AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Teletrabalho com direitos

O teletrabalho está a começar a ganhar terreno no nosso país e por isso é necessário estar bem ciente das vantagens, desvantagens e especialmente, direitos. Tendo em conta a evolução das tecnologias da informação era natural que o conceito de espaço de trabalho se viesse a alterar. Vejamos agora o impacto para o trabalhador.

Teletrabalho com direitos
Vantages e desvantagens em trabalhar a partir de casa

Vantagens óbvias que imediatamente se identificam serão:

·         A redução do stress, pois já não vai ter que encarar a pressão de cumprir horários, o trânsito, a procura de lugar para estacionar, etc.

·         Sem a deslocação física para o trabalho, acaba por ter menos despesas, seja no combustível e desgaste natural do automóvel, ou nos transportes públicos.

·         Pode trabalhar ao seu ritmo, estipulando o seu horário de trabalho, sendo chefe de si mesmo.

·         Todas as vantagens apontadas anteriormente resultam em mais tempo livre, logo mais tempo para o que é mais importante, isto é, a família, ou seja, verá aumentado o seu nível de bem-estar.

 

Claro que nem tudo são maravilhas e conseguem-se encontrar desvantagens:

  •  Se um dia vier a trabalhar noutro sistema que não a partir de casa, terá uma difícil adaptação
  •  Trabalha sozinho, pois em casa não tem colegas de trabalho, o que é uma desvantagem pois é bastante saudável o relacionamento com colegas.
  •   Não existe uma clara separação entre o trabalho e a vida pessoal
  • Como não existe a pressão típica de uma ambiente de trabalho normal, pode haver a tendência a desleixar-se tornando-se uma pessoa pouco metódica.

Tudo depende da postura de cada um, mas é bom que tenha consciência daquilo que de bom e mau pode advir da sua decisão recair sobre o teletrabalho.

 

Quanto a direitos, que isso sim é bastante importante conhecer:

  • Para quem já trabalhava em regime "normal", o teletrabalho não pode durar mais de 3 anos, a não ser que a empresa esteja abrangida por um instrumento de regulamentação colectiva que defina um prazo diferente.
  • Tem direito à privacidade, o que significa que o patrão não pode exigir a sua disponibilidade 24h, já que tem direito ao tempo para si e para a sua família. No máximo, a entidade patronal, pode visitá-la em sua casa, mas apenas no horário de expediente, ou seja, entre as 9h e as 19h.
  • Os direitos dos trabalhadores são iguais, quer o trabalho seja desempenhado na empresa, quer em casa. Quanto aos instrumentos de trabalho, como o computador e o serviço de Internet, estes devem ficar a cargo da empresa, salvo indicação contrária no contrato.