Publicidade:

Tendinite: causas, sintomas e tratamento

Cotovelos, ombros, punhos, joelhos e pés são os locais mais sujeitos ao desenvolvimento de uma tendinite. Conheça os principais sintomas e os tratamentos.

Tendinite: causas, sintomas e tratamento
Lesões no punho, uma das tendinites mais frequentes

Dor, dificuldade em executar certos movimentos, rigidez muscular e edema. Estes são alguns dos principais sintomas de uma tendinite, que se carateriza por uma inflamação no tendão.

O tendão é um filamento branco, flexível e resistente, que tem como função ligar o músculo ao osso. Quando esse tecido inflama pode verificar-se um inchaço e dor na área afetada, como é o caso da tendinite no ombro, a mais comum.

Tendinite: tudo o que deve saber


Principais causas de uma tendinite

tendinite

O trabalho caraterizado por movimentos repetitivos e o avançar da idade são das principais causas responsáveis pelo desenvolvimento uma tendinite.

No caso dos esforços repetitivos, inclui-se sobretudo quem trabalha com o computador de forma intensiva. Neste sentido, as tendinites mais comuns são as tendinites do ombro, nas quais, muitas vezes, a dor acaba por passar para o cotovelo e também para o punho. Não podemos deixar de referir também a má postura e o stress, que muitas vezes acabam por contribuir para a tensão muscular.

Já no caso das pessoas de mais idade, as tendinites devem-se ao desgaste dos tendões. Isto acontece pelo facto de os tendões ficarem mais frágeis, podendo assim originar lesões mais facilmente.

Quem sofre de diabetes e artrite reumatoide deve ter igualmente especial atenção, uma vez que são dois grupos especialmente sujeitos a desenvolver este tipo de lesões.

Principais sintomas de uma tendinite

dor tendinite

Apesar de se poder localizar em diferentes zonas, como referido anteriormente, os sintomas das diferentes tendinites são semelhantes:

  • Dor ligeira na área inflamada, que pode depois atingir as áreas adjacentes;
  • Dificuldade em movimentar essa zona inflamada;
  • Inchaço na área inflamada;
  • Perda de forças e flexibilidade;
  • Vermelhidão;
  • Rigidez muscular.

Tratamento para a tendinite

fisioterapia

As tendinites podem ser facilmente tratadas, sobretudo quando ainda se encontram numa fase inicial da inflamação. Uma forma de tratamento eficaz, mas nem sempre fácil de cumprir, é dar repouso à zona afetada. O esforço contínuo pode conduzir à rutura do tendão, o que vai implicar a realização de uma cirurgia.

Outro tratamento a que se pode recorrer é a toma de anti-inflamatórios, bem como a aplicação de gelo e compressas de calor. No entanto, se os sintomas se prolongarem, deverá consultar um médico de forma a ter um tratamento mais adequado à tipologia da lesão.

A verdade é que, caso não seja feito um tratamento correto e atempado, a tendinite pode evoluir para uma dor crónica. Note-se que muitas das tendinites crónicas são resultado de quedas e lesões, que não foram tratadas corretamente. Neste caso, uma das soluções pode passar pela fisioterapia.

Outra solução viável também para situações mais graves são as injeções de corticoides. Por fim, uma vez tratada a lesão, é importante fazer exercícios para fortalecer o músculo, sempre acompanhado por um profissional.

Veja também:

Ana Araújo Ana Araújo

Natural do Porto, Ana Araújo é apaixonada por viagens e pela cultura espanhola, razão pela qual já viveu em três cidades espanholas. Licenciada em Ciências da Comunicação e Mestre em Marketing, possui experiência profissional de mais de oito anos, tendo estado sempre ligada à área dos conteúdos.