SWIFT: o que saber

Saiba o que é o código SWIFT, para que serve e como o pode identificar.

SWIFT: o que saber
É importante não confundir o SWIFT com o IBAN

O que é o SWIFT?

À semelhança do IBAN, o SWIFT não é mais do que um código que é muito utilizado no universo financeiro e que identifica uma entidade bancária.
 
A Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication assume a gestão destes códigos identificativos dos bancos que são designados por BIC – Bank Identifier Code. Quando ouvir o termo BIC ou SWIFT, é a mesma coisa, o código que identifica o banco e que é composto entre 8 a 10 caracteres.
 

Para que serve?

Quando se efectuam transacções financeiras entre bancos, nomeadamente entre bancos de países diferentes, o SWIFT ou BIC é um código fundamental para identificar os bancos em questão.
 
De ressalvar que o mesmo banco pode ter mais do que um código SWIFT associado, sendo o mesmo identificativo do respectivo banco, mas relativo a uma região específica.
 

Como é composto o SWIFT?

O SWIFT é sempre composto por um mínimo de 8 e um máximo de 11 caracteres. Desta composição fazem parte: o código bancário (4 caracteres), o código do país (dois caracteres), o código da localização (dois caracteres que fazem a distinção entre os bancos que estão no mesmo país) e por fim o código do ramo (três caracteres que podem ser opcionais e que representam o balcão da entidade bancária).
 

Exemplos de SWIFT portugueses

A melhor forma de perceber como funcionam os códigos SWIFT ou BIC é olhar para um exemplo concreto. Em Portugal, existem inúmeras entidades bancárias com os seus respectivos códigos associados. Entre elas, veja os seguintes exemplos:
BCP – BCOMPTPL
BPI – BBPIPTPL
BIG – BDIGPTPL
 

Exemplos de SWIFT internacionais

O Deutsche Bank, na Alemanha, tem o seguinte SWIFT: DEUTDEFF
 
Veja também: