa 25% do tempo do nosso sono e caracteriza-se por uma grande atividade cerebral e, tal como o nome indica, por movimentos rápidos dos olhos. É também durante esta fase que sonhamos. É muito importante passarmos por esta fase não só para o nosso bem-estar, mas para ajudar a criar memórias a longo prazo.

Principais manifestações do sono REM

Durante o sono REM o nosso corpo reage de várias formas:

  • Respiração mais acelerada, irregular e superficial;
  • Movimentação muito rápida dos olhos;
  • Imobilização dos músculos;
  • Aumento da frequência cardíaca;
  • Pressão arterial aumentada;
  • No caso dos homens pode ocorrer ereção.

E se não tiver uma noite de sono descansada?

Nas noites de sono mal dormidas, seja por fatores internos ou externos (ter um bebé há pouco tempo, por exemplo), pode acontecer que não passemos por todas as fases do sono.

Regra geral, quando o nosso sono REM é interrompido, na próxima vez que adormecermos vamos retomar essa fase. O corpo humano é fantástico, não é? O que por vezes acontece é que, desta forma, a ordem dos ciclos fica um pouco desregulada.

No entanto, ter uma noite de sono sem REM não significa não ter um sono de qualidade. O que é importante, sim, é perceber se quase não sonhamos, pois isso pode significar algum problema de sono, de memória ou no estágio REM.

Sono REM nos bebés

Existem diferenças entre o ciclo de sono de um adulto e de um bebé. Mas uma coisa é comum: o sono REM é essencial para o desenvolvimento cerebral e repouso do bebé, uma vez que será durante esta fase que todas as aprendizagens são consolidadas em termos cerebrais.  Não é por acaso que os bebés prematuros passam cerca de 90% do seu sono em sono REM.

Enquanto um adulto, quando adormece, entra imediatamente no sono profundo, passando depois para o sono REM (sono leve) e faz ciclos de sono leve/sono profundo com a duração de cerca de duas horas, com os bebés não é assim.

Os ciclos de sono dos bebés são muito mais pequenos, de cerca de 60 minutos, sendo 10 a 20 minutos de sono leve, altura em que qualquer ruído pode acordar e interromper o sono do bebé.

Veja também: