Tatuagem à mostra na entrevista de emprego: sim ou não?

Apesar de maior flexibilidade, ainda há áreas profissionais onde será melhor não mostrar as tatuagens na entrevista de emprego.

Tatuagem à mostra na entrevista de emprego: sim ou não?
Pondere a sua decisão

Os recrutadores, para além da formação académica e da experiência profissional, avaliam também o comportamento e a imagem dos candidatos – ou seja, avaliam a forma como o candidato apresenta-se. Ainda há muita polémica sobre o assunto, mas será que deve mostrar tatuagens na entrevista de emprego? Nós ajudamos a decidir.

Ainda que as empresas estejam atualmente mais flexíveis, as tatuagens, em algumas áreas profissionais, ainda são vistas como uma atitude de rebeldia, agressividade e são também associadas a comportamentos de risco.

Se está prestes a ser entrevistado para uma vaga de emprego e possui tatuagens, pondere bem a sua decisão e mantenha sempre presente que a sua capacidade de adaptação, com ou sem tatuagens, ao contexto profissional é fundamental em qualquer emprego.

 

Tatuagens na entrevista de emprego: mostrar ou não mostrar?

Esta questão depende da cultura da empresa e do tipo de função que irá desempenhar. É importante estar informado sobre este assunto porque, ao contrário do que às vezes se possa pensar, o preconceito nem sempre vem da empresa, mas sim do seu público e consumidores. Quem quer contratar vai avaliar os candidatos de acordo com os padrões exigidos pela empresa e, como tal, tatuagens e piercings podem não ser bem acolhidos.

 

Mostrar

Se pretende mantê-las visíveis no seu dia a dia, deve mostrar as tatuagens na entrevista – desta forma, ao ser contratado, irá evitar que surjam problemas ou situações desagradáveis no futuro.

 

Não mostrar

Prefere saber primeiro qual é política da empresa sobre o assunto e não o incomoda esconder as tatuagens sob a roupa? Se para si, conseguir a vaga no mercado de trabalho é o mais importante, então não mostre de imediato as tatuagens na entrevista de emprego.

É possível que o empregador não tenha nada contra as tatuagens, mas o melhor será dar tempo para o conhecer antes. Não precisa, necessariamente, de esconder as suas tatuagens, mas também não tem que as mostrar.

Afinal, o que define a sua competência profissional não são os desenho que traz na pele ou outros aspetos da sua vida pessoal – certo?

Veja também:

Continuar a Ler