5 supercarros que vão acelerar em 2017

Em Genebra vão desfilar as últimas novidades da indústria automóvel, mas  as atenções vão estar viradas para os supercarros.

5 supercarros que vão acelerar em 2017
Descubra as máquinas que desfilar no Salão Automóvel de Genebra

É um dos melhores eventos da Europa para os amantes de automóveis. No Salão Automóvel de Genebra vai haver de tudo e para todos os gostos, mas são os supercarros que por norma roubam as atenções. Entre 7 a 19 de março de 2017, todos os olhos vão estar postos no centro de exposições Palexpo, em Genebra, para conferir o que de melhor se faz na indústria automóvel.

Além de ser palco para inúmeras revelações, o Salão Automóvel de Genebra revela fabulosos supercarros e alguns protótipos de cortar a respiração. Em 2016 foram apresentados os supercarros Lamborghini Aventador S, Ferrari LaFerrari Aperta, Bugatti Chiron e o McLaren 675LT Spider entre muitos outros. O E-Konomista reúne os cinco novos supercarros mais rápidos do mundo que de certeza o vão fazer sonhar.

Supercarros em destaque para 2017

Car

Ferrari 812 Superfast

A Ferrari ofereceu ao F12berlinetta um ‘facelift’ e um ‘rebranding’. A marca italiana, que entrou em bolsa no ano passado, apresenta o novo 812 Superfast, o mais potente carro de estrada V12 da marca de sempre. A celebrar o 70º aniversário de ligação aos motores V12, a Ferrari lança um novo motor V12 de 6.5 litros com 800 cavalos às 8500rpm. O binário máximo é de 718Nm e está disponível às 7700rpm.

O novo motor V12 foi acoplado a uma caixa de dupla embraiagem de sete velocidades e permite ao 812 Superfast chegar dos 0 aos 100km/h em 2,9 segundos e atingir uma velocidade máxima superior a 340km/h. A fabricante italiana garante que a condução foi melhorada com a introdução da direção assistida elétrica, aliás, uma estreia na Ferrari. O sistema foi desenvolvido para trabalhar com a tecnologia Slide Slip Control da marca.

Em termos de design o novo modelo de tração traseira recebe um ‘look’ mais agressivo: novos faróis LED, uma nova grelha e detalhes aerodinâmicos mais salientes. E para reduzir o efeito de arrasto, a Ferrari colocou abas aerodinâmicas ativas na frente. Por dentro, o 812 Superfast está mais desportivo, sendo que os principais elementos parecem que flutuam. O painel de instrumentos foi atualizado, bem como os bancos desportivos e o volante.

Car

Primeiro modelo da Italdesign

Ainda sem nome definido, a Italdesign revelou as imagens do primeiro modelo a ser lançado pela Italdesign Automobili Speciali. A produção do modelo vai ser limitada a cinco unidades, sendo que cada um custa pela menos 1,5 milhões de euros. Mas é provável que o preço suba até aos 2,3 milhões de euros com as opções personalizadas. A marca realça que o modelo foi criado a pensar em “colecionadores e entusiastas visionários” e a primeira unidade deve ser entregue até ao final do ano.

Este supercarro vai ser alimentado pelo mesmo motor V10 de 5,2-litros presente nas versões topo de gama do Audi R8 e recebe o sistema de tração integral quattro da Audi. O primeiro modelo da Italdesign pode atingir uma velocidade máxima estimada de 330km/h e chegar dos 0 aos 100km/h em apenas 3,2 segundos.

Por fora o supercarro da Italdesign faz lembrar um pouco o italiano Lamborghini Centenario. Os engenheiros da Italdesign quiseram criar um modelo com desempenho de carro de corrida mas que pudesse ser conduzido em estradas normais. A aerodinâmica e a construção leve foram as bases para o novo modelo.

Filippo Perini, diretor do projeto do supercarro e de design de inovação da Italdesign, avançou à imprensa que a partir de 2017 a Italdesign Automobili Speciali vai lançar todos os anos um novo carro com o seu próprio emblema. Todos esses modelos vão ter um número muito limitado e exclusivo de exemplares.

Car

Pagani Huayra roadster

A italiana Pagani conseguiu criar uma versão de roadster mais leve do que o supercarro original . O Huayra Roadster é 80 quilos mais leve do que o coupé, mas mantém as mesmas abas aerodinâmicas ativas. Segundo a fabricante esta estrutura utiliza materiais ainda mais avançados do que os usados atualmente para os carros de Fórmula 1. Embora tenha o mesmo peso que o coupé, o Roadster é 52% mais duro do que o apresentado no modelo original.

O Pagani Huayra roadster (carro descapotável),  é a versão mais potente de sempre do modelo Huayra, sendo alimentado por uma versão melhorada do motor M158 da Mercedes-AMG. De acordo com a Pagani, este Huyra conta com um motor V12 de 6.0-litros twin-turbo, com uma potência de 764 cavalos e 1000Nm de binário. Em relação à versão coupé, o roadster tem mais 64 cavalos.

Para quem não sabe, o Pagani Huayra foi apresentado pela primeira vez em 2011 no Salão Automóvel de Genebra e, segundo os especialistas do sector, a marca inaugurou uma nova era de supercarros na indústria automóvel. Hoje a versão coupé do Huayra é uma referência em termos de construção leve e tecnologia inovadora baseada em desempenho.

A versão roadster vai ter uma produção limitada de 100 unidades e promete uma experiência de condução emocionante. Cada unidade vai custar um valor a partir de 2,73 milhões de euros.

Car

McLaren 720S

O novo modelo da McLaren pertence à gama a que a marca de superdesportivos chama de Super Series. Este novo modelo da marca inglesa tem algumas inspirações no exclusivo P1, mas apresenta uma estética muito própria. O grande vidro traseiro que parece só tapar uma parte do motor, deixa antever a possibilidade de deixar algum espaço para bagagens por trás dos bancos.

A traseira conta com o enorme difusor, a asa retráctil que também serve de travão aerodinâmico e as luzes em LED muito finas a acompanhar as formas da carroçaria. O MacLaren 720s, será um dos melhores carros ingleses fabricado nos últimos anos, irá estrear um motor V8 4.0 biturbo que, debita 720 cavalos, permitindo chegar aos 200 km/h em apenas 7,8 segundos.

O novo McLaren conta com um “Driver Interface”, que é um painel de instrumentos que se vira, adoptando duas configurações. A nova consola central totalmente redesenhada conta com um ecrã táctil.

Car

SCG003S da Scuderia Cameron Glickenhaus

A Scuderia Cameron Glickenhaus apresenta o primeiro automóvel de produção para estrada. O supercarro SCG003S promete ser o modelo de produção mais rápido na pista alemã de Nürburgring.

Para quem não sabe a Scuderia Cameron Glickenhaus pertence ao milionário norte-americano James Glickenhaus que, em 2006, pegou num Ferrari Enzo e entregou-o à Pininfarina para a fabricante lhe construir um automóvel totalmente personalizado. Assim nasceu o Ferrari P4/5 by Pininfarina, um modelo único no mundo. Mais tarde, vieram outros modelos que James Glickenhaus pediu para serem criados.

Passados alguns anos, esta equipa construiu o próprio carro – o SCG003C – para participar em provas como as 24 Horas do Nürburgring, na Alemanha. Agora, o supercarro passa para a estrada e será ainda mais rápido do que o de pistas. Este modelo tem um motor V8 biturbo de 4,4 litros, com mais de 800 cavalos e 850 Nm, o que permite chegar aos 100 km/h em menos de 3 segundos e atingir uma velocidade máxima de 350 km/h. Um potencial que dá ao SCG003S a garra para ir a Nürburgring quebrar o recorde do Porsche 918 Spyder, com a marca de 6,30 minutos.

Embora este seja um carro de competição adaptado à estrada é pensado para dois ocupantes e conta com um habitáculo ergonómico, ar condicionado, fecho centralizado, faróis de nevoeiro e três ecrãs centrais, dois dos quais servem de retrovisores, com imagens projectadas por câmaras.

Veja também: