Tapa matrículas: o que são e como funcionam

O objetivo do tapa matrículas é simples: acabar com as multas. Apesar de terem muito sucesso na internet, estes são ilegais e dão direito a muitos problemas

Tapa matrículas: o que são e como funcionam
O engenho parece ter vindo de um filme do James Bond

Apesar de já existirem há algum tempo, sistemas tapa matrículas têm ganho muita popularidade na internet, em parte graças aos radares fixos que assustam muitos condutores que não resistem a circular em excesso de velocidade. Segundo o Mirror, estes sistemas contam já com milhares de adeptos, e parecem estar a crescer em popularidade.
 

O que é?

O tapa matrículas é apenas uma forma engenhosa de escapar às multas por excesso de velocidade detetadas por radar, ou a qualquer outro tipo de possível punição que surgisse pela identificação do veículo.  Este sistema cobre a matrícula em pouco menos de dois segundos, com uma outra placa com informação ao gosto do condutor – tanto pode ter uma matrícula falsa, como um smile para a polícia.
 
Os condutores britânicos têm-se divertido com o tapa matrículas graças à sua eficácia e ao estilo à superespião que concede. Já começaram até a surgir advogados especializados em defender os condutores que usam estes sistemas, apesar de não serem legais.
 
De acordo com os vendedores, alguns dos sistemas utilizados são caseiros, enquanto outros são importados. O seu intuito de ajudar a escapar aos radares fixos é claro.
 

Como funciona?

O engenho funciona de forma eletrónica, sendo que ao condutor é necessário apenas carregar num botão para que a matrícula do carro, tanto à frente como atrás, fique tapada. Para a destapar, basta carregar no botão novamente.
 
O sistema é bastante semelhante ao do Aston Martin de James Bond no filme “Goldfinger”, e pode ser adquirido por cerca de €80 em vários sites na internet. É possível vê-los em ação em vários vídeos disponíveis na internet.
 
Porém os aparelhos variam, sendo que alguns se limitam a virar a matrícula para que esta não possa ser vista pelos radares. Servem para o propósito, mas não dão uma pequena “facadinha” às autoridades que pretendem impedir a circulação em excesso de velocidade.
 

É legal?

Apesar de desiludir muitos automobilistas, os tapa matrículas não são, de todo, legais, sendo que quem se atreve a usá-los arrisca-se a ter de passar até dois anos na companhia da polícia, quer queria quer não.
 
Apesar de não serem legais e de já ter corrido as notícias, no Reino Unido estes sistemas engenhosos continuam a ganhar popularidade. De acordo com o Mirror, termos que os incluem têm sido pesquisados milhares de vezes na internet, além de 80% das vendas de vendedores inquiridos virem do Reino Unido.


Veja também: